Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Projeto vai ofertar práticas esportivas a crianças e adolescentes
Academia & Futebol

Projeto vai ofertar práticas esportivas a crianças e adolescentes

29/01/2021 - Atividades nos campi Caicó e Natal-Central envolvem pesquisa e produção científica

Projeto vai ofertar práticas esportivas a crianças e adolescentes

Por Cleyton Fernandes

No início de janeiro, o IFRN divulgou uma lista de projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão a serem desenvolvidos a partir da captação de recursos externos. Com mais de R$ 6 milhões financiados pelo Ministério da Educação; da Economia; da Agricultura Pecuária e Abastecimento; da Cidadania e pelo Incra, os projetos vão contar com a participação de estudantes e serão aplicados com o objetivo de resolver problemas sociais identificados nas regiões em que o Instituto atua. Para falar sobre eles, iniciamos hoje uma série de notícias. 

A primeira delas, Academia & Futebol, trata de uma iniciativa da Secretaria Especial do Esporte e Defesa dos Direitos do Torcedor, do Ministério da Cidadania, que aprovou dois projetos do IFRN, a serem desenvolvidos nos campi Caicó e Natal-Central. O objetivo do Programa Academia & Futebol é proporcionar a prática do futebol, futsal e Beach Soccer a crianças e adolescentes e pessoas com deficiência, bem como apoiar a produção e difusão da produção científica. Para isso, as propostas aprovadas pelos campi do Instituto contam com aporte de recursos para a realização de pesquisas, produção de artigos e livros, participação dos pesquisadores em congressos e a realização de cursos e eventos. A promoção à prática dos esportes à comunidade externa deve ter início quando a segurança quanto à Covid-19 puder ser garantida.

Campus Caicó

Após uma reunião do grupo de professores de Educação Física do IFRN, coordenada pelo professor Renier Dantas, motivada pela Chamada Pública, o professor Elias Batista, do Campus Caicó, encabeçou a construção do projeto que poderia dar à unidade uma participação no Programa. 

“Nosso intuito é promover ações da prática de futebol e futsal para crianças e adolescentes (dos 6 aos 17 anos de idade), realizar cursos e eventos de capacitação sobre as modalidades esportivas e desenvolver estudos na área através de pesquisas de cunho científico”, explicou Elias. Segundo ele, a execução do projeto acontecerá em sistema de parceria entre o Instituto e o Ministério da Cidadania, com a administração do projeto ficando a cargo da Fundação de Apoio ao IFRN (Funcern) e grupo de Educação Física ficando responsável pela implementação do projeto, sob tutela da Direção-Geral do Campus Caicó. “Através das parcerias, a execução do projeto poderá promover o acesso às atividades físicas a crianças e adolescentes da região municipal de Caicó/RN. O trabalho despendido coletivamente irá contribuir para uma educação cidadã, através da inclusão dos menos favorecidos, e para o aprimoramento profissional nas dimensões conceituais, atitudinais e procedimentais”, resumiu Batista. 

Campus Natal-Central

“O Projeto Academia & Futebol está inserido no conjunto de políticas públicas do Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Tais políticas são direcionadas à comunidade local, proporcionando um aumento da qualidade de vida e contribuindo para a formação cidadã integrada das populações mais vulneráveis. Diante do aumento da violência urbana, vivenciada cotidianamente pela população brasileira e, neste caso específico, por quem vive na região metropolitana de Natal, se impõe a necessidade de iniciativas que assegurem o princípio da proteção integral à criança e ao adolescente. Esse é o nosso fazer. É importante destacar que temos apoio da gestão do Campus, dos setores sistêmicos envolvidos e do Gabinete da Reitoria”. A fala de Renier Dantas, que coordena o projeto no Campus Natal-Central, explica a motivação em integrar o Programa.

Assim, promovendo ações da prática de futebol e futsal com crianças e adolescentes e apoiando a difusão cientifica na área através da pesquisa e realização de cursos e eventos aos públicos externos e internos, a implementação do Academia & Futebol busca “Promover, difundir, contribuir e fomentar a vivência, produção e disseminação de atividades e conhecimento de futebol e futsal da Região Metropolitana de Natal por intermédio da oferta de práticas de ensino aprendizagem a criança e adolescentes, da construção e da produção científica e da capacitação de profissionais técnicos de futebol e futsal”, como descreve a ementa do projeto enviado por Renier à Secretaria Especial do Esporte e Defesa dos Direitos do Torcedor, do Ministério da Cidadania.

Estruturação e participações

Os projetos possuem muitas características e metas em comum, como:

  • Atender crianças e adolescentes – 90 de futebol de campo e 60 de futsal, em um total de 150 atletas – entre 6 e 17 anos de idade, em 22 meses de prática esportiva;
  • Realização de minitorneios;
  • Divulgação do estatuto de defesa ao torcedor nas mídias oficiais do IFRN;
  • Elaborar pesquisas científicas (publicação de artigos/livros): uma análise da prática pedagógica dos professores, sobre o ensino técnico do futebol e futsal que serão desenvolvidas durante todo o projeto, sendo divulgadas na área das ciências humanas e políticas públicas;
  • Capacitar mais de 100 pessoas, estudantes de Educação Física, docentes, técnicas e técnicos de futebol de campo e futsal através dos eventos de capacitação e aperfeiçoamento.

Em Caicó, o professor Elias Batista aponta a contratação – por tempo determinado – de profissionais e estagiários em Educação Física através de processo seletivo, além do auxílio de monitores, estudantes do Campus, cuja escolha será baseada na análise curricular. No Cnat, já há uma lista com 15 nomes, entre bolsistas, docentes e técnicos-administrativos, envolvidos na implementação e execução do Projeto.

Os custos dos dois projetos aproximam-se dos R$ 450 mil (Caicó: R$ 218.479,37; Natal-Central: R$ 207.631,48), recursos que serão utilizados para custeio de despesas em aquisição de material e pagamento de bolsas com vigência para funcionamento de 24 meses.

Inscrição

No Campus Natal-Central, as pré-inscrições para as práticas das aulas de Futebol e de Futsal acontecerão presencialmente por ficha de inscrição na Coordenação de Educação Física e Desporto (Codesp). Para inscrição serão necessárias cópia de documentos pessoais (RG, CPF, comprovante escolar e de residência) e elas serão realizadas em data ainda não definida. As vagas serão destinadas a partir dos critérios socioeducativos utilizados pela instituição em seus programas internos, para fins de classificação, e em parceria com a Secretaria de Assistência Social do município de Natal.

Em Caicó, as inscrições – também aguardando definição de data – serão feitas por meio de formulário físico disponibilizado no Campus, através de acesso online por via do Portal IFRN ou por seleções indiretas promovidas por parcerias com a prefeitura e a 10ª Diretório Regional de Educação (Dired).

“Temos previsão de início das atividades de capacitação por meio remoto através de plataformas On-line. As práticas da escolinha e as de pesquisa (que serão derivadas através do monitoramento das modalidades) somente mediante a liberação de atividades presenciais por decreto dos órgãos competentes dado o controle da taxa de transmissibilidade e avanço da vacinação contra a Covid-19”, destacou Elias.

Ensino, Extensão e Pesquisa

Renier divide as ações dos projetos em três dimensões, de acordo com o que exigia a Chamada Pública do Ministério da Cidadania: “A primeira dimensão se refere à Extensão, com a abertura de um núcleo de vivências da prática do futebol e do futsal de base; a segunda dimensão é a Pesquisa, em que, através do grupo de pesquisa Corpo, Esporte e Movimento, realizaremos um auto estudo colaborativo entre os professores de Educação Física de cada turma e a coparticipação de professores ou treinadores externos; e a última dimensão é o ensino, visa oferecer clínicas, workshop e cursos nas áreas técnicas de formação/capacitação e aperfeiçoamento para estudantes dos cursos de graduação em Educação Física, docentes e treinadores dessa área esportiva”, disse.

Para Elias, há uma ampla relevância na implantação de projetos e iniciativas como essa: “Aproximamos a comunidade ao âmbito do IFRN, estimulamos o sentimento de pertencimento que este patrimônio proporciona para as pessoas e auxiliamos no desenvolvimento pessoal de cada participante. É muito importante desenvolver as aulas evidenciando aos alunos que as atividades esportivas são mais que uma simples brincadeira, pois contribui para a formação social e intelectual do ser humano”, finalizou. 

Ações do documento

Página em carregamento