Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Conheça as ações do Campus Natal-Zona Norte na pandemia
150 dias

Conheça as ações do Campus Natal-Zona Norte na pandemia

25/08/2020 - Teletrabalho, capacitação, distribuição de alimentos e interação com comunidade são destaques

Conheça as ações do Campus Natal-Zona Norte na pandemia

Ações do Campus abrangem comunidade interna e externa

Desde que, em 17 de março, o IFRN suspendeu suas atividades acadêmicas e, um dia depois, a maioria de suas atividades administrativas presenciais e sabendo que cada um dos campi, além da Reitoria, encampou atividades nas áreas do Ensino, da Pesquisa e Inovação, da Extensão e também ações ligadas à Atividades Estudantis, além das voltadas ao atendimento de demandas psicossociais, iniciamos uma série de publicações, neste Portal e nas redes sociais do Instituto.

A ideia aqui é retomar as atividades que vêm sendo desempenhadas nas unidades que compõem o IFRN, dando destaque ao que foi construído por seus servidores – docentes e técnicos administrativos – a partir do plano de medidas de proteção e redução de riscos no âmbito do IFRN para enfrentamento da emergência de saúde pública nacional, decorrente do novo coronavírus (Covid-19), condensado na Portaria nº 530/2020, do Conselho Superior do IFRN.

A primeira das matérias trouxe uma seleção do que o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 do IFRN produziu. Agora, de acordo com a ordem de publicação em suas páginas, publicamos um resumo das ações de cada campus. Abrindo a sequência, o Campus Natal-Zona Norte.

Home office

"A experiência de estar trabalhando em casa de forma remota nos traz outras oportunidades, como aprender a lidar com ferramentas inovadoras de reuniões online, sistemas de troca de mensagens rápidas e acesso à ambientes virtuais de aprendizagem para interagir com os estudantes". O resumo do trabalho remoto é do professor Paulo de Tarso Braga, da disciplina Administração Contábil e Financeira, lotado no campus.

A exemplo da vivência do professor, vários encontros virtuais têm acontecido desde a interrupção das atividades presenciais na Instituição. Além dos grupos de Whatsapp, os servidores passaram a utilizar aplicativos com recursos como teleconferência, gravação de reuniões, envio de mensagens de texto, armazenamento de arquivos e agendamento de novos encontros: tudo em um único espaço de trabalho compartilhado. Na pauta, assuntos essenciais ao funcionamento da escola e atendimento à comunidade acadêmica, tanto no contexto sistêmico como local.

Diálogo

O trabalho virtual não tem feito diminuir o engajamento nas reuniões. As videoconferências pedagógicas-administrativas, coordenadas pela Diretoria Acadêmica e os encontros virtuais com representantes de turmas têm reunido servidores e estudantes para a discussão de temas em comum. No âmbito administrativo, os setores divulgaram seus planos de trabalho, classificados de acordo com três tipos de processos laborais: teletrabalho, situações eventualmente presenciais e atividades suspensas. Segundo a Portaria nº 76/2020-DG/ZN, cada plano setorial deve ser executado durante a suspensão das aulas nos campi. Para consultá-los, clique aqui.

Para o diretor-geral do Campus Natal-Zona Norte, o professor Edmilson Campos: "Desde que suspendemos as atividades presenciais, temos vivido dias intensos, onde discutimos o funcionamento da nossa instituição neste período inédito e histórico, em que é preciso se reinventar”. Ele ainda destacou que toda a equipe de gestão tem buscado contato com os servidores, a fim discutir estratégias de continuidade no home office.

A escola, por exemplo, passou a usar o canal do Campus no Youtube como espaço de diálogo com pais e responsáveis, para esclarecer situações, receber sugestões e tirar dúvidas. Até mesmo a reunião com essa parte da comunidade acadêmica foi realizada pelo canal, com envio questionamentos pelo chat da ferramenta.

Capacitação

O cenário atual vem exigindo do Instituto a adaptação/migração para uma nova modalidade de ensino. Nesse contexto, professores e técnicos-administrativos do Campus têm recebido capacitação sobre ensino híbrido e remoto. O curso apresenta novas concepções pedagógicas e ferramentas digitais: gravação e transmissão de videoaulas, desenvolvimento de atividades colaborativas e criação de conteúdo interativo, entre outros. Matriculado no curso, o professor Thulho Siqueira, da disciplina Artes, ressalta a importância da capacitação para “criar espaços de reflexão sobre as possibilidades, tanto de oferta como de implementação de propostas de educação, que vão além da transmissão de conteúdos e levam em consideração a complexidade que envolve a manutenção dos processos educativos em tempos pandêmicos". 

Ações para a comunidade interna

Saúde mental

Ainda em março, o setor de Psicologia do Campus – em razão do mal-estar que pode acometer as pessoas durante o período de distanciamento social – começou um serviço de atendimento psicológico online. O atendimento é voltado tanto para estudantes quanto para servidores efetivos, substitutos, visitantes e terceirizados do Campus

Doação de alimentos

Com a suspensão das atividades acadêmicas do IFRN, o Campus procurou alternativas para evitar desperdício dos alimentos destinados à merenda escolar. Nesse sentido, de abril a julho, foram distribuídas 820 cestas básicas e 1,2 tonelada de alimentos a estudantes. Em maio, a escola doou ainda 147 quilos de açúcar refinado e 290 pacotes de biscoito para a Associação Espírita Obreiros da Vida Eterna, localizada no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal. A organização complementou a doação com outros gêneros alimentícios e montou cestas básicas, que foram destinadas a comunidades carentes do Loteamento Jardim Progresso, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, também da região. Ainda houve a distribuição de bebida láctea, pão, frutas e queijo a alunas do Programa Mulheres Mil e trabalhadores de empresas terceirizadas. 

Solidariedade

Servidores da escola, diante da situação de vulnerabilidade socioeconômica de estudantes e suas famílias, agravada durante a pandemia, se uniram para arrecadar fundos e fazer doações a esse público. A iniciativa, que aconteceu em abril e maio, contou com apoio do Grêmio Estudantil Paulo Freire, e arrecadou pouco mais de R$ 5 mil. A selecionados pela agremiação foram entregues 92 cestas básicas. 

Empreendedorismo e economia solidária

A Incubadora Tecnológica do Campus Natal-Zona Norte (ITZN) deu, em agosto, um passo importante para a obtenção de recursos financeiros para investir em seus projetos incubados. Selecionada na modalidade 3 da chamada pública do Sebrae, a ITZN e outras 10 incubadoras vão receber, cada uma, 25 mil reais do Projeto Ambientes de Inovação do RN.

Também em agosto foi inaugurada a loja virtual da FeirArte Potiguar de Economia Solidária: o site, que recebe assessoria da Incubadora para o Fortalecimento dos Empreendimentos Econômicos Solidários do IFRN (IFSol) do Campus, foi criado para permitir a geração de renda da venda de produtos às famílias das artesãs, afetadas pelas limitações de abertura de estabelecimentos comerciais estabelecidas por medidas legais de combate ao coronavírus. As ações podem ser acompanhadas pelo Instagram @feirarte_potiguar.

Eventos

As restrições sociais impostas pela pandemia do novo coronavírus têm sido um desafio para a realização dos eventos do calendário acadêmico do IFRN. A edição deste ano da Semana Artística, Desportiva e Cultural (Semadec), que seria em agosto, foi adiada para 2021; as cerimônias de colação de grau e de formatura dos cursos técnicos seguem suspensas e sem datas definidas. A XII Semana do Meio Ambiente do Campus (Semente), prevista inicialmente para junho, teve seu formato alterado e acontece de forma virtual, como a X Semana da Semana de Ciência e Tecnologia (Secit), prevista para novembro.

A Semente está sendo desenvolvida e exibida pelas redes sociais oficiais do Campus e do evento, com a temática: "Ecofuturo: 'Da janela', uma nova forma de ver o mundo". "Janela está relacionado aos espaços virtuais a que estamos conectados, como smartphones, computadores e TV. Também se refere às diversas percepções que temos e teremos do mundo diante de todos os acontecimentos, especialmente aqueles sobre o novo coronavírus", explicou a coordenadora da Semana, Vaneska Santos. Entre as ações em desenvolvimento, a Oficina "Fotografia selvagem: capturando a natureza com uma câmera", que acontece já nesta quinta-feira (27). A iniciativa, com a participação do fotógrafo Thawaan Cerqueira, vai ter início às 16h, no canal do Campus no YouTube. A participação é gratuita e aberta ao público mediante inscrição. Mais informações, no Instagram do evento, o @sementeifzn.

Comunicar e aproximar

As ações de comunicação não só ajudaram, desde o início da pandemia, a tornar públicos os acontecimentos institucionais, mas também buscaram dialogar com a comunidade escolar e estimular a participação e o engajamento do público nas redes sociais oficiais. No Dia dos Pais, a Campanha Pais de Ontem, Hoje e Sempre, no Instagram, emocionou servidores. As várias postagens destacaram fotografias do tipo "pai e filho" de alunos, servidores, estagiários e funcionários terceirizados e o nascimento recente de dois bebês – Alice e Adrian –, filhos do professor Thiago Valentim e do aluno Weverton Nascimento. A equipe de comunicadores tem postado semanalmente filmes de cada curso, que reúnem servidores, alunos e egressos relatando suas experiências acadêmicas e profissionais, de modo a orientar a escolha dos potenciais interessados em ingressar em um dos cursos.

Acesse

Conteúdo completo da publicação do Campus Natal-Zona Norte

Ações do documento

Página em carregamento