Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN discute parcerias com o Centro Cultural da UFMG
arte e cultura

IFRN discute parcerias com o Centro Cultural da UFMG

22/02/2022 - Instituições estreitam laços para aprimorar experiências de gestão

IFRN discute parcerias com o Centro Cultural da UFMG

Após 1º encontro, à distância, prevê-se, quando possível, uma visita técnica de uma comitiva do IFRN ao Centro

Na tarde do dia 21 de fevereiro de 2022, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) realizou uma reunião com o Centro Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (CC/UFMG). O objetivo da reunião foi a aproximação das instituições, a fim de permitir ao IFRN conhecer a experiência de gestão do Centro.

A atividade faz parte dos esforços feitos pelo IFRN em busca de experiências exitosas de gestão de espaços culturais nas Instituições Federais de Ensino (Ifes). Atualmente, uma comissão formada por servidores de diversos campi prepara a Política Institucional da Memória e dos Equipamentos Culturais, trabalho que resultou no I Fórum de Memória, Cultura e Patrimônio, em novembro de 2021.

Referência em arte e cultura

O professor Fabrício Fernandino, atual gestor do Centro Cultural, iniciou por uma apresentação do percurso desse equipamento e de sua localização na história e no espaço de Belo Horizonte. Em seguida, apresentou-se sua inserção na Diretoria de Ação Cultural (DAC), inserida na Pró-Reitoria de Extensão. Junto ao Centro, outros equipamentos são atendidos pela DAC: o Conservatório de Música; o Espaço do Conhecimento e o Museu Casa Padre Toledo.

Ao conhecer as ações realizadas pelo Centro, a professora Suély Souza comentou: “A experiência do CC/UFMG nos mostra o quanto é possível fazer em arte e cultura no contexto educativo quando existe uma mobilização institucional para isso”. Suély é docente de Artes no Campus Natal-Central e integrante da comissão responsável pela construção da Política Institucional da Memória e dos Equipamentos Culturais do IFRN. “A UFMG é referência em gestão do ensino, da pesquisa e da extensão nas áreas das Artes e da Cultura, daí a importância desse encontro”, disse o professor Avelino Neto, pró-reitor de Pesquisa e Inovação, endossando a fala de Suély.

Participação e Encaminhamentos

Os participantes optaram por uma segunda reunião com o objetivo de conhecer o organograma do Centro, a organização do orçamento com suas respectivas chamadas internas. Além disso, prevê-se, quando possível, uma visita técnica de uma comitiva do IFRN ao Centro. Para Víctor Varela, “os equipamentos do Instituto têm muito a aprender com o Centro Cultural da UFMG, o que nos auxiliará a implantar com êxito nossa Política Institucional da Memória e dos Equipamentos Culturais”.

Pelo IFRN, ainda havia na reunião Gabriela Raulino, coordenadora da Editora IFRN, e Víctor Varela, assessor de Relações com o Mundo do Trabalho na Pró-Reitoria de Extensão.

O Centro Cultural da UFMG

O Centro Cultural UFMG, localizado em um espaço privilegiado na região central de Belo Horizonte, no edifício Alcindo da Silva Vieira, tombado como patrimônio histórico pelo IEPHA – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – em 1988, integra o Conjunto Paisagístico e Arquitetônico da Praça Rui Barbosa – Praça da Estação, importante corredor cultural da capital mineira. O prédio passou a fazer parte do acervo patrimonial da UFMG em 1927, abrigando a Escola de Engenharia e, somente em 1989, foi inaugurado como Centro Cultural UFMG. Desde então vem cumprindo seu objetivo fim, que é promover uma aproximação entre a Universidade e a Sociedade, que tem sido feita através do ensino, da pesquisa e da extensão, possibilitada pela arte e a ação cultural.

Com informações do Portal do Centro Cultural da UFMG

Ações do documento

Página em carregamento