Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Comitiva do IFRN cumpre agenda em Brasília
Parcerias

Comitiva do IFRN cumpre agenda em Brasília

10/09/2021 - Reuniões tiveram o objetivo de garantir parcerias e recursos para implementação de projetos estratégicos da Instituição

Comitiva do IFRN cumpre agenda em Brasília

Representantes do IFRN em reunião com o secretário da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Tomás Dias Sant´Ana

No dia 8 deste mês de setembro, uma comitiva do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) deu início a uma série de reuniões em Brasília. Os encontros tiveram o objetivo de buscar parcerias e recursos para implementação de projetos estratégicos da Instituição.

A comitiva foi formada pelo reitor do IFRN, José Arnóbio; pelo pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Avelino Neto; pelo assessor de Projetos Especiais, Moisés Souto; pelo diretor-geral do Campus João Câmara, Matheus Tavares; pelo diretor de Gestão em Tecnologia da Informação, André Gustavo; pelo diretor de Engenharia, Carlos Guedes; pelo coordenador do Centro de Tecnologia em Energias Eólicas (CT Eólico), Leonardo Vale; pela coordenadora do Núcleo para Fortalecimento da Imagem Institucional, Patrícia Mesquita; e pelo coordenador do Núcleo de Audiovisual, Justino Neto.

IFRN na Secretaria do Governo Digital

A primeira pauta em Brasília foi cumprida na Secretaria do Governo Digital (SGD), responsável pela definição de políticas e diretrizes, além de orientar normativamente e supervisionar as atividades de governança e de gestão dos recursos de Tecnologia da Informação (TI) e Comunicação do sistema. O IFRN, que é um dos parceiros do órgão, tem trabalhado, através da equipe de TI, para o desenvolvimento de novas soluções no Sistema Unificado de Administração Pública (Suap), que atualmente é utilizado por 49 instituições públicas do país.

“O IFRN é um parceiro importante da Secretaria. Queremos nos aproximar cada vez mais e compreender o que as empresas incubadas e os projetos desenvolvidos podem oferecer de soluções que possam melhorar a prestação dos serviços públicos para os cidadãos”, destacou Anderson Costa, coordenador-geral de Normas e Governança da Secretaria de Governo Digital.

Na reunião, que contou ainda com a participação da coordenadora-geral de Relacionamento e Portfólio, Loyane Tavares, e da gerente de Projetos da Coordenação, Leia Maria da Silva, foram apresentados alguns resultados de projetos que vêm sendo desenvolvidos em parceria com a Secretaria, além da prospecção de iniciativas institucionais que podem contribuir com a melhoria da oferta de serviços públicos.

O diretor de Gestão em Tecnologia da Informação do IFRN, André Gustavo, explicou que “o IFRN lidera, desde 2020, um projeto para acelerar o processo de transformação digital da Rede Federal, oferecendo serviços digitais como matrículas online, por exemplo. No primeiro ano, foram entregues 100 serviços digitais à sociedade brasileira, e esperamos que, em 2021, possamos entregar mais 150. Esse resultado tem credenciado o IFRN como um parceiro estratégico da Secretaria de Governo Digital nessa jornada de transformação digital”.

Encontro com a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Na primeira reunião com representantes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação (MEC), realizada na quinta-feira, 9 de setembro, concretizou-se o primeiro compromisso oficial no MEC após a posse do professor José Arnóbio. Na oportunidade, foram tratados assuntos de interesse do IFRN, como a garantia de recursos para o funcionamento do CT Mineral, bem como a liberação de recursos para a finalização das obras, a liberação de códigos de vagas e de verbas para compra de equipamentos do Campus Jucurutu.

Durante a reunião, que contou com a participação do secretário Tomás Dias Sant´Ana e do diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Kedson Raul de Souza Lima, foram apresentadas, ainda, oportunidades de melhorias em todos os campi do IFRN, além de projetos sistêmicos que necessitam de investimentos para a sua realização. “Nosso objetivo é contribuir com o crescimento da Rede Federal, apresentando soluções já implementadas no IFRN que possam ser adotadas por outros institutos”, destacou o reitor José Arnóbio.

Em conversa sobre o Campus Jucurutu, o diretor de Engenharia do IFRN, Carlos Guedes, destacou que a construção do Campus está servindo como projeto piloto, pois é uma das primeiras construções de campus da Rede que utiliza a tecnologia BIM (Building Information Modeling – Modelagem de Informações da Construção). “A construção de Jucurutu é uma iniciativa inovadora, pois, com a utilização do BIM, podemos acompanhar melhor o projeto da construção do Campus, que deve ser finalizado no próximo semestre”, destacou.

O diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Kedson Raul de Souza Lima, informou a liberação de recursos necessários à continuidade das obras do Campus Jucurutu. “Nós já conseguimos liberar os recursos necessários para as obras de Jucurutu. Os recursos estarão no IFRN em breve”, afirmou Kedson Raul. O secretário Tomás Dias anunciou, ainda, a destinação de R$ 3 milhões para atender as demandas relativas aos estudantes com deficiência . Como explica o reitor Arnóbio, esse valor será destinado à "contratação de profissionais especializados para atender nossos estudantes com deficiência".

IFRN e Programa EnergIF

Ainda na quinta-feira (9), estiveram reunidos o coordenador do Programa EnergIF, Marco Juliatto; o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Avelino Neto, o diretor-geral do Campus João Câmara do IFRN, Matheus Tavares, e o coordenador do Centro de Tecnologia em Energias Eólicas (CT Eólico), Leonardo Vale.

Na ocasião, o professor Leonardo fez uma apresentação do CT Eólico. Em seguida, foram expostas proposições para implementação de especializações de Nível Superior e Técnico, bem como, cursos de formação Inicial e Continuada (FIC), a serem ofertados. O professor Juliatto mencionou os editais que serão abertos pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), ressaltando que CT Eólico poderá submeter propostas para viabilizar os cursos de interesse. O professor Leonardo Vale mostra-se otimista com a reunião: “Foi bastante relevante, visto que nosso objetivo era concretizar as capacitações que pretendemos oferecer”.

Reunião com a Diretoria de Articulação e Fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica (DAF)

Nesta sexta-feira (10), último dia da agenda da comitiva do IFRN em Brasília, a pauta na Setec tratou sobre projetos estratégicos do IFRN com o diretor substituto da Diretoria de Articulação e Fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica (DAF), Fabio Medeiros, e com a gerente de Projetos, Tassiana Carvalho.

Na ocasião, o reitor José Arnóbio apresentou o IFRN. O professor Avelino Neto destacou as oportunidades de parceria entre o IFRN e a Setec na implementação e desenvolvimento do Centro de Tecnologia Mineral. “Temos necessidades, do ponto de vista financeiro, para que possamos continuar desenvolvendo esse trabalho no CT Mineral. Nossa ideia é conseguir atender as demandas do Norte e Nordeste do país, ofertando serviços e mão de obra para as empresas das regiões, além de transformar o CT em um polo de Inovação Embrapi (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação)”, destacou.

O assessor de Projetos da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi), Moises Souto, apresentou o projeto “Samanau”. “Fundamentalmente, o transmissor foi criado para monitoramento de condições meteorológicas, porém, nossa aplicação tem a possibilidade de ser utilizada para muitos outros serviços, como monitoramento de reservatórios, de rebanhos, de logística, entre outros, e, assim, estaremos entregando valor para a sociedade”, afirmou. Durante o encontro, Moisés ainda ressaltou a parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a perspectiva de criação do CT Espacial.

“Recebo o IFRN com muita alegria. Fico feliz de ver o trabalho que está sendo realizado pela instituição. Nossa expectativa é que lancemos uma nova chamada para o credenciamento de mais seis polos Embrapii até o final deste ano. Com relação às necessidades especificas do CT Mineral, nós queremos que o IFRN levante suas necessidades e nos encaminhem. Nós iremos verificar a possibilidade de atendimento dessas demandas junto a outras diretorias”, destacou Fábio Medeiros.

Visitas aos gabinetes de parlamentares

Durante a agenda da semana, a comitiva visitou os gabinetes dos senadores Jean-Paul Prattes (PT) e Zenaide Maia (Pros), com o objetivo de estreitar laços e apresentar potenciais projetos para receber recursos advindos de emendas parlamentares. Em função do cancelamento da agenda dos parlamentares, os representantes da Instituição foram recepcionados pelos assessores dos senadores, que receberam as proposições do IFRN para posteriores encaminhamentos. Os representantes do IFRN retornam ao Rio Grande do Norte ainda nesta sexta-feira (10).

Ações do documento

Tags: , ,
Página em carregamento