Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Colégio de Dirigentes aprova o parecer do Comitê Covid-19 IFRN
Formato de aulas

Colégio de Dirigentes aprova o parecer do Comitê Covid-19 IFRN

11/02/2022 - Cada campus deve avaliar a situação epidemiológica da sua região

Colégio de Dirigentes aprova o parecer do Comitê Covid-19 IFRN

Na reunião desta quinta-feira (10), o Comitê Covid-19 IFRN apresentou ao Colégio de Dirigentes do Instituto (Codir/IFRN) o último parecer elaborado. O documento foi  finalizado ainda na manhã do dia 10 a fim de trazer os dados o mais atualizados possíveis, levando em consideração o papel do comitê Covid-19 do IFRN que é o de subsidiar os gestores da Instituição quanto à tomada de decisões, com informações fidedignas e com parecer técnico sobre o quadro epidemiológico do estado. A recomendação indicada pelo Comitê foi votada e os membros do Codir/IFRN decidiram seguir as recomendações presentes no parecer.

De acordo com a análise do cenário epidemiológico, o Comitê recomendou a permanência do desenvolvimento das atividades acadêmicas e administrativas preferencialmente de forma remota emergencial e nova avaliação do cenário em sete dias. Os gestores de cada campus vão realizar reuniões locais a fim de definir o funcionamento da unidade a partir dos dados apresentados no documento. As decisões devem ser anunciadas nos canais oficiais de comunicação de cada campus.

O parecer do Comitê Covid-19 IFRN pode ser conferido na íntegra através deste link. O documento traz a análise do cenário da pandemia, com a ocupação dos leitos críticos por região e a taxa de transmissibilidade em cada uma das cidades em que o IFRN possui campus. O Comitê aponta o máximo de ocupação de espaços pelos estudantes correspondente a cada uma das fases do retorno gradual à presencialidade e os indicadores utilizados para a avaliação epidemiológica: taxa de transmissibilidade, percentual de casos novos, ocupação de leitos críticos, e taxa de vacinação (com a exigência, pela Instituição, do passaporte vacinal), entre outros.

O IFRN iniciou o retorno gradual das atividades administrativas e das aulas em novembro de 2021. A reavaliação do cenário epidemiológico para o andamento das fases foi necessário em razão da chegada da variante Omicron no Rio Grande do Norte. De acordo com o parecer do Comitê Covid-19 IFRN, "os dados evidenciam um crescimento de 1018% no número de casos em relação ao mês de dezembro de 2021, o que resultou no crescimento do número de solicitações de leitos críticos e clínicos, pressionando a rede de saúde estadual". No momento em que o documento foi finalizado, 10h35 do dia 10 de fevereiro de 2022, 8 dos 18 hospitais com leitos críticos SUS para Covid-19 encontravam-se com 100% de ocupação dos leitos. A taxa de ocupação dos leitos no estado permanecia acima de 70%, com destaque para a ocupação da região Oeste, que contava com maior grau de ocupação (79,2%).

Conforme o que foi encaminhado na reunião do dia 28 de janeiro de 2022, o Colégio de Dirigentes do IFRN (Codir/IFRN) se reúne todas as quintas-feiras a fim de avaliar o cenário epidemiológico e recomendar posicionamentos quanto ao formato de aulas adotado. A próxima reunião acontece no dia 17 de fevereiro, a partir das 9h.

Acesse:

Parecer 3/2022 - Comitê Covid-19 IFRN

Ações do documento

Página em carregamento