Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / O mundo do trabalho e a geração de empregos a estudantes do IFRN
São Gonçalo do Amarante

O mundo do trabalho e a geração de empregos a estudantes do IFRN

16/11/2021 - Empresa com filial a ser aberta em Natal contratou mais de 20 pessoas só do Campus

O mundo do trabalho e a geração de empregos a estudantes do IFRN

Campus tem cursos na área de Logística, cuja procura tem aumentado

Por Juliana Lima, estagiária de Comunicação do Campus São Gonçalo do Amarante

As ações e parcerias do IFRN com o mundo do trabalho no Rio Grande do Norte proporcionam a oportunidade do primeiro emprego para estudantes e egressos dos cursos oferecidos na Instituição. Do Campus São Gonçalo do Amarante, por exemplo, uma empresa que tem previsão para abrir loja em Natal ainda em 2021 contratou mais de 20 pessoas, em sua maioria da área de Logística, curso que integra a oferta do Campus nas modalidades Curso Técnico e de Graduação. 

Futuro promissor

Graduandos do 6º período no Curso de Tecnologia em Logística no Campus São Gonçalo do Amarante - um deles já com formação técnica na área - dois estudantes recém-contratados falaram sobre terminar a graduação já com emprego garantido. É o caso de José Gustavo de Medeiros Torres, de 23 anos, contratado pela empresa para o cargo de auxiliar de auditoria. "A conquista do primeiro emprego na nossa área de formação é gratificante, por poder colocar em prática tudo que aprendemos ao longo do curso", disse. Gustavo passou 45 dias em Recife (PE) e mais 15 dias em João Pessoa (PB) conhecendo as filiais da empresa em outros estados. Com pouco mais de 40 dias de contrato, o futuro tecnólogo conquistou sua primeira promoção. “Minhas expectativas são as melhores. O trabalho duro durante o treinamento já gerou bons frutos, fui promovido. Estou em um ambiente que reconhece um bom trabalho e isso é motivador”, relata.

Felipe Mateus Morais do Nascimento, de 21 anos, também é um dos novos funcionários da empresa. O estudante foi contratado para o cargo de auxiliar administrativo e reconhece a importância dessa contratação logo após a finalização do curso. Felipe acrescenta que até o momento está sendo prazeroso integrar a mão de obra do grupo, que tem filiais em várias cidade do Nordeste. "Já tenho formação como técnico em Logística pelo Campus São Gonçalo. Acredito que essa instituição, ao investir em educação, faz com que o conhecimento técnico e profissional aumente consideravelmente e isso torna maior a chance de empregabilidade. Sem o apoio do Instituto, provavelmente teria dificuldade em reingressar no mercado de trabalho. O IFRN foi a base de tudo que sou hoje, me proporcionou educação, caráter e conhecimentos técnicos que eu vou levar para vida toda”, diz.

Via de mão dupla

O professor Fernando Freire, coordenador de Extensão, acredita que o IFRN é uma instituição de ensino que prepara seus alunos para a inserção no mercado de trabalho e que as parcerias firmadas são importantes para essa integração. “Manter parcerias com as organizações públicas e privadas é consolidar o elo entre a academia e o setor produtivo, gerando trocas de experiências e oportunidades de estágios e trabalhos”, disse. Além disso, o coordenador comentou que a plena divulgação de vagas de estágio e empregos ligados aos cursos de formação abre portas para que esses alunos e egressos conquistem o primeiro emprego: "Essa parceria se consolidou na hora em que visitamos a empresa. mostramos nosso portfólio de cursos e  a empresa disponibilizou seleções exclusivas para alunos do IF. Internamente, fizemos pré inscrições e encaminhamentos para empresa para proceder com as inscrições. Um dos próximos passos, inclusive, são os encaminhamentos para outras parcerias, como a adesão ao Programa Jovem Aprendiz. Tudo isso só reforça o quanto a instituição está em sintonia com as demandas do mundo do trabalho", complementou.

Izabelinny Avelino, gestora de Recursos Humanos da empresa, também fala como essa colaboração entre o Instituto e a empresa é importante na vida desses jovens. Ela acredita que essa iniciativa foi assertiva, pois a empresa tem oportunidades de empregos em diversas áreas, e o IFRN dispõe de cursos e alunos com o perfil que perpassa dentro das habilidades técnicas que a organização procura. “A parceria é uma via de mão dupla, a empresa ganha porque recebe candidatos com qualificação e know-how na área e a instituição, por sua vez, emprega seus alunos direcionando-os ao mercado”, comenta a gestora.

Ações do documento

Página em carregamento