Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Incubadora do IFRN integra representação no Conselho Estadual de Economia Popular e Solidária
IFSOL

Incubadora do IFRN integra representação no Conselho Estadual de Economia Popular e Solidária

28/12/2022 - Surgida em 2018, IFSol é vinculada à Pró-Reitoria de Extensão do IFRN

Incubadora do IFRN integra representação no Conselho Estadual de Economia Popular e Solidária

Integrantes do Conselho tomaram posse em 27/12

Aconteceu na terça-feira, 27/12, a posse do corpo de integrantes do Conselho Estadual de Economia Popular e Solidária (Cees) para o período de 2023/2024. A solenidade ocorreu no auditório da governadoria e contou com a presença da governadora do estado do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, assim como a coordenadora da Subcoordenadoria de Economia Solidária, Lidiane Freire, e da secretária da Secretaria Estadual de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Íris Maria de Oliveira. O atual coordenador da Incubadora Tecnológica para o Fortalecimento dos Empreendimentos Econômicos Solidários (IFSol), professor Yuri Padilha, assumiu uma das cadeiras de conselheiro, como um dos representantes da sociedade civil.

IFSol e Cees

A Incubadora Tecnológica para o Fortalecimento dos Empreendimentos Econômicos Solidários do IFRN, tem como objetivo contribuir no processo de formação e melhoria da qualidade de vida de trabalhadoras e trabalhadores com envolvimento nos empreendimentos econômicos solidários, bem como aproximar servidoras e servidores e o corpo discente na discussão do tema de economia solidária, por meio de assessorias na área de comercialização e articulação em rede, desenvolvida pelos professores, técnicos e discentes, atrelando os conhecimentos aprendidos em sala de aula com a prática junto aos empreendimentos.

Já o Cees tem como objetivo consolidar a Economia Solidária como política pública. Suas atribuições são: aprovar a Política Estadual de Fomento à Economia Popular Solidária; definir os critérios para a seleção dos programas e projetos a serem financiados com recursos do Fundo Estadual de Fomento ao Desenvolvimento da Economia Popular Solidária e para o acesso aos benefícios previstos nesta Lei; acompanhar, monitorar e avaliar os programas de fomento aos empreendimentos de Economia Popular Solidária desenvolvidos pelos órgãos e entidades públicos do Estado; e definir mecanismos para facilitar o acesso dos empreendimentos de Economia Popular Solidária aos serviços públicos estaduais.

Composição

O Conselho Estadual de Economia Popular e Solidária é composto por 24 pessoas, das quais 50% são representantes governamentais e os outros 50% da sociedade civil. A presidência do Conselho será ocupada pela representante da sociedade civil Aílma Firmino. A IFSol, por sua vez, é vinculada à Pró-Reitoria de Extensão do IFRN e surgiu em 2018, sua estrutura é composta por núcleos atualmente presentes nos campi Caicó, Canguaretama, Ceará-Mirim, Ipanguaçu, Lajes, João Câmara, Macau, Mossoró, Natal-Central, Natal-Cidade Alta, Natal-Zona Leste, Natal-Zona Norte, Pau dos Ferros e São Paulo do Potengi.

Ações do documento

Página em carregamento