Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Projeto de pesquisa é selecionado para apresentação na USP
Campus Canguaretama

Projeto de pesquisa é selecionado para apresentação na USP

06/10/2020 - Iniciativa de estudantes do técnico integrado avaliou serviço de alimentação escolar

Projeto de pesquisa é selecionado para apresentação na USP

Pesquisa das estudantes vem sendo desenvolvida desde 2019

Desde o ano de 2019, as estudantes Laynara Silva Chacon, Yohana Silva Moreira e Íris Vitória do Nascimento atuam no projeto de pesquisa “Avaliação da qualidade dos serviços prestados por empresas terceirizadas a uma Instituição Federal de Ensino localizada no Litoral Sul Potiguar”. Elas fazem o Curso Técnico Integrado em Eventos no Campus Canguaretama, onde o projeto foi proposto e desenvolvido. 

Com a orientação de Salmon Vitorino, tecnólogo em Gestão Pública no IFRN, e participação do professor Anderson Gonçalves, hoje na UFPE, o trabalho teve o objetivo de avaliar a qualidade da alimentação escolar fornecida aos estudantes do próprio Campus. Para isso, utilizou conceitos da Administração respaldados por pesquisadores reconhecidos na área, além de ferramentas metodológica de avaliação. “O objetivo era compreender o nível de satisfação dos estudantes com a alimentação escolar, a fim de sugerir melhorias ou mudanças à empresa responsável, contratada pelo Campus, disseram as estudantes. Laynara ainda destacou o papel de pesquisas como essa: “Sendo aplicadas ao cotidiano, possibilitam a difusão de uma mentalidade crítica acerca daquilo que está sendo ofertado, ora por nós, enquanto futuras técnicas em eventos, ora pelos serviços, os quais usufruímos", disse.

A pesquisa e os seus resultados

No segundo semestre de 2019, elas aplicaram um questionário a uma amostra de 181 dos 329 estudantes que recebem auxílio-alimentação no Campus Canguaretama. As perguntas levavam em consideração os aspectos confiabilidade, responsividade, segurança, empatia e tangibilidade (estrutura física do local e o modo como é vista a estrutura onde o serviço é prestado). 

Foram levantadas informações também sobre o perfil dos respondentes. O maior percentual, 63%, é formado por estudantes dos cursos técnicos integrados (Eventos, Eletromecânica e Informática). De todo o grupo que respondeu a pesquisa, 11% precisam dos serviços de alimentação 5 vezes por semana, enquanto 30% utilizam 2 vezes na semana. A maior procura é por almoço (64,8%), seguida por jantar (25,9%) e almoço e jantar (9,3%).

Em relação à percepção do serviço, a pesquisa mostrou que os itens mais bem avaliados são Cumprimento dos horários previamente estabelecidos (3,67); Localização acessível e ambiente agradável e seguro (3,66); e instalações com espaços limpos e organizados (3,31), os mesmos itens com as maiores médias na expectativa (4,39; 4,36 e 4,34, respectivamente).

De acordo com as pesquisadoras, os resultados mostram que o serviço atende as necessidades dos estudantes, mas pode ser melhorado. "A pesquisa permitiu que pudéssemos desenvolver novas habilidades no universo científico, mas também refletiu a qualidade dos serviços oferecidos à instituição", explicou Yohana. Para Salmon Vitorino, pesquisas assim são uma forma de utilizar o conhecimento científico no auxílio aos processos de gestão: "O projeto permitiu uma reflexão sobre adaptação de ferramentas de avaliação para aplicação em outros contratos, o que pode apoiar tomadas de decisão pela gestão do Campus, com foco no aperfeiçoamento permanente dos serviços prestados aqui", destacou. 

Reconhecimento

O nível de qualidade do trabalho garantiu-lhe a seleção para a 23ª edição dos Seminários em Administração (SemeAd), da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP). O evento acontece de 25 a 27 de novembro de 2020.

Ações do documento

Página em carregamento