Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN promove I Colóquio para Dirigentes Municipais de Educação
Educação Pública

IFRN promove I Colóquio para Dirigentes Municipais de Educação

22/03/2022 - Encontro organizado pelo Campus Ipanguaçu contou com representantes de mais de 40 municípios

IFRN promove I Colóquio para Dirigentes Municipais de Educação

Objetivo principal é de estreitar relação entre as redes de ensino e o IFRN

Na última sexta-feira, 18 de março de 2022, o Miniauditório do bloco C do Campus Natal-Central do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) sediou a 1ª edição do Colóquio para Dirigentes Municipais de Educação. O evento foi realizado através do Grupo de Pesquisa Observatório da Educação Pública (Grupoep) do Campus Ipanguaçu, em parceria com a Fundação de Apoio ao IFRN (Funcern) e teve como público-alvo representantes de cidades do RN e da Paraíba.

A ação ocorreu a partir das 8h e se estendeu até as 17h30, sendo dividida em duas partes: o primeiro, na parte da manhã, contou com uma apresentação cultural do duo de violoncelo e violão, instrumentos tocados pelos professores do Campus Ipanguaçu, Aja Goes e Alexandre Goes, e em seguida a palestra “Liderança que inspira e transforma vidas”, ministrada pela psicanalista Edigleide Rabelo. Após intervalo, durante a tarde, houve exposições sobre os cursos de pós-graduação latu e strictu sensu ofertados pela instituição e que representam oportunidades de capacitação e qualificação para profissionais de educação.

O grupo de pesquisa

Com dois anos de atuação, o Grupo de Pesquisa Observatório da Educação Pública se concretiza através das Pesquisas e estudos de políticas educacionais direcionadas à educação básica, o Fomento à produção científica e a Promoção de formação continuada nas diferentes áreas do conhecimento. Com a volta das atividades presenciais, este foi o primeiro encontro dos dirigentes e o Observatório do Campus Ipanguaçu em que foi possível sair do virtual.

A coordenadora do Observatório da Educação Pública, professora Louize Souza, explica que o projeto nasceu no auge da pandemia, em junho de 2020, quando surgiu a necessidade de um grupo que pudesse dialogar com as redes municipais de educação devido às limitações implicadas pelo processo de isolamento na época. “A gente percebeu que as desigualdades educacionais estavam cada vez mais evidentes e precisávamos manter um diálogo com os nossos estudantes e professores”, disse. 

Segundo o professor Breno Trajano, também coordenador do Observatório, a realização presencial do I Colóquio para Dirigentes Municipais de Educação marcou um momento de encontros e reencontros em que são planejadas as ações de 2022 com os diversos parceiros do Observatório nos cursos. “Tivemos representantes de 40 cidades dos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba, é um momento emblemático”, relata.

Conhecimento e formação de qualidade

A dirigente municipal de educação do município de Santa Cruz (PB), Joana Darc Araújo, viajou para Natal exclusivamente a fim de presenciar o evento, “o Colóquio é muito interessante porque sempre queremos ter uma educação de qualidade, e o Observatório criado pelo IFRN contribui para essa melhoria, principalmente neste período de pandemia”, destacou.

A professora Neide Lopes, uma das colaboradoras do E-book lançado na tarde do evento, intitulado “Retratos da Educação Pública: experiências e relatos de práticas bem sucedidas” acredita que fazer educação na coletividade é muito importante nesse momento de processo pandêmico, pois “é necessário que a gente junte e reforce as parcerias principalmente na questão da teoria e prática. Precisamos nos reinventar nesse processo de educação”, contou. Já a coordenadora pedagógica de Alto do Rodrigues (RN), Socorro Fernandes, observou que tanto o evento quanto a parceria com o IFRN são de grande relevância para os profissionais da educação envolvidos, por disponibilizar formação em várias áreas do conhecimento: “Durante o evento tivemos a oportunidade de socializar as nossas experiências. Foi um momento ímpar, presencial, pois pudemos ver todo o trabalho que foi feito no ano passado e os resultados”, comentou.

“É fundamental que cada líder esteja inteiro, bem e ciente do porquê está fazendo o que está fazendo. Afinal de contas, se ele não sabe o ponto exato onde quer chegar, fica difícil criar as estratégias neste caminhar e conduzir essa equipe para o resultado. Estamos aqui para propor essa parceria: uma Instituição de ensino que cria conteúdo e que abre diálogos para fornecer esse subsídio para todos esses educadores que aqui se encontram. Parabéns aos realizadores do evento e minha gratidão por estar aqui junto”, declarou a palestrante Edigleide Rabelo.

Ações do documento

Página em carregamento