Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Cursos de Licenciatura e de Tecnologia serão avaliados no Enade 2021
enade 2021

Cursos de Licenciatura e de Tecnologia serão avaliados no Enade 2021

07/05/2021 - Estudantes de sete graduações do Instituto realizarão o exame

Cursos de Licenciatura e de Tecnologia serão avaliados no Enade 2021

Exame é componente curricular obrigatório para a conclusão de curso de graduação

Aplicado desde 2004 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é um componente curricular obrigatório, realizado anualmente, e tem o objetivo de mensurar o desempenho de estudantes concluintes de cursos de Bacharelado, Licenciatura e cursos superiores de Tecnologia. Em 2020, as áreas previstas para a avaliação foram adiadas para 2021.

Em Resolução do Diário Oficial da União, de 23 de abril de 2021, a Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) aprovou prorrogação do exame. Fatores como a crise sanitária, resultante da pandemia do novo coronavírus, a reorganização dos calendários acadêmicos das instituições de ensino e as desigualdades de acesso a equipamentos digitais e à internet foram considerados para a ratificação do adiamento.

IFRN no Enade

As áreas vinculadas a cada ano do Ciclo Avaliativo estão definidas no Art. 40, da Portaria Ministério da Educação (MEC) n.º 840/2018. Na edição deste ano, serão avaliados os cursos do ano II, os quais, no Instituto Federal do Rio Grande do Norte, correspondem às Licenciaturas e às graduações de Tecnologias. Estudantes ingressantes e concluintes devem se escrever, porém, a prova é obrigatória apenas para concluintes.

Os cursos superiores do IFRN que participarão do Enade em 2021 são ofertados nos seguintes campi:

Curso Área Campus/campi
Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnologia Nova Cruz, Pau dos Ferros e Natal-Central
Redes de Computadores Tecnologia Natal-Central e São Gonçalo do Amarante
Biologia Licenciatura Macau
Física Licenciatura Caicó, João Câmara, Natal-Central e Santa Cruz
Geografia Licenciatura João Câmara e Natal-Central
Matemática Licenciatura Ceará-Mirim, Mossoró, Natal-Central, Santa Cruz e São Paulo do Potengi
Química Licenciatura Apodi, Currais Novos, Ipanguaçu; e Pau dos Ferros

A diretora da Diretoria de Avaliação e Regulação do Ensino (Diare), professora Tarcimária Gomes conta que “desde 2016, quando iniciaram os trabalhos para o recredenciamento institucional do IFRN, todos tivemos uma maior atenção aos processos avaliativos externos, no sentido de compreender seus objetivos e de como poderíamos destacar o que a Instituição sempre teve de melhor, com sua excelência na sua atuação em todas as regiões do estado. Nesse sentido, os pontos fortes ganharam maior relevância, chamando atenção no conjunto de avaliações que estão compreendidas no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)”.

Tarcimária segue explicando sobre a importância da realização do exame: “A construção da consciência do segmento discente de que, para além da sua participação na realização das provas do Enade, compreender que a sua atuação assertiva enquanto cidadão é o momento onde a visibilidade da qualidade das ofertas pode garantir a continuidade dos cursos ofertados pela instituição”.

A professora complementou dizendo que o IFRN tem avançado nos Indicadores de Qualidade da Educação Superior, como o Conceito Enade, o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), no qual o Instituto Federal do Rio Grande do Norte mantém a pontuação 4 por quatro anos seguidos.

Ações do documento

Tags: ,
Página em carregamento