Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Colóquio sobre História da Educação Profissional tem início com conferência sobre inovação
PPGEP

Colóquio sobre História da Educação Profissional tem início com conferência sobre inovação

08/09/2020 - Professor Joaquim Pintassilgo, da Universidade de Lisboa, realizou a atividade de abertura

Colóquio sobre História da Educação Profissional tem início com conferência sobre inovação

Com a participação de mais de 200 pesquisadores, aconteceu na tarde de hoje (8) a conferência de abertura do I Colóquio Internacional/Nacional de História da Educação Profissional (Cohep). Com o título "A inovação em educação numa perspectiva histórica", a conferência foi proferida pelo professor Joaquim Pintassilgo, da Universidade de Lisboa, através do Canal do PPGEP IFRN. 

O Cohep é organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional (PPGEP), do IFRN, com apoio de pesquisadores e instituições nacionais e internacionais. A abertura contou com a apresentação cultural do professor Valdier Santos e com a participação do professor Dante Moura, coordenador do PPGEP e pesquisador de referência nacional sobre a educação profissional. Dante frisou a importância do debate para a construção da pesquisa e relatou sobre a situação vivenciada no IFRN quanto à nomeação de reitor pro tempore no dia 20 de abril deste ano.

ENTRE A TRADIÇÃO E A INOVAÇÃO

A conferência de abertura foi mediada pela professora Francinaide Nascimento, coordenadora da linha de pesquisa do PPGEP "História, historiografia e memória da educação profissional". Em sua fala, a professora agradeceu a colaboração de todos os pesquisadores que se envolveram com a realização do evento, articulado pela linha de pesquisa que coordena. Mesmo realizado de forma on-line, o Cohep recebeu mais de mil inscritos. 

Durante a conferência, o professor Joaquim Pintassilgo conduziu uma reflexão acerca da necessidade de inovação e reinvenção pedagógicas. Ele iniciou citando a educação profissional como um espaço privilegiado para a inovação educativa. Pintassilgo comentou sobre a importância de se preservar uma memória da inovação educativa, destacando os riscos do esquecimento e dos "efeitos de moda". Para o professor, são necessários diálogos constantes entre o passado e o presente e vice-versa: "não há inovação sem tradição nem tradição sem inovação", declarou.

O pesquisador chamou a atenção ainda para a diversidade de termos utilizados sobre o tema, como também para a complexidade da palavra "inovação". "É necessário questionar metáforas redutoras ou simplistas", frisou. De acordo com ele, a escola deveria ser reinventada todo o tempo e o bom professor é aquele que se reinventa todos os dias. "Com a pandemia, tivemos que nos reinventar como professores. O necessário era que fizéssemos isso todo o momento", encerrou.

ATIVIDADES COHEP

O I Cohep tem continuidade nesta quarta-feira (9), com mesas-redondas a partir das 8h e conferência de encerramento com o professor Jcques Gleyse, da Universidade de Montpellier, a partir das 14h. À tarde acontece ainda lançamento de livros. Todas as atividades estão sendo veiculadas através do Canal do PPGEP IFRN.

ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO

Canal do PPGEP IFRN

SITE DO EVENTO

Ações do documento

Página em carregamento