Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Em entrevista, pró-reitor de Ensino destaca ações da gestão em 2016
Por dentro do IFRN

Em entrevista, pró-reitor de Ensino destaca ações da gestão em 2016

10/11/2016 - Para Agamenon Tavares, é preciso promover um planejamento que nos possibilite acompanhar o desenvolvimento da sociedade

Em entrevista, pró-reitor de Ensino destaca ações da gestão em 2016

"O grande desafio é a evolução constante da qualidade dos nossos cursos "

Após falar com os gestores da Pró-Reitoria de Entensão (Poex) e da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propi), a campanha Por Dentro do IFRN entrevista agora Agamenon Henrique de Carvalho Tavares. O professor está à frente da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do Instituto desde abril de 2016, quando celebrou dez anos no quadro de professores.

Nascido em Natal, no final dos anos 1960, Agamenon Tavares começou sua história com o IFRN em meados dos anos 1980, quando foi aluno do curso de Eletrotécnica, na então ETFRN. Professor de Matemática, o pró-reitor vem do Campus Natal-Zona Norte, onde foi Diretor Acadêmico. Com Licenciatura e Mestrado em Matemática, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Agamenon respondeu algumas perguntas sobre projetos e ações da Proen.

1 – Seis meses de gestão na PROEN: o que já foi feito e quais são as propostas?

Até aqui, podemos destacar alguns pontos, como:

·   Promovemos uma renovação da equipe, conseguindo um aumento da nossa força de trabalho, com a cooperação técnica de alguns colegas vindo de outros campi;

· Realizamos reuniões sistêmicas com a Equipe Técnico-Pedagógica (ETP), formada por bibliotecários, secretários acadêmicos, coordenadores de curso;

·    Realizamos três reuniões do Comitê de Ensino (COEN), foramdo pela equipe da Proen e os diretores acadêmicos dos campi, fortalecendo este colegiado, na busca de melhores soluções para diversas demandas institucionais, como calendários, aulas externas, processos seletivos discentes, avaliação e regulação do ensino, atualização do sistema acadêmico, remanejamentos e concurso docente; e

·     Montamos uma comissão para dar início à revisão do nosso Projeto Político Pedagógico (PPP).

2 – Qual o principal objetivo da Pró-Reitoria hoje?  E o desafio?

Nosso objetivo é sempre fortalecer as ações da atividade-fim da nossa Instituição, o Ensino. Cientes da nossa responsabilidade na relação com os docentes, com os estudantes e com a sociedade, promovemos amplos debates sobre o nosso fazer, avaliando constantemente as condições para melhorar a permanência e o êxito dos nossos alunos.

Temos o desafio de discutir a Reforma do Ensino Médio e os impactos desse processo em nossos cursos técnicos integrados ao médio, atentando para a nossa opção por uma formação cidadã, que conte com a dimensão humana fortalecida, talvez com a adoção de turno integral de aulas, mantendo disciplinas como Filosofia, Sociologia e Espanhol. Outro grande desafio é a evolução constante da qualidade dos nossos cursos superiores, já contando com as ofertas de pós-graduação.

3 – Sobre os setores que compõem a Pró-Reitoria de Ensino, que destaques daria a cada uma das diretorias e coordenações?

A Proen, como um todo, tem buscado estar mais próxima da realidade dos campi, com ações de diálogo e intervenções positivas. A Diretoria Pedagógica, junto a cada Etep, tem analisado, com o maior cuidado e agilidade possíveis, diversos projetos pedagógicos de cursos e processos envolvendo transferências discentes entre campi, como também vem propondo uma reorganização estrutural daquela diretoria. A Diretoria de Administração Acadêmica continua aprimorando o nosso SUAP/EDU, agora oficialmente nosso Sistema Acadêmico, inclusive com diversos treinamentos nos campi, e seminários presenciais. A Diretoria de Avaliação e Regulação está conduzindo com muita responsabilidade o processo de recredenciamento da nossa instituição junto ao MEC, além de analisar as avaliações dos nossos cursos superiores e reestruturação dos Núcleos Docentes Estruturantes. A Coordenação de Processos Seletivos mantém-se conduzindo nossos exames de seleção, com toda a responsabilidade que isso exige, em contato direto com todos os nossos campi.

4 – E quanto ao planejamento? O que servidores e alunos podem esperar da Proen?

Planejamos um amplo debate em nossa comunidade sobre as nossas ofertas, conforme os princípios postos em nosso PPP, mas também atentos à conjuntura local e nacional. Esperamos um debate propositivo sobre o Ensino Médio Integrado em 3 anos, sobre o locus da Pós-graduação, seu viés de Pesquisa e seu entrelaçamento com o ensino, além de mantermos constante avaliação das nossas ações.

5 – Entre os vários itens que compõem as competências da Pró-Reitoria de Ensino no Regimento Interno da Reitoria, há a responsabilidade pela avaliação e melhoria contínua do Projeto Político-Pedagógico e a definição das prioridades educacionais do Instituto.  Após a expansão do IFRN, o momento é de repensar a identidade institucional? É tempo de consolidação?

Avaliamos que é preciso promover um planejamento de ofertas que nos possibilite acompanhar o próprio desenvolvimento da nossa sociedade, consolidar realmente aquilo em que já construímos grande confiança na nossa comunidade e melhorar aquilo em que os campi alegam ter dificuldade para elevar nossos índices de permanência e êxito. Nossa identidade, trabalhada secularmente, está sempre em discussão. Sendo hoje uma instituição plural, com ofertas em nível básico e superior, chegando até cursos de mestrado, entendemos ser importante levar à comunidade mais esse debate.

6 – A comunidade acadêmica e a sociedade em geral serão parte dessa análise conjuntural?

Buscamos em nossas ações sempre o máximo de participação possível, acreditamos que isso dá a cada servidor, docente ou administrativo, e a cada estudante, o necessário sentimento de pertencimento ao IFRN e importância dentro da nossa estrutura. Com esse pensamento buscaremos ainda mais a ampla discussão sobre os temas que nos são caros dentro do ensino em nossa Casa de Educação.

Ações do documento

Tags: , ,
Página em carregamento