Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Ações da Diretoria de Gestão de Atividades Estudantis em 2021*
Um ano de Gestão

Ações da Diretoria de Gestão de Atividades Estudantis em 2021*

11/01/2022 - Com o objetivo de garantir o acesso e a permanência estudantil, setor desenvolveu ações e serviços voltados a estudantes em situação de vulnerabilidade

Ações da Diretoria de Gestão de Atividades Estudantis em 2021*

Digae atua com o objetivo de proporcionar, aos 41 mil estudantes do Instituto, formação de qualidade

Em um ano atravessado pela pandemia do novo coronavírus, garantir aos estudantes do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) as necessárias condições para a permanência escolar tornaram-se um desafio. E quem esteve à frente dessa missão foi a Diretoria de Gestão de Atividades Estudantis (Digae).

Apesar das dificuldades impostas pela Covid-19, como o ensino remoto, em 2021, a pasta desenvolveu atividades e serviços buscando fortalecer o acesso e a permanência estudantil, além do êxito escolar. Ações como os auxílios emergenciais tornaram possível o acompanhamento do Ensino mesmo que a distância.

A Digae/IFRN atua com o objetivo de proporcionar, aos 41 mil estudantes do Instituto, a permanência no ambiente escolar, sendo tratados de forma igualitária e possibilitando a todos uma formação de qualidade.

Palavras da diretora de Gestão de Atividades Estudantis

Para Valéria Regina Carvalho de Oliveira, que está à frente do setor, muitos foram os desafios enfrentados para chegar aos resultados positivos obtidos no último ano. “Desafios constituídos desde um reaprender das ações que nos pareciam tão bem consolidadas, mas que, em um contexto pandêmico, ganharam outro significado, com características tão peculiares e que nos levavam a reaprender, replanejar e, mais do que nunca, acreditar que seria possível”, disse a diretora.

Valéria Regina explica ainda que a pandemia do Sars-CoV-2 foi o maior desafio durante o ano, “para que se pudesse planejar e operacionalizar as estratégias capazes de oportunizar, a estudantes do IFRN, a retomada das aulas de forma gradual e segura, propiciando, assim, a sua permanência e êxito”.

Ações da Diretoria de Gestão de Atividades Estudantis em 2021

No último ano, a Diretoria divulgou dois editais referentes a auxílios emergenciais de assistência estudantil no contexto do ensino remoto e misto provisório. As ações objetivaram contribuir para a garantia da educação, através do acesso à internet, dispositivos eletrônicos e materiais didáticos a estudantes em situação de vulnerabilidade social. Através dos auxílios, houve a aquisição de, ao todo, 1.590 dispositivos eletrônicos, 904 serviços de internet e 110 materiais didáticos para estudantes com necessidades educativas específicas.

Um dos estudantes contemplados pelos auxílios emergenciais foi Luan Victor de Araújo Assunção, do curso superior de Tecnologia em Gestão Ambiental, do Campus Natal-Central. O jovem revela que a aquisição de um equipamento eletrônico foi muito importante para o acompanhamento de suas atividades acadêmicas durante a pandemia da Covid-19. “Talvez eu até tivesse desistido do curso, devido meu celular ter muitos problemas em relação à bateria, e, possivelmente, não iria aguentar as aulas e os trabalhos. Então, [o auxílio] veio na hora certa e está sendo ótimo”, declarou o estudante.

Em 2021, a Digae publicou o Edital nº 05/2021, que anunciou o Projeto Alunos(As) Conectados(As), conduzido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e operacionalizado pelo IFRN. Por meio do Projeto, foram fornecidos chips telefônicos a estudantes, a fim de contribuir para o acompanhamento do Ensino. Foi o caso da aluna Ellen Luiza da Silva Oliveira, também do curso superior de Tecnologia em Gestão Ambiental, do Campus Natal-Central. Para ela, o Projeto “facilitou a vida de muitos alunos”. Por passar grande parte de seu tempo no interior do município de Parelhas, a estudante diz ter tido sua vida facilitada pelo recurso. “A experiência está sendo ótima, nunca vi algo igual: a internet consegue ser muito rápida e, até hoje, nunca vi ficar instável”.

O setor teve participação na articulação de duas emendas parlamentares, que resultaram no envio de R$ 2 milhões ao Instituto. O recurso financeiro foi empregado diretamente em ações de Assistência Estudantil. Além disso, a Diretoria de Gestão de Atividades Estudantis do IFRN distribuiu, durante 2021, 18.675 kits de alimentação para estudantes em situação de vulnerabilidade.

Perspectiva para 2022

Valéria Regina revela que, para este ano, ficam guardados os aprendizados de quase dois anos de isolamento social, trabalho remoto e trabalho híbrido. Há também a perspectiva dos – aguardados – 100% da presencialidade nos campi da instituição. “Com ela, há a perspectiva de que somaremos os aprendizados, os esforços e os recursos financeiros e humanos para que possamos vencer os novos desafios e, cada vez mais, incluindo um maior número de estudantes em uma educação pública, de qualidade e de formação cidadã”, declarou a diretora da Digae.

*Texto de Luciano Vagno, estagiário de Comunicação Social - Jornalismo na Reitoria

Ações do documento

Página em carregamento