Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Colômbia: IFRN celebra novo acordo para cooperação internacional
Internacionalização

Colômbia: IFRN celebra novo acordo para cooperação internacional

04/02/2022 - Entre outros, acordo prevê a realização de intercâmbio estudantil e mobilidade de docentes e gestores com Universidade Pedagógica Nacional

Colômbia: IFRN celebra novo acordo para cooperação internacional

Acordo marco foi assinado em 28 de janeiro de 2022

No dia 28 de janeiro de 2022, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) assinou o acordo marco para a cooperação acadêmica, científica e cultural com a Universidade Pedagógica Nacional (UPN), da Colômbia. O acordo prevê a realização de intercâmbio estudantil, mobilidade de docentes e dirigentes, reconhecimento de resultados acadêmicos dos cursos realizados por estudantes na instituição anfitriã, intercâmbio docente, desenvolvimento de projetos conjuntos, participação conjunta e intercâmbio de experiências nas atividades de ação social e extensão universitária, intercâmbio de experiências e informação sobre programas de ensino, desenvolvimento de novas áreas de pesquisa e docência, organização e participação conjunta em reuniões, seminários e atividades de capacitação e formação, além da publicação conjunta de trabalhos. Dessa forma, para Avelino Neto, pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN (Propi), essa parceria tem o potencial de criação de novas redes de pesquisas com a América Latina. “A produção do conhecimento científico em rede tem sido muito valorizada pelos órgãos de fomento de pesquisa nacionais e internacionais, e por isso temos investido na internacionalização da pesquisa, pois a vemos como estratégica para captação de recursos externos”.

O diálogo entre os servidores do Instituto Federal e os pesquisadores da UPN sobre a possibilidade de acordo internacional entre as instituições foi iniciado em março de 2021, por meio da interlocução dos professores-pesquisadores Albino Nunes (IFRN) e Yair Porras (UPN).

“Aproveitamos nosso diálogo prévio com o Departamento de Química da UPN para ampliar as oportunidades de cooperação acadêmica, científica e cultural em nível internacional a demais servidores e estudantes das nossas instituições por meio da formalização do acordo”, ressalta Albino. A partir daí, os interlocutores receberam o assessoramento da professora Girlene Silva, assessora de Parcerias Internacionais da Assessoria de Extensão e Relações Internacionais do IFRN (Aseri/Proex/RE), para a elaboração de um plano de trabalho com duração de 5 anos de atividades, que serão acompanhadas pela Comissão de Interlocução do IFRN com instituições estrangeiras (Portaria 31/2022 - RE/IFRN), presidida pelo Assessor de Extensão e Relações Internacionais do IFRN, Prof. Samuel Lima, e composta pelos servidores que atuam na função de interlocutores com as instituições estrangeiras parceiras.

Além disso, em novembro do ano passado, os Reitores e professores-pesquisadores das duas instituições estiveram presentes e coorganizaram o I Encontro Colombo-Brasileiro em Ensino de Ciências e Suas Tecnologias (I Encuentro Colombo-Brasileño de Enseñanza de las Ciencias y Tecnologías)– Jornada 1. O encontro foi transmitido pelo Canal Maestría Docencia de la Química da UPN no YouTube.

“As relações internacionais do IFRN têm atuado de maneira transversal, e isso tem favorecido o nosso desenvolvimento institucional com uma política de gestão da internacionalização que visa a ampliação das relações com a América Latina e a África, promovendo atividades na pesquisa, no ensino e na extensão” - avaliou a reitora em exercício do IFRN, professora Antônia Silva.

Ações do documento

Página em carregamento