Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Diretoria do CERNE visita painéis de energia solar na Reitoria do IFRN
Sustentabilidade

Diretoria do CERNE visita painéis de energia solar na Reitoria do IFRN

29/09/2015 - Objetivo é discutir parcerias entre o Centro de Estratégias e o Instituto

Diretoria do CERNE visita painéis de energia solar na Reitoria do IFRN

Diretores do CERNE acompanhados do professor Augusto Fialho e do engenheiro eletricista Franclin Róbias.

Na tarde desta terça-feira (29), diretores do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) visitaram a Reitoria do IFRN a fim de conhecer o projeto de energia solar em funcionamento no Instituto. O Centro foi representado por Olavo Bueno Oliveira, diretor Técnico; Eduardo Lacerda, diretor em Microgeração e Fontes Alternativas, e Milton Pinto, diretor de Energia Eólica. A vista foi acompanhada por Augusto Fialho, diretor acadêmico de Indústria do Campus Natal-Central, e Franclin Róbias, engenheiro eletricista do Instituto.

O objetivo da visita também foi discutir parcerias entre o CERNE e o IFRN. O Centro de Estratégias trabalha com o desenvolvimento e a implementação de estratégias no uso sustentável de energia, atendendo a grandes empresas como Petrobras e Eletrobras. As parcerias com o Instituto poderão se converter em treinamentos aos alunos e servidores da Instituição, como também em ações que visem a potencializar a política de sustentabilidade energética do Instituto. 

"Já tínhamos conhecimento do trabalho feito no IFRN com os microgeradores de energia fotovoltaica e desejávamos conhecer mais de perto. Consideramos uma iniciativa exemplar, que pode servir de exemplo para muitas instituições, principalmente as de pesquisa, que ganham tanto com a produção de energia quanto como espaço para investigação", disse Olavo Oliveira.

A usina fotovoltaica da Reitoria do IFRN começou a funcionar em dezembro de 2014. Hoje o Instituto possui 6 usinas em operação: a da Reitoria e dos campi Ceará-Mirim, São Paulo do Potengi, Canguaretama, Currais Novos e Parelhas. Estão para entrar em funcionamento as dos campis Natal-Central, São Gonçalo do Amarante e Lajes. As usinas totalizam 557,6 Kwp em operação e 303,6 Kwp em instalação, o que resultará em uma potência final de 861,2Kwp.

Ações do documento

Página em carregamento