Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Instituto de Estudos Brasileiros lança edital e estimula produção cultural de artistas da palavra falada
CONCURSO

Instituto de Estudos Brasileiros lança edital e estimula produção cultural de artistas da palavra falada

14/09/2020 - Cordelistas, repentistas, freestyle rappers e slammers poderão de inscrever

Instituto de Estudos Brasileiros lança edital e estimula produção cultural de artistas da palavra falada

Inscrições seguem até o dia 5 de outubro

O Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP publicou edital para o concurso #pelademocracia, voltado para colaborar com a reflexão sobre democracia no âmbito da sociedade, favorecendo a diversidade das expressões e buscando atingir públicos não necessariamente acadêmicos. São convidados a submeter vídeos ao concurso poetas de cordel e repentistas, freestyle rappers e de slammers.

De acordo com o edital, os vídeos devem ter até 3 minutos de duração e ser feitos na posição horizontal, iniciando com o nome dos artistas e uma declaração de consentimento para utilização de imagem e som. Para premiação, serão avaliados: qualidade do texto, da imagem e do áudio; criatividade; respeito a questões étnicas; originalidade; e pertinência ao tema do concurso. Trinta trabalhos serão selecionados e integrarão um vídeo teaser que será exibido no canal do IEB no YouTube, onde também ficarão disponíveis os vídeos completos. Além da divulgação, os artistas selecionados receberão certificados.

As inscrições e o envio dos vídeos devem ser feitos pelo site ieb.usp.br/concursopelademocracia até as 18h do dia 5 de outubro. A lista dos 30 selecionados será divulgada no dia 23 de outubro.

O concurso leva em conta o compromisso de reafirmar a instituição pública de ensino como um espaço polifônico, aberto às manifestações de toda a sociedade e acolhedor das várias expressões. A professora Diana Gonçalves Vidal, diretora do IEB/USP, acrescenta que "A reflexão acadêmica acerca da democracia é uma instância importante do debate público, na medida em que traz um conjunto de elementos para a análise, mas ouvir as vozes de outros grupos sociais, como slammers, cordelistas e free style rappers, a maneira como esses grupos sintetizam, entendem e representam a democracia, é também fundamental".

Para Francinaide de Lima Silva Nascimento, docente do Campus João Câmara e editora-chefe da Revista Holos, "O concurso do IEB/USP permite à comunidade do IFRN a oportunidade de participação e reflexão em torno dos processos democráticos a partir de expressões dos diversos grupos culturais que constituem o nosso entorno acadêmico, a exemplo de quilombolas, indígenas, camponeses, ​citadinos. Nosso fazer institucional, tendo como pilar a formação humana integral, busca a inserção societária a partir dos princípios democráticos, bem como de expressões artísticas e culturais. Além do fato de o IFRN ser constituído por um significativo índice de estudantes jovens, seu corpo de servidores também pertence a essa camada, e os campi estão localizados em uma diversidade regional que atende expressiva parcela da sociedade com ricas expressões".

 

Acesse:

Concurso #pelademocracia

Edital IEB nº008/2020

Ações do documento

Página em carregamento