Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Estudante de pós-graduação do IFRN é selecionado para estágio no exterior
Educação Profissional

Estudante de pós-graduação do IFRN é selecionado para estágio no exterior

26/07/2022 - Pesquisa será desenvolvida junto à Universidad Complutense de Madrid

Estudante de pós-graduação do IFRN é selecionado para estágio no exterior

Estágio acontece entre setembro de 2022 e março de 2023.

O Programa de Pós-graduação em Educação Profissional (PPGEP) do IFRN visa dar continuidade à formação científica de profissionais de nível superior provenientes de diversas áreas do conhecimento, capacitando-os para a docência e para a pesquisa na área da Educação Profissional. Exercendo seu papel e seus objetivos, o Programa acaba de ter um estudante de seu curso de doutorado selecionado para estágio no exterior.

O projeto aprovado, do servidor Shilton Roque, lotado no Campus Cidade Alta, tem como título “Educação Profissional em tempos de desemprego no Brasil e na Espanha: tendências e contradições”, e se propõe a analisar, comparativamente, as principais ofertas de Educação Profissional na Espanha – Formación Profesional de Grado Superior – e no Brasil – Cursos Técnicos de Nível Médio na Forma Subsequente, a partir da sua realidade social e contradições, tendo como ponto de partida o quadro agudo de desemprego que vivem os dois países.

Universidad Complutense

A pesquisa será desenvolvida junto à Universidad Complutense de Madrid, sob a orientação do professor Valentín Martínez-Otero, da Facultad de Educación – Centro de Formación del Profesorado daquela instituição, entre setembro de 2022 e março de 2023.

“Estou bastante animado para vivenciar as atividades de pesquisa e ensino em outro país, ainda mais sendo em uma Universidade com o tamanho e reconhecimento da Complutense. Estou, também, curioso para investigar e analisar a realidade que me proponho no projeto, o desemprego e a formação profissional naquele país que, apesar das distinções históricas e culturais, têm índices e fenômenos que se assemelham ao Brasil, o que pode nos ajudar a compreender melhor essa relação aqui no país”, disse Shilton, que também tem mestrado em Educação Profissional, na linha de políticas e práxis em Educação Profissional, no PPGEP, além da formação técnica e de graduação pelo Instituto.

Para Avelino Neto, pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN, “O trabalho a ser desenvolvido com fomento do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), tem estreita ligação com a tese de doutorado em desenvolvimento no PPGEP, a qual estuda o papel os cursos técnicos subsequentes assumem na atual dinâmica do capitalismo dependente brasileiro”.

Preparação

Antes de ser encaminhados para a avaliação da Capes, o projeto de Shilton participou de uma seleção interna, no PPGEP, “Mas desde o início apresentamos nosso projeto de pesquisa, cartas de aceite do orientador estrangeiro e do orientador do doutorado, certificação de proficiência no idioma nacional da universidade que nos receberá e outros documentos acadêmicos”, explicou Shilton. O servidor disse ainda que iniciou sua preparação para o processo de seleção com muita antecedência ao seu lançamento, pois, o exame do espanhol, por exemplo, é corrigido diretamente pelo Instituto Cervantes na Espanha e tem apenas três exames por ano. “Soma-se a necessidade de já ter um contato iniciado na instituição estrangeira e uma proposta de pesquisa dialogada com os orientadores. O que fiz”, finalizou Shilton.

Ações do documento

Página em carregamento