Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN recebe visita de professores da Universidade Pedagógica Nacional
Relações internacionais

IFRN recebe visita de professores da Universidade Pedagógica Nacional

26/10/2022 - Ação fortalece a política de interiorização da internacionalização

IFRN recebe visita de professores da Universidade Pedagógica Nacional

Recepção oficial na Reitoria

Entre os dias 24 e 28 de outubro de 2022, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) recebeu a visita de uma comitiva de pesquisadores Universidade Pedagógica Nacional (UNP), da Colômbia: os professores Yair Porras Contreras, que é coordenador da Maestría em Docência de la Química, e Leonardo Fábio Martinez Pérez, professor do Doutorado en Educación. Coordenada pela Assessoria de Extensão e Relações Internacionais, ligada a Pró-Reitoria de Extensão (Aseri/Proex), a ação visa fortalecer a política de interiorização da internacionalização, realizada em parceria com os campi  Ipanguaçu, Pau dos Ferros, Apodi e Mossoró, garantindo o acordo marco para fomentar a cooperação acadêmica, científica e cultural, assinado em janeiro de 2022. Na programação da comitiva, além das visitas às instalações dos campi, foram realizadas reuniões com gestores e servidores de cada uma das unidades de ensino citadas. 

Cooperação 

No dia 28 de janeiro de 2022, o IFRN e a universidade colombiana assinaram o Acordo marco para a Cooperação Acadêmica, Científica e Cultural. A iniciativa prevê: 

  • Realização de intercâmbio estudantil; 
  • Mobilidade de docentes e dirigentes; 
  • Reconhecimento de resultados acadêmicos dos cursos realizados por estudantes na instituição anfitriã; 
  • Intercâmbio docente; 
  • Desenvolvimento de projetos conjuntos; 
  • Participação conjunta e intercâmbio de experiências nas atividades de ação social e extensão universitária; 
  • Intercâmbio de experiências e informação sobre programas de ensino; 
  • Desenvolvimento de novas áreas de pesquisa e docência; 
  • Organização e participação conjunta em reuniões, seminários e atividades de capacitação e formação, além da publicação conjunta de trabalhos. 

Na época da assinatura do acordo, para Avelino Neto, pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN (Propi), essa parceria tem o potencial de criação de novas redes de pesquisas com a América Latina. “A produção do conhecimento científico em rede tem sido muito valorizada pelos órgãos de fomento de pesquisa nacionais e internacionais, e por isso temos investido na internacionalização da pesquisa, pois a vemos como estratégica para captação de recursos externos”.

Ações do documento

Página em carregamento