Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Professoras do IFRN são destaque na Revista Na Ponta do Lápis
Reconhecimento

Professoras do IFRN são destaque na Revista Na Ponta do Lápis

27/04/2022 - Docentes dos campi São Gonçalo do Amarante e Natal - Zona Leste foram reconhecidas por sua atuação na Olimpíada de Língua Portuguesa

Professoras do IFRN são destaque na Revista Na Ponta do Lápis

Colaboração entre as educadoras possibilitou premiação de estudantes do Instituto na 7ª edição da OLP.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) mantém seu compromisso com a Educação e é reconhecido por suas atividades de alta performance. A Revista Na Ponta do Lápis, publicação nacional de referência em educação, em sua 38° edição, destacou ações de diversos docentes brasileiros. Entre os destaques, estão as professoras Mylenna Vieira Cacho e Ivoneide Bezerra de Araújo Santos Marques, dos campi São Gonçalo do Amarante e Natal - Zona Leste, respectivamente.

A Edição de número 38 do periódico, que buscou apresentar um pouco da história da educação pública, foi produzida através de relatos e textos de professoras e professores que atuam diretamente no âmbito educacional público. 

Com fragmentos dos vinte Relatos de Prática vencedores da 7ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) foi feita a seleção do relato escrito por Mylenna Vieira Cacho, no qual trabalhou o gênero Documentário. Em seu relato, a servidora conta que apresentou documentários em sala de aula, e os estudantes identificaram-se com o que assistiram. A partir disso, Mylenna percebeu que “precisava continuar abordando narrativas próximas da realidade dos estudantes”.

A servidora do Campus São Gonçalo do Amarante acredita que o destaque não foi apenas dela, mas também de todos os personagens envolvidos. “Sinto-me com a sensação de que a experiência não foi só minha”, conta. “Há muitos sujeitos protagonistas nesse processo e todos foram tocados de alguma forma”, completa.

“Lutar por educação e justiça social é um imperativo ético e existencial para mim”, comenta Ivoneide Marques, externando sua dedicação ao ensino. A docente, que é professora formadora pela Rede de Ancoragem da Olimpíada desde 2008, revela, ainda, que não consegue descrever a felicidade de ver estudantes do Instituto sendo vitoriosos na competição.

Ivoneide coordenou a Comissão Avaliadora dos Relatos de Prática dos educadores que trabalharam o gênero Artigo de Opinião ao longo da 7ª edição da Olimpíada. A professora afirma ter “imenso orgulho de fazer parte da história do IFRN”, além de dedicar seu tempo ao trabalho para “honrar o nome da nossa instituição”.

Acesse:

Revista Na Ponta do Lápis - Edição n° 38

Ações do documento

Página em carregamento