Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Zona Norte / Notícias / Conheça as ações do Campus Natal-Zona Norte na pandemia
ESPECIAL

Conheça as ações do Campus Natal-Zona Norte na pandemia

21/08/2020 - Teletrabalho, capacitação, distribuição de alimentos e interação com comunidade são destaques

Conheça as ações do Campus Natal-Zona Norte na pandemia

Com a publicação, no dia 20 de março, do plano de medidas de proteção e redução de riscos no âmbito do IFRN para enfrentamento da emergência de saúde pública nacional, decorrente do novo coronavírus (Covid-19), pelo Conselho Superior (Consup) do Instituto, os servidores do IFRN passaram a trabalhar remotamente, o chamado home office.

Mesmo a distância, vários encontros virtuais acontecem desde a interrupção das atividades presenciais na Instituição. Além dos grupos de Whatsapp, já usados para discutir informações de trabalho, os servidores passaram a utilizar aplicativos para conectar equipes, com recursos como teleconferência, gravação de reuniões, envio de mensagens de texto, armazenamento de arquivos e agendamento de novos encontros: tudo em um único espaço de trabalho compartilhado. Na pauta, assuntos essenciais ao funcionamento da escola e atendimento à comunidade acadêmica, tanto no contexto institucional como local.

Nesse sentido, o professor Paulo de Tarso Braga encara o home office durante a quarentena como chance para aprender e seguir produzindo. "A experiência de estar trabalhando em casa de forma remota nos traz outras oportunidades, como aprender a lidar com ferramentas inovadoras de reuniões online sistemas de troca de mensagens rápidas e acesso à ambientes virtuais de aprendizagem para interagir com os estudantes", afirma.

 

Motivação no trabalho e diálogo com a comunidade escolar

O trabalho virtual não tem feito diminuir o engajamento nas reuniões, muito pelo contrário. As reuniões pedagógicas-administrativas por videoconferência, coordenadas pela Diretoria Acadêmica, contam, em média, com a participação de 100 servidores, entre técnicos administrativos e professores. De mesmo modo, os encontros virtuais com representantes de turmas reuniram, em três ocasiões, mais de 40 estudantes de todas as modalidades de ensino do Campus.

O diretor-geral Edmilson Campos esclarece que toda a equipe de gestão tem buscado estabelecer contato permanente com os servidores, a fim de esclarecer situações de interesse institucional e discutir com todos as melhores estratégias para dar continuidade aos trabalhos em home office. "Desde que precisamos suspender nossas atividades presenciais para enfrentamento à Covid-19, temos vivido dias intensos de reuniões, quase que diuturnamente, para que possamos discutir, tanto a nível sistêmico quanto local, e adequar o funcionamento da nossa instituição neste período inédito e histórico que estamos vivenciado. O momento requer muita serenidade dos gestores, servidores e toda a comunidade, que, diante de um desafio intenso e dinâmico, precisam se reinventar, com novas formas de trabalho, predominantemente remotas, e ao mesmo tempo manterem o contato próximo com os nossos estudantes", explicou o dirigente.

O contato, a que se refere o diretor, vai além. A escola mantém um espaço de diálogo com pais e responsáveis, de forma a esclarecer situações, receber sugestões e tirar dúvidas. Para tal, a última reunião com eles, em julho, foi transmitida ao vido pelo Canal do Campus no Youtube, durante a qual os participantes enviaram perguntas e questionamentos por meio do chat da própria rede social.

A reunião tratou de vários temas: entre eles, o panorama da atual situação do IFRN e as ações do Campus durante a pandemia – como o trabalho remoto dos servidores, a distribuição de cestas básicas, a execução de obras e o planejamento de eventos. Além disso, os organizadores falaram sobre a perspectiva e o cenário do retorno das aulas, com exibição de resultados de enquete sobre tecnologias educacionais e condições de estudo e do Plano de Contingência do IFRN e dos campi.  

Última reunião de pais e responsáveis:

No âmbito administrativo, os setores divulgaram seus planos de trabalho, classificados de acordo com três tipos de processos laborais: teletrabalho, situações eventualmente presenciais e atividades suspensas. Segundo a Portaria nº 76/2020-DG/ZN, cada plano setorial deve ser executado durante a suspensão das aulas nos campi. Para consultá-los, clique aqui.

 

Capacitação em ensino híbrido e remoto

O novo cenário de distanciamento social exige do professor do Instituto a migração para uma nova modalidade de ensino. Nesse contexto, cerca de 50 servidores do Campus, entre professores e técnicos-administrativos, têm tido a oportunidade de se atualizarem sobre ensino híbrido e remoto por meio de um curso de capacitação online ofertado pela Instituição, tendo em vista o retorno das aulas em breve.

O curso, realizado por meio de plataformas como o Google Classroom e o Microsoft Teams, segue até o final e de agosto e busca apresentar os profissionais às novas concepções pedagógicas e capacitá-los para utilização de ferramentas digitais, que incluem gravação e transmissão de videoaulas, desenvolvimento de atividades colaborativas e criação de conteúdo interativo. Em outras palavras, a proposta do treinamento é tornar o educador mais seguro e confortável na adoção dessas modalidades.  

Matriculado no curso, o professor Thulho Siqueira ressalta que a capacitação é algo que vai além da instrumentalização. “Ela é importante para criar espaços de reflexão sobre as possibilidades, tanto de oferta como de implementação de propostas de educação, que vão além da transmissão de conteúdos e levam em consideração a complexidade que envolve a manutenção dos processos educativos em tempos pandêmicos". 

Trabalhando em casa, Thulho avalia como positivo o treinamento para os servidores: 

 null

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na programação estão temas como caraterísticas e princípios desse tipo de ensino; proposta de trilhas de aprendizagem; ciclo de inovação; planejamento de momentos grupais e individuais; alinhamento construtivo; critérios de seleção de tecnologias; dicas para criação de videoaulas; formato, características, equipamentos e softwares; e uso do Google Classroom para aplicação de atividades.

 

Saúde mental

O cuidado com a saúde mental, em razão do mal-estar que pode acometer as pessoas durante o período de distanciamento social, é uma das preocupações do setor de Psicologia, que mantém, desde março,um serviço de atendimento psicológico online. O atendimento no aplicativo Zoom, realizado de segunda a sexta-feira, de 9h às 18h, pela psicóloga Margareth Pinheiro, é voltado tanto para estudantes quanto para servidores efetivos, substitutos, visitantes e terceirizados do Campus. 

A iniciativa da profissional busca também dar continuidade aos atendimentos realizados presencialmente e dar início àqueles já agendados antes da suspensão das atividades administrativas e acadêmicas do IFRN. "O isolamento social, necessário neste momento, pode ser fator de muita ansiedade para muitas pessoas", ressaltou a psicóloga.

 

Doação de alimentos

Com a suspensão das atividades acadêmicas do IFRN, o Campus procurou alternativas para evitar desperdício dos alimentos destinados à merenda escolar. Nesse sentido, de abril a julho, foram distribuídas 820 cestas básicas, em quatro de cinco etapas, e 1,2 tonelada de alimentos aos alunos. Em maio, a escola doou ainda 147 quilos de açúcar refinado e 290 pacotes de biscoito para a Associação Espírita Obreiros da Vida Eterna, localizada no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal. A organização complementou a doação com outros gêneros alimentícios e montou cestas básicas, que foram destinadas a comunidades carentes do Loteamento Jardim Progresso, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, também da região.

Em março, o Campus havia distribuído – entre 25 alunas do Programa de Extensão Mulheres Mil e 25 terceirizados – 200 litros de bebida láctea, 60 quilos de pão, 130 quilos de frutas e 30 quilos de queijo. Para a assistente social Etiene Ferreira, ações como estas são importantes porque são uma forma de reverter o investimento público em benefícios à sociedade, cujos tributos contribuem para a existência do IFRN, "A consciência social que temos é saber que tudo é proveniente dos nossos impostos, que devem ser sempre destinados a construir uma sociedade justa e igualitária", afirmou.

 

Solidariedade

Incomodados com a situação crítica em que muitas famílias de alunos do Campus em situação de vulnerabilidade socioeconômica se encontram em razão do coronavírus, servidores da escola se uniram para arrecadar fundos e destinar o dinheiro a cestas básicas para doações.

A iniciativa, que aconteceu em abril e maio e contou com apoio do Grêmio Estudantil Paulo Freire, arrecadou 5.200 reais e beneficiou famílias de estudantes selecionados pela agremiação com 92 cestas básicas. "Pensamos em ajudar as famílias que, devido ao isolamento social, estão sem poder trabalhar e conseguir o sustento diário. Como muitas vivem do trabalho autônomo ou de pequenos comércios e o auxílio financeiro do governo havia atrasado, buscamos uma maneira de minimizar essa situação de dificuldade", explicou a servidora Lanúzia Freíre, uma das participantes da ação.

 

Empreendedorismo

A Incubadora Tecnológica do Campus Natal - Zona Norte (ITZN) deu, em agosto, um passo importante a obtenção de recursos financeiros para investir em seus projetos incubados. Ela foi uma das selecionadas pela chamada pública do Sebrae/RN direcionada a incubadoras atendidas pelo Projeto Ambientes de Inovação do RN, que disponibiliza 550 mil reais para selecionadas em três modalidades. 

No total, foram classificados projetos de 16 incubadoras potiguares, que vão ganhar juntas 445 mil reais. Enquadrada na modalidade 3 do edital, a ITZN e outras 10 incubadoras vão receber, cada uma, 25 mil reais. "Em breve, visto que já lançamos o edital do Hotel de Projetos, vamos ter a oportunidade de ver a transformação de novas ideias em startups", comentou Vanessa Desidério, atual coordenadora de duas incubadoras: a ITZN e a ITEN  Incubadora Tecnológica de Energia e Negócios –, do Campus João Câmara. 

A professora se mostrou também animada com a chegada dos recursos, cujos repasses serão feitos ao longo do mês: "será uma oportunidade para gerar emprego e renda para as regiões e pesquisa e extensão para os campi envolvidos", revelou. Segundo o Sebrae, o montante deve ser aplicado na gestão das incubadoras e das empresas, visando à sustentabilidade desses ambientes e ao fortalecimento dos empreendimentos e startups pré-incubados, incubados e graduados. 


Economia solidária

Também neste mês, uma live no Instagram @feirarte_potiguar, com participação da professora Suzana Mafra e da estudante de Tecnologia em Marketing Maria Eduarda Costa, marcou a inauguração da loja virtual da FeirArte Potiguar de Economia Solidária. O site, que recebe assessoria da Incubadora para o Fortalecimento dos Empreendimentos Econômicos Solidários do IFRN (IFSol) do Campus, foi criado para permitir a geração de renda da venda de produtos às famílias das artesãs, afetadas pelas limitações de abertura de estabelecimentos comerciais estabelecidas por medidas legais de combate ao coronavírus.

A loja virtual já conta com nove grupos desde sua inauguração: o Coletivo Feira das Pérolas; a Associação Julieta Barros; a Associação Santa Bernarda; a Cooperativa de Costureiras e Artesãos de Parnamirim (CCAPAR); a Associação Mulheres do Santa Catarina; a Associação Maria Rita; a Associação Rede dos Sonhos; a Associação Comunitária de Artesãos do Planalto (Acap) e o Grupo de Mulheres do Seridó. Na loja, os clientes terão a oportunidade de conhecer os produtos e os grupos de artesãs integrantes da economia solidária, com opções de contato para encomendas personalizadas.

O Núcleo Natal-Zona Norte da IFSol realiza pesquisas, presta assessoria e capacitação junto aos estudantes, em iniciativas de empreendimento em economia solidária e agricultura familiar. Suas atividades junto a grupos de artesanato da região metropolitana de Natal e do Seridó são desenvolvidas em conjunto com a Subcoordenadoria Estadual da Economia Solidária – vinculada à Sethas – e a Oasis.

 

Semana do Meio Ambiente

As restrições sociais impostas pela pandemia do novo coronavírus têm sido um desafio para a realização dos eventos do calendário acadêmico do IFRN. Devido à suspensão das atividades presenciais no Instituto, como medida de prevenção e enfrentamento à doença, em vigor desde março, a XII Semana do Meio Ambiente do Campus (Semente), prevista inicialmente para junho, já acontece em 2020 de forma virtual.

A Semente está sendo desenvolvida e exibida pelas redes sociais oficiais do Campus e do evento, com a temática: "Ecofuturo: 'Da janela', uma nova forma de ver o mundo". "Janela está relacionado aos espaços virtuais a que estamos conectados, como smartphones, computadores e TV. Também se refere às diversas percepções que temos e teremos do mundo diante de todos os acontecimentos, especialmente aqueles sobre o novo coronavírus", explicou a coordenadora da Semana, Vaneska Santos.

Até 21 de setembro, Dia da Árvore, a comissão organizadora tem proposto e organizado ações e atividades pontuais. Em maio, os organizadores lançaram o concurso para criação da logomarca permanente da Semana e, desde junho, vão promovem atividades voltadas ao tema do evento – a primeira delas, uma mesa-redonda ao vivo sobre o tema do evento, aconteceu no canal do Campus Natal-Zona Norte no YouTube. A live recebeu os professores Andrey Saboia e Socorro Paulino, dos campi Ipanguaçu e Mossoró e contou com a audiência de cerca de 200 pessoas. No mês seguinte, foi a vez de os alunos, com a câmera do celular em mãos, capricharem nas fotos para publicação em exposição fotográfica, disponível no Instagram "@sementeifzn".

Na próxima quinta-feira (27), acontece a Oficina "Fotografia selvagem: capturando a natureza com uma câmera". A iniciativa, com a participação do fotógrafo Thawaan Cerqueira, vai ter início às 16h, no Canal do Campus no YouTube. A participação é gratuita e aberta ao público mediante inscrição.

 

Demais eventos: como ficam?

Prevista para novembro, a X Semana da Semana de Ciência e Tecnologia (Secit) será virtual e em breve terá seu logotipo conhecido. A equipe organizadora segue colocando em prática o planejamento do evento e formatando a sua programação, que deve ser anunciada oportunamente. 

As cerimônias de colação de grau e de formatura dos cursos técnicos seguem suspensas e sem datas definidas. Por fim, a edição deste ano da Semana Artística, Desportiva e Cultural (Semadec), que seria em agosto, foi adiada para 2021.

 

Comunicar e aproximar

As ações de comunicação não só ajudaram, desde o início da pandemia, a tornar públicos os acontecimentos institucionais, mas também buscaram dialogar com a comunidade escolar e estimular a participação e o engajamento do público nas redes sociais oficiais. No Dia dos Pais, a Campanha Pais de Ontem, Hoje e Sempre, no Instagram, emocionou o servidores. As várias postagens destacaram fotografias do tipo "pai e filho" de alunos, servidores, estagiários e funcionários terceirizados e o nascimento recente de dois bebês – Alice e Adrian –, filhos recém-nascidos do professor Thiago Valentim e do aluno Weverton Nascimento. "Agradecido pela homenagem. Adrian também está feliz por ter nascido dentro do contexto IFRN-ZN de ser! Com certeza fará parte de sua trajetória", comentou o estudante na publicação a que fazia referência.

Adrian e Weverton, personagens da campanha de Dia dos Pais:

Weverton e Adrian, personagens da campanha de Dia dos Pais















A equipe de comunicadores tem postado semanalmente filmes de cada curso, que reúnem servidores, alunos e egressos relatando suas experiências acadêmicas e profissionais, de modo a orientar a escolha dos potenciais interessados em ingressar em um dos cursos.

Siga e acompanhe o IFRN-ZN em suas redes sociais:

 

Conteúdo relacionado:

20/08/2020 - Inscrições abertas para oficina de 'fotografia selvagem'

18/08/2020 - Diretor-geral participa de entrevista exclusiva em telejornal local

13/08/2020 - Campus realiza nova entrega de cestas básicas a estudantes

06/08/2020 - IFSol e parceiros distribuem cestas básicas a famílias carentes

06/08/2020 - Servidores aprofundam conhecimentos em ensino híbrido e remoto

06/08/2020 - Coordenações realizam reuniões virtuais com professores e líderes de turma

04/08/2020 - Incubadora vai receber 25 mil reais do Sebrae/RN

03/08/2020 - Comissão organizadora lança concurso para criação de logotipo da Secit

17/07/2020 - Campus realiza reunião de pais virtual com responsáveis por estudantes

08/07/2020 - Grupo de Licenciatura em Informática aposta na produção de conteúdo virtual em tempo de pandemia

03/07/2020 - Incubadora de economia solidária participa de lançamento de loja virtual

24/06/2020 - Setor de Saúde produz guia com informações sobre a Covid-19

11/06/2020 - Grupo de Gestão emite nota sobre trabalho remoto durante pandemia

10/06/2020 - Professores compartilham experiências de Projetos Integradores

08/06/2020 - Campus beneficia estudantes com cestas básicas durante quarentena

22/05/2020 - Campus doa alimentos perecíveis da merenda estudantil

16/04/2020 - Campi do Instituto se mobilizam em campanhas solidárias

15/04/2020 - Servidores lançam campanha de doação de cestas básicas para alunos

03/04/2020 - Publicados planos de trabalhos de setores administrativos

02/04/2020 - Equipes de trabalho apostam em reuniões virtuais durante pandemia

01/04/2020 - Home office: servidores mantêm a produtividade trabalhando de casa

31/03/2020 - Campus realiza atendimento psicológico online

31/03/2020 - Cerimônia de formatura dos cursos técnicos é adiada

20/03/2020 - Campi doam alimentos perecíveis da merenda estudantil

17/03/2020 - Colação de grau dos cursos superiores é suspensa por tempo indeterminado

 

Ações do documento

Página em carregamento