Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN conquista medalhas na 14ª ONHB
ONBH

IFRN conquista medalhas na 14ª ONHB

26/08/2022 - Escola é a única medalhista pelo RN

IFRN conquista medalhas na 14ª ONHB

Oito medalhas foram conquistadas

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte teve destaque em mais uma participação na Olimpíada Nacional em História do Brasil.  Ao todo, foram oito medalhas para o estado do Rio Grande do Norte, sendo todas elas conquistadas pelo IFRN. Cinco equipes estiveram representando o Campus Pau dos Ferros. A equipe Malfattinhos (Eduardo Gonçalves de Carvalho, Maria Eduarda Fernandes Teixeira e Rillary Yasmin Vieira) conquistou a medalha de ouro. As equipes tiveram orientação dos professores Gabriel Pereira de Oliveira e Lucas Soares Chnaiderman. 

Outros Campi também estiveram representando o nosso Instituto e conquistaram medalhas. O Campus Mossoró conquistou uma medalha de prata, com a equipe Scorlaité en caosé (Brenda Jácome Jales, Grazielly Jácome Teixeira e Priscila Isabele Medeiros Vieira) e quatro medalhas de bronze com as equipes Resgatando Memórias (Heloíse Almeida Luna, Livia Kaillany Ferreira da Costa e Maria Clara Bezerra Fernandes), Três Rios (Camila Oliveira Medeiros, Layse Gabrielle Amaro de Souza e Ohanna Kely da Silva Tavares), Tríade Potiguar (André Luís Saraiva de Andrade, Lucas Alexandre Alves de Oliveira e Pablo Lucas de Souza Ernesto) e Tribalistas (Dayana Isla Mendes de Brito, Marina Morais Borges e Marcos Vinicius Costa Matias). O professor José Gerardo Bastos Júnior foi o orientador das equipes. 

O Campus Natal-Central teve as equipes Décimo Milênio e Missão Argonauta representando a escola e ambas conquistaram uma medalha de bronze cada. Também foram entregues cinco medalhas de cristal (menção honrosa) para o IFRN. Quatro delas foram para o Campus Pau dos Ferros através das equipes Lampiões Micaelenses (André Felipe da Silva Lima, Laysa Beatriz Fernandes Aquino e Raiany Vitória Lopes da Silva), Netas de Antonieta de Barros (Mariana Maia de Oliveira, Marina Gomes Melquiades Silva e Yasmim Louise Pereira de Andrade), Pique Blainders (Felipe Freitas Lopes, Kaio Eduardo Alves de Lima e Marcos Vinícius Fernandes Neris) e Tataíras (Alany Karine Peixoto Rego, Hudson Henrique Carvalho Pinto e Wanderleia Anita Cavalcante Xaxá) e uma para o Campus Apodi para a equipe Infinita Highway (Gustavo Pamplona, Leticia Almeida e Luana Nascimento), que foi orientada pela professora Sarah Campelo. 

“Depois de dois anos de pandemia, retornamos à final presencialmente. A emoção de estar aqui é sempre indescritível, não importa quantas vezes eu já tenha participado, o sentimento é sempre novo. Isso porque é compartilhado e criado por vários corações. Os corações de quem veio, de quem ficou, de quem está torcendo, de quem sonha em vir... Estão todos aqui conosco… Conquistamos a nossa medalha de cristal e a sensação de que fizemos o que conseguimos fazer...Espero aprender mais”, nos conta a docente. 

Histórico de participações 

Realizada com o apoio do Departamento de História da Unicamp e da Associação Nacional de História (Anpuh), a ONHB teve a sua primeira edição em 2009. O IFRN vem sempre participando do evento e desde 2011 conquista medalhas. Em 2016 foram cinco medalhas de ouro, duas de prata, cinco de bronze e 31 medalhas de cristal (menção honrosa). Ano passado, tivemos um ótimo número de conquistas. Foram três medalhas de ouro, três de prata, seis de bronze e 39 de cristal.

Acesse

14ª ONHB

Ações do documento

Tags: ,
Página em carregamento