Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Estudantes do IFRN desenvolvem site "Fique em Casa"
Covid-19

Estudantes do IFRN desenvolvem site "Fique em Casa"

31/03/2020 - Atividade foi proposta e orientada pelo professor Bruno Gomes, do Campus Canguaretama

Estudantes do IFRN desenvolvem site "Fique em Casa"

Como uma forma de auxiliar as pessoas que estão vivendo o período de distanciamento social provocado pela pandemia de Covid-19, um grupo de estudantes do Campus Canguaretama do IFRN desenvolveu o site Fique em Casa. Coordenada pelo professor Bruno Gomes, a atividade teve o objetivo de manter o vínculo com os estudantes durante a suspensão das aulas e de transformar a ação em um serviço útil à sociedade.  

O site disponibiliza dicas, serviços e telefones úteis para as pessoas que estão em distanciamento social. De acordo com o grupo, a ideia do sistema surgiu diante da quantidade de informações falsas que estão sendo compartilhadas nas mídias sociais.

"Queríamos manter, na medida do possível, o contato com os estudantes durante a suspensão das aulas. Então a estratégia que decidi aplicar foi a de propor o desenvolvimento de um site relacionado ao momento que estamos vivendo. Enviei o convite para todos os alunos de três turmas diferentes que estão cursando disciplinas de Desenvolvimento Web e permiti que todos, inclusive os que não iriam participar diretamente, acompanhassem o processo e enviassem sugestões. Dessa forma, criamos um ambiente colaborativo e o resultado foi bastante positivo, muita coisa que ainda iria ser ensinada em sala de aula foi vista e praticada por eles", explicou o professor.

Participaram do desenvolvimento do site os estudantes David Soares Carvalho e João Lucas Silva da Cruz, do 3º ano do curso Curso Técnico Integrado em Informática; Douglas Nunes da Silva, Lucylady Chrystina Tavares do Nascimento, Rayssa do Nascimento Silva e Rayane do Nascimento Silva, do 4º ano do curso Curso Técnico Integrado em Informática, e Gabriely Augusta da Silva Cunha, do curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet.

De acordo com o professor, os estudantes trabalharam remotamente, cada um de sua casa, utilizando técnicas de versionamento de código nas nuvens e grupo para comunicação. O servidor Web do Núcleo de Inovação em Computação (NIC) do IFRN, que é coordenado pelo professor Bruno Gomes, foi disponibilizado para testes e hospedagem do site.

"Nós achamos que sites como esse são importantes para que todos possam enfrentar esse momento difícil. De uma maneira simples, reunimos coisas que podem ajudar, divertir e informar a todos, como deliveres, entretenimento e até telefones úteis como os de Hospitais ou CVV (Centro de Valorização à Vida)", disse David Carvalho. É gratificante ajudar as pessoas, além de evitar que saiam de casa e ponham suas vidas em risco", complementou João Lucas.

A aluna Gabriely Augusta afirma que "o desenvolvimento do site Fique em Casa, além de ser responsivo, tem como finalidade oferecer às pessoas serviços gratuitos, para que possam se informar e se distrair nesse período da quarentena. Ele está bem organizado, facilitando o seu uso".

"O site Fique em Casa será uma plataforma importante na divulgação de serviços de entretenimento gratuitos durante esta quarentena. Participar de seu desenvolvimento foi algo produtivo, pois assim eu pude contribuir com os meus conhecimentos e adquirir novas experiências", disse a aluna Rayane do Nascimento.

De acordo com o grupo, qualquer pessoa pode contribuir, basta acessar a opção "Contribua" ou "Contato" e enviar a sugestão. Todo o conteúdo será verificado e confirmado pela equipe antes de ser disponibilizado. 

Acesse

 https://fiqueemcasa.nic.ifrn.edu.br

Ações do documento

Página em carregamento