Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN recebe secretário de Educação Profissional e Tecnológica
Gestão

IFRN recebe secretário de Educação Profissional e Tecnológica

13/12/2021 - Representante do MEC, Tomás Dias Sant’ana cumpriu agenda no Instituto nesta segunda-feira,13

IFRN recebe secretário de Educação Profissional e Tecnológica

Encontro teve como objetivo apresentar projetos e demandas da instituição

Na manhã desta segunda-feira (13), o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) recebeu o professor Tomás Dias Sant’ana, secretário de Educação Profissional, Científica  e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC). O secretário veio acompanhado pela assessora de Comunicação Social da Setec, Ariadny Ferreira. Na ocasião, estiveram presentes integrantes das Direções-Gerais dos campi e da gestão sistêmica da Reitoria do IFRN. Mediado pelo reitor do Instituto, professor José Arnóbio de Araújo Filho, o encontro teve como objetivo apresentar os projetos e demandas da instituição: "Nesse dia a gente vai poder mostrar um pouco mais do que é o IFRN e um pouco mais do calor humano do povo potiguar", disse o reitor. 

"É uma satisfação estar aqui. A gente fica cada vez mais motivado em trabalhar, em construir caminhos para a nossa Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Buscar caminhos, buscar mecanismos para melhorar, para trazer as demandas das nossas Instituições é a minha função diária. Estou aqui hoje para ouvir e conhecer os projetos e demandas do IFRN. Vamos atuar sempre dessa forma, do diálogo, da construção conjunta, da construção em Rede. Meu perfil é totalmente técnico, focado em resolver os nossos problemas. É claro que a gente tem as nossas limitações, mas é dentro delas e dentro do perfil em Rede que a gente consegue avançar", afirmou Tomás. 

Projetos e demandas

Em um primeiro momento, foi apresentado um vídeo sobre o Centro de Referência em Tecnologia Mineral (CT Mineral), produzido pelo Núcleo de Fortalecimento da Imagem Institucional e pelo Núcleo de Audiovisual da Assessoria de Comunicação Social e Eventos do IFRN. 

Em seguida, foram apresentadas atualizações sobre o projeto "IFRN Solar". Iniciado no Instituto em 2013, hoje o projeto cobre com geradores fotovoltaicos todos os campi e na Reitoria. A iniciativa pretende aumentar a capacidade de geração de energia limpa e renovável. Para cumprir a meta estabelecida pelo PDI 2019-2026 - de cobrir 40% (mínimo) do consumo de energia elétrica com fonte renovável - no final de 2019, o IFRN firmou a contratação de 498 kWp; suspenso em março de 2020, em razão da pandemia, o contrato foi retomado em fevereiro de 2021, com previsão de conclusão já para o primeiro semestre de 2022. Na oportunidade, o engenheiro eletricista Franclin Róbias mostrou as instalações fotovoltaicas nos campi do IFRN. 

A engenheira de Segurança do Trabalho do IFRN, Erika Oliveira, apresentou estimativas orçamentárias para a adequação e implantação dos sistema de prevenção e combate a incêndio e acessibilidade nas 23 unidades do Instituto. Em sua apresentação, Erika ressaltou que os projetos do sistema de prevenção e combate a incêndio nos campi e na Reitoria são indispensáveis à integridade e preservação da vida, proporcionando a segurança dos alunos, servidores, prestadores de serviços e públicos em geral que venham a utilizar as instalações prediais da instituição. "De acordo com a apresentação da engenheira, os projetos de acessibilidade visam garantir a todos da sociedade, possuidores ou não de algum grau de deficiência, os princípios constitucionais da dignidade humana e igualdade. Dessa forma ao adequar os espaços de nossas unidades colocamos em evidência a importância de que a sociedade construa valores que permitam que pessoas com necessidades especiais possa levar um estilo de vida absolutamente contemplado com todas as atividades que um ser humano deseja desempenhar de forma igualitária, garantindo assim o direito de todos os cidadãos", disse. 

Por fim, houve a apresentação, em vídeo, do Campus Jucurutu, cujo prédio está em construção. O momento contou com a participação do reitor do IFRN, professor José Arnóbio, que declarou: “Para dar vida a esse Campus, a gente precisa de gente que possa fazer com que o sonho de milhares de pessoas que moram na região do Seridó e do Vale do Assú possa ser materializado através da educação”. Alessandro Rolim, diretor-geral da unidade, disse que, apesar do quadro reduzido de servidores, as expectativas são boas: “Estamos com um quantitativo considerável de matrículas, tanto em cursos de formação continuada quanto em cursos Subsequentes”.

Antônia Silva, pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Prodes), reforçou a fala do professor Alessandro: "Hoje, precisamente, só temos dois técnicos administrativos e oito professores efetivos no Campus Jucurutu. A minha fala é mais no sentido de enfatizar essa necessidade, que é muito urgente. Objetivamente, hoje, é quase impossível dar um pleno funcionamento a esse Campus, um campus avançado. O olhar dedicado a essa unidade é necessário, até mesmo como resposta à sociedade diante do investimento para implantar nosso 'filho mais novo', que está precisando de apoio para que já em 2022 possamos fazê-lo começar a cumprir seu papel naquela região", enfatizou Antônia.

Encaminhamentos

"Infraestrutura é uma grande demanda da nossa Rede, e ela vem de um processo de grande expansão, da abertura das diversas unidades que compõem a Rede Federal no país. A demanda por recursos a gente sabe que ela é necessária e importante tanto para a manutenção quanto para a infraestrutura. Quando a instituição chega com as informações eu já tenho os dados para analisar o perfil e verificar o caminho. Nós levantamos, em todas as instituições, quais são as suas prioridades. Agora, no início de 2022, nós vamos abrir um levantamento em que todas as instituições da Rede vão descrever quais são as suas prioridades. Essas prioridades têm que estar alinhadas às que a Setec entende que são mais relevantes no momento", destacou Tomás Sant’ana.

"Agradeço a Tomás pela escuta e aos nossos diretores pelos questionamentos", finalizou o reitor José Arnóbio. Como parte da agenda do secretário, foi realizada, após o evento, uma visita ao Campus Parnamirim do IFRN, a fim de conhecer as ações e potencialidades nas áreas do Ensino, da Pesquisa e da Extensão. 

Ações do documento

Página em carregamento