Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / “Cumprir a legislação é a nossa principal função”, afirma diretor de Licitações do IFRN
PLANEJAMENTO 2019

“Cumprir a legislação é a nossa principal função”, afirma diretor de Licitações do IFRN

15/03/2019 - Júlio César Camilo fala sobre atribuições, metas e desafios do setor

“Cumprir a legislação é a nossa principal função”, afirma diretor de Licitações do IFRN

"Sou grato ao apoio da instituição, e quero deixar claro aos colegas que aqui estamos de braços abertos a recebê-los", destaca Julio Cesar Camilo.

A Diretoria de Licitações do IFRN (Dilic) é responsável pelo recebimento dos processos de todos os campi, seja na contratação direta ou nas modalidades tradicionais. Um exemplo disso é o pregão eletrônico e o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC). Ao receber esses processos, os servidores do setor os analisam de acordo com a legislação para dar os devidos encaminhamentos.

No total, o Dilic conta com sete servidores e dois bolsistas. Nesse cenário, os processos antes de chegar a tais funcionários, podem transitar por outros setores institucionais, como a Direção-Geral do campus, e dependendo do tipo de contratação a ser feita, o processo também passa pela Pró-Reitoria de Planejamento (Prodes), para que seja informado à parte orçamentária e siga rumo à próxima etapa -  elaboração de edital ou minuta do contrato.

Projetos

“Temos como meta, a disponibilização da capacitação dos nossos servidores, que também sejam extensivas aos servidores de outros campi. O nosso objetivo é sempre esse: além de atender às demandas dos campi, capacitá-los para que eles fiquem aptos a realizar suas próprias licitações, eventualmente”, disse Júlio César Carneiro Camilo em entrevista a Assessoria de Comunicação Social e Eventos do IFRN (Asce).

Júlio chegou à instituição em janeiro de 1995, e começou trabalhando na portaria interna do Campus Natal-Central. Logo em seguida, foi designado à assessoria do diretor de Administração da época. “Há 21 anos, aproximadamente, estou ligado à essa área. Em 2010, assumi a função de Diretor de licitações”, relata o servidor. “Trabalhar com licitação não é fácil, pois se trata de uma área muito visada, mas não me vejo fora dessa área. É algo que faço com amor e dedicação. Vejo tudo relacionado a meu trabalho positivamente, e destaco em todos esses anos, a colaboração de excelência no trabalho em equipe”.

Desafios

Uma das maiores dificuldades apontadas durante a entrevista se refere a recursos e questionamentos por parte das empresas: a falta de celeridade dos processos, que podem demandar até cinco meses, partindo de sua abertura no protocolo até a conclusão/contratação da empresa. Isso, de acordo com o servidor, pode envolver questionamentos judiciais e empresariais. A capacitação dos funcionários entra em cena como solução: Julio aposta, com base em sua experiência em cursos de capacitação e fiscalização de contratos, na promoção do conhecimento para obter melhorias em procedimentos: “Nossa função aqui é indispensável. Por isso, é importante continuar se capacitando e participar de eventos para ser instruído, o que acredito que faz toda a diferença, se tornando indispensável”, afirma. “Temos uma equipe muito capacitada e comprometida com o que diz a legislação, pois cumprir a legislação é a nossa principal função. Mas, não apenas o que diz a legislação, como também, as recomendações normativas que vêm dos órgãos de controle”, conclui o diretor.

Ações do documento

Tags:
Página em carregamento