Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN promove reunião para atividades de internacionalização
Relações Internacionais

IFRN promove reunião para atividades de internacionalização

21/06/2021 - Participaram representantes de relações internacionais e das Coordenações de Extensão

IFRN promove reunião para atividades de internacionalização

Colaborações técnicas reestruturaram a Aseri

Como estratégia de alinhamento das ações de internacionalização no âmbito do IFRN, a Assessoria de Extensão e Relações Internacionais do IFRN (Aseri) promoveu uma reunião com os representantes de relações internacionais dos 22 campi da instituição na tarde da última quarta-feira (17). A reunião teve início com a participação da aluna Alana Gurgel, integrante do Coletivo TheatrON, Campus Mossoró do IFRN, interpretando em clima junino, voz e violão, as músicas: Ai que saudade d'ocê, de Geraldo Azevedo; Esperando na janela, Gilberto Gil; e Asa Branca, de Luiz Gonzaga.

A reunião se voltou para a apresentação do Objetivo Estratégico ES-5 do PDI 2019-2026, que visa desenvolver a internacionalização no IFRN. Foram apresentados os indicadores do PDI e sua relação com o Farol de Desempenho. Além disso, os representantes de relações internacionais puderam discutir o Edital 09/2021-Proex que tem o objetivo selecionar projetos de atividades de internacionalização, visando à criação de ambiente para troca de conhecimentos, saberes e experiências com a sociedade internacional, bem como estimular o desenvolvimento de cadastro de projeto de atividades de internacionalização em parceria com a comunidade acadêmica internacional com a qual o IFRN mantém acordos de cooperação, de modo a registrar e acompanhar os projetos de atividades de internacionalização a serem executados, no âmbito do IFRN, por intermédio dos seus Campi, de forma remota.

Além da presença dos representantes de relações internacionais e de coordenadores de Extensão do IFRN, o evento contou com a participação do Reitor, Professor José Arnóbio, e da Pró-Reitora de Extensão, Professora Denise Momo, que reconheceram a importância da internacionalização como uma ação transversal ao ensino, pesquisa e extensão, e parabenizaram a iniciativa e a disponibilidade de todos e todas.

Composição de equipe na Assessoria 

Em junho, a terceira colaboração técnica de servidores na Aseri foi efetivada. Com isso, a equipe da Assessoria foi composta e realizou, nesta semana, uma reunião para a discussão sobre o perfil de cada colaborador. “A discussão sobre a definição de perfil foi possível com a minha chegada oficial para colaborar com a Aseri. Isso é importante, pois contribui para valorizar nossas experiências prévias e utilizá-las em novos desafios”, ressaltou Luanna Melo Alves, docente no Campus Lajes, efetivada como assessora executiva da Aseri. 

“Minha interlocução com a Aseri ficou tão fortalecida, devido a experiências com o diálogo internacional, que decidi colaborar oficialmente com o setor. Trabalhamos juntos, discutimos juntos, mas nos dividimos em especificidades que compõem a internacionalização”, comentou Girlene Moreira da Silva, docente no Campus Natal-Central, que ficou no Assessoramento de Acordos e Intercâmbios Internacionais. “Eu fui o primeiro a ter a colaboração técnica efetivada. Percebi que sempre tem muita coisa para fazer, muitas dúvidas da comunidade acadêmica que a gente precisa assessorar, no ensino, na pesquisa, na extensão, e sabemos que a comunidade acadêmica quer um retorno muito breve. Agora com a equipe, o trabalho fica mais sistematizado”, disse Bruno Rafael Costa Venâncio da Silva, docente no Campus Natal-Cidade Alta, efetivado na Assessoria de Políticas Linguísticas.

Composição 

A colaboração técnica de servidores na Reitoria é regida pela Nota Técnica nº 05/2014-Digpe que regulamenta a colaboração técnica no âmbito do IFRN. Como o IFRN está passando por uma fase de ampliação dos acordos internacionais e ampliação da discussão sobre a internacionalização nos 22 campi, foi necessária a composição de uma equipe na Aseri. “Primeiramente, fazemos um diálogo com o servidor e o diretor-geral do campus, para estudarmos a viabilidade da colaboração. Posteriormente, após alinhamento e definição de plano de trabalho, caminhamos com o processo. As colaborações são relevantes, pois promovem o intercâmbio de valores humanos, profissionais e organizacionais, de forma mútua”, reforça Denise Momo, pró-reitora de Extensão do IFRN.

Fernanda Ferreira Figueiró, estudante do curso Comércio Exterior do Campus Natal-Central e estagiária na Aseri comenta que começou há pouco tempo, mas já percebe que tem adquirido conhecimentos "São experiências importantes para a formação na minha área. Estou até pensando em fazer meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) articulando o Comércio Exterior às Relações Internacionais” afirma. Para Samuel Lima, assessor de Extensão e Relações Internacionais do IFRN (Aseri), o apoio institucional que a pasta tem recebido tem sido fundamental para que o conhecimento sobre as oportunidades no âmbito dos acordos de cooperação internacional sejam aproveitadas ao máximo pelos estudantes e servidores docentes e técnicos-administrativos dos 22 campi do Instituto.

Ações do documento

Página em carregamento