Você está aqui: Página Inicial / Campi / Ceará-Mirim / Notícias / MPRN e PM/RN realizam capacitação de professores no Campus Ceará-Mirim
servidores

MPRN e PM/RN realizam capacitação de professores no Campus Ceará-Mirim

11/04/2014 - Foco do projeto é o combate às drogas

 MPRN e PM/RN realizam capacitação de professores no Campus Ceará-Mirim

Servidores do Campus Ceará-Mirim participam de capacitação

Na tarde de ontem (10), o IFRN Ceará-Mirim recebeu cerca de 150 educadores da região do Mato Grande para ação do programa RN Vida - Não às drogas. Trata-se de uma capacitação voltada aos professores, realizada por integrantes do Ministério Público do Rio Grande do Norte e do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas), projeto da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, com apoio da COSERN. O treinamento foi direcionado aos profissionais que atuam nos municípios de Ceará-Mirim, Pureza e Rio do Fogo. Na ocasião foram trabalhadas quatro oficinas, dissecando as seguintes linhas: pedagógica; preventiva; dinâmica de grupo; ênfase em ATOD (álcool, tabaco e outras drogas).

Segundo Geazi Santos, um dos coordenadores do PROERD, a capacitação permite ao professor uma identificação mais nítida de um possível usuário de drogas; além disso, ele torna-se um multiplicador dentro do contexto onde está inserido. “A porta da educação preventiva está dentro da escola”, destaca Geazi, que aponta 70% de alcance do projeto nos oito municípios onde já foi implantado, mostrando sempre resultados positivos. À frente do programa em nome do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Luciana Andrade D’Assunção, 5ª Promotora de Justiça da Comarca de Parnamirim e coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias Criminais (CAOP), ressaltou a relevância da participação do IFRN Ceará-Mirim nesta ação e em intervenções futuras na região: “O IFRN é um ponto de referência e um excelente canal entre o Ministério Público e os jovens desta região, público-alvo deste projeto”. Derllyjans Cavalcante da Silva Lima, professora do município de Ceará-Mirim, revelou que momentos como esse trazem os participantes à reflexão enquanto pais e educadores. “O ambiente é que produz a criança; o aluno não é cliente da escola, se o professor olhar o aluno com amor e respeito, vai percebê-lo e motivá-lo e ele não buscará fuga nas drogas”, disse Derllyjans que ainda colocou o IFRN como uma instituição positiva à expectativa de futuro dos jovens de Ceará-Mirim, com seu caráter de aproximação com a comunidade e geração de oportunidades.

Servidores do IFRN também participaram do momento, especialmente aqueles que estarão diretamente envolvidos com os discentes que o campus deverá receber no próximo dia 5. Para Noelma Guimarães, Assistente Social e Coordenadora de Atividades Estudantis do Campus Ceará-Mirim, as expressões sociais chegam ao ambiente escolar e é preciso saber lidar com elas. “A droga é uma questão social contemporânea muito forte; a interação com outros agentes públicos é fundamental para o enfrentamento dos problemas e para isso é necessário que os profissionais de instituições de ensino sejam capacitados para que o façam de forma eficiente.” Júlia Oliveira, também Assistente Social do Instituto, declarou-se satisfeita com o treinamento e ressaltou a importância de parcerias como essa para o estreitamento de relações com a rede de articulação contra as drogas. Na oportunidade, o Professor José Álvaro de Paiva, Diretor-Geral do Campus, abriu as portas do Instituto a projetos semelhantes e agradeceu a inciativa.

 

 

Ações do documento

Página em carregamento