Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Instituto Federal do Espírito Santo recebe inscrições de projetos de iniciação tecnológica
Economia 4.0

Instituto Federal do Espírito Santo recebe inscrições de projetos de iniciação tecnológica

24/08/2020 - Serão selecionadas 60 propostas, com recursos totais de até R$ 123 mil por projeto

 Instituto Federal do Espírito Santo recebe inscrições de projetos de iniciação tecnológica

Inscrições seguem até 9 de setembro

Com o objetivo de apoiar projetos da Rede Federal voltados ao desenvolvimento de habilidades relacionadas às novas tecnologias no contexto da economia 4.0, o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) está recebendo inscrições para o Edital nº 3/2020. Serão selecionadas 60 propostas de iniciação tecnológica, com recursos totais de até R$ 123 mil por projeto, que deverão ter como foco a programação de software e aplicativos, a realidade virtual e realidade aumentada, prototipagem de soluções tecnológicas, a internet das coisas e inteligência artificial e robótica. As inscrições, que seguem até 9 de setembro, têm sistema próprio para envio das propostas. A divulgação do resultado preliminar das propostas será no dia 23 de setembro. Após o prazo para a interposição de recursos, será publicado o resultado final, agendado para 30 de setembro.

Equipes e projetos

As equipes candidatas devem ter, no mínimo, um coordenador, um multiplicador, um monitor e um instrutor. O edital define, entre outros, que os projetos de iniciação tecnológica devem prever o atendimento a, no mínimo, 160 beneficiários, que “deverão ser estudantes do ensino médio técnico, médio regular e dos anos finais do ensino fundamental, das redes públicas municipais e estaduais de educação básica, separadamente ou em conjunto. A participação dos beneficiários deverá ter como objetivo a sua iniciação tecnológica, que consiste na sua capacitação teórico-prática, observando o seu perfil de formação e realidades socioeconômicas e culturais, de forma que sejam facilitadas a aprendizagem e o desenvolvimento de projetos com tecnologias que caracterizam a Economia 4.0”. O prazo para a execução dos projetos é de 24 meses e as atividades de iniciação tecnológica deverão ser executadas preferencialmente nas instalações da instituição da Rede Federal selecionada.

Economia 4.0

O edital conceitua Economia 4.0 como a transformação do padrão da atividade econômica, baseada na introdução, desenvolvimento e difusão das tecnologias digitais, na automação e no uso intensivo de dados, que impacta transversalmente os três setores base da Economia:

  • Setor Primário – relacionado a produção através da exploração de recursos da natureza: agricultura, mineração, pesca, pecuária, extrativismo vegetal e caça;
  • Setor Secundário – setor que transforma as matérias-primas (produzidas pelo setor primário) em produtos industrializados: roupas, máquinas, automóveis, alimentos industrializados, eletrônicos, casas, entre outros;
  • Setor Terciário – é o setor em que se encontram pessoas ou empresas que prestam serviços para satisfazer determinadas necessidades: comércio, educação, saúde, telecomunicações, serviços bancários, de informática, de limpeza, de alimentação, turismo, de transportes e outros.

Projetos do IFRN

“Caso algum servidor possua projeto que se encaixe nessa oportunidade entre em contato conosco, haja vista o interesse conjunto do Governo do Estado/do Município como apoiador na seleção de estudantes para tal desenvolvimento além do projeto necessitar ser submetido por instituição e pelo seu dirigente máximo”, disse o professor Bruno Moura, pró-reitor de Extensão do IFRN.

Acesse

Edital nº 3/2020 - Apoio à Iniciação Tecnológica com foco na Economia 4.0

Sistema para envio das propostas

Ações do documento

Página em carregamento