Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Projeto do IFRN une prevenção à Covid-19 e serviços de alimentação
Saúde e Educação

Projeto do IFRN une prevenção à Covid-19 e serviços de alimentação

17/07/2020 - O projeto visa capacitação e atualização de cozinheiros e auxiliares de cozinha nas escolas

Projeto do IFRN une prevenção à Covid-19 e serviços de alimentação

Manual capacita manipuladores de alimentos atuantes no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae)

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os cuidados e hábitos de higienização vem merecendo atenção redobrada. Nessa perspectiva, o grupo de trabalho de Nutrição do IFRN, desenvolveu um projeto, a ser divulgado em formato de cartilha,  em relação às boas práticas para que não haja contaminação e propagação do vírus nos serviços de alimentação escolar.

Boas Práticas são ações de higiene que devem ser obedecidas pelos manipuladores de alimentos desde o recebimento dos produtos a serem utilizados no preparo até a distribuição da alimentação para o consumidor. O fortalecimento dessas práticas reduz o risco de diversas enfermidades transmitidas pelos alimentos e adicionalmente contribui para diminuir a transmissão do COVID-19 pessoa a pessoa e por meio de superfícies e objetos contaminados no ambiente de produção, devido ao rigor com as práticas de higiene adotadas. 

Na cozinha do IFRN

O grupo de trabalho de Nutrição do IFRN é composto por nutricionistas de diferentes campi da instituição. Com o trabalho em casa e as diferentes demandas sanitárias da volta às aulas, esses profissionais decidiram construir um material que pudesse auxiliar os manipuladores de alimentos de escolas, como merendeiras,cozinheiros e auxiliares, a adotar boas práticas na produção de alimentos, pautados na prevenção da Covid-19. 

Pensando nesta nova realidade, a equipe elaborou o manual para capacitar os manipuladores de alimentos que atuam no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), visando fortalecer tais boas práticas tanto durante o período de distribuição dos kits de alimentos aos pais ou responsáveis dos estudantes (Lei n° 13.987/2020) quanto no retorno das aulas.

Junto com a cartilha, o grupo de Nutrição desenvolveu um projeto de extensão chamado “Na cozinha do IFRN” para compartilhar as recomendações com manipuladores de diferentes lugares, através do Instagram (@nacozinhaifrn), com publicações interativas diárias sobre os temas abordados no manual de boas práticas. O nutricionista Diogo Vale, um dos idealizadores do projeto, explica sobre outros meios de comunicação utilizados para expandir o entendimento do conteúdo: “iniciamos um curso utilizando uma metodologia e-learning no aplicativo WhatsApp. Foram cadastrados 100 manipuladores de alimentos, que responderam a um formulário eletrônico por meio do Google forms. Todos os dias, o grupo do WhatsApp funciona como um grande sala de aula. Temos horários de abrir e fechar as interações do grupo, utilizamos perguntas geradoras sobre temas da cartilha e estimulamos interações e troca de conhecimentos entre manipuladores de alimentos (estudantes) e nutricionistas (mediadores)”, disse. 

Diogo ainda relata como são repassados estes conteúdos para que tenha uma maior comunicabilidade “Utilizamos cards, informações escritas e áudios para facilitar o entendimento das merendeiras e cozinheiros. Além disso, enviamos vídeos e reportagens complementares para aprofundamento dos conceitos abordados. A forma de Avaliação do curso é pela resposta semanal de um quiz com temas da semana”, informou. 

O grupo de WhatsApp tem participantes de diversos municípios do Rio Grande do Norte (RN) e também do Ceará (CE), tantos de escolas municipais e estaduais quanto federais. Para Diogo, a cartilha representa uma contribuição dos nutricionistas do IFRN para a adequação da produção de refeições nos espaços de educação básica, prevenindo a contaminação por coronavírus no refeitório das escolas, instrumento de educação alimentar e nutricional que facilitará a construção de novos conhecimentos para o “novo normal”. 

Confira a cartilha

Boas práticas para a prevenção da Covid-19 em serviços de Alimentação Escolar

Ações do documento

Página em carregamento