Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / Projeto desenvolvido no Campus que beneficia deficientes auditivos é aprovado para Conferência Internacional em Portugal
PESQUISA E INCLUSÃO

Projeto desenvolvido no Campus que beneficia deficientes auditivos é aprovado para Conferência Internacional em Portugal

08/07/2020 - Artigo será apresentado na Centeris 2020

Projeto desenvolvido no Campus que beneficia deficientes auditivos é aprovado para Conferência Internacional em Portugal

Da esquerda para a direita: Luís (professor), Eliza (estudante), Lucas (estudante) e Elenilson (professor). Foto registrada antes da pandemia da Covid-19.

Em sua passagem pelo IFRN os estudantes Lucas Guimarães Pessoa de Carvalho e Maria Eliza Gurgel Fernandes (concluintes de 2019) fizeram o seu trabalho de conclusão de curso pensando em um projeto sobre como a informática poderia contribuir para beneficiar pessoas com deficiência auditiva.


Deficientes auditivos devem ter os mesmos direitos que as demais pessoas, incluindo no que tange ao acesso às manifestações artísticas e culturais proporcionado pela música, que tem se configurado como um ente promotor de socialização e bem-estar. Todavia, esta deficiência tem-se apresentado como um obstáculo para que indivíduos surdos possam vivenciar tais experiências de forma plena.


Pensando nisso, e sob orientação dos Professores Elenilson Vieira da Silva Filho e Luís Rodrigues da Silva Filho, Eliza e Lucas desenvolveram o “Batuque-se”, um projeto que visa facilitar a inclusão de pessoas com deficiência auditiva em atividades musicais. Em resumo, o projeto funciona de maneira a auxiliar estes deficientes a sentirem a música através de uma pulseira, que vibra e partir de sincronismo com um aplicativo móvel.


Com o intuito de auxiliar a relação entre os não-ouvintes e a percepção musical, o projeto visa o desenvolvimento de um dispositivo associado a um aplicativo Android que possa auxiliar surdos na percepção rítmica com percussão a partir de elementos não-sonoros, sendo estes visuais e de vibração.


A pesquisa apresenta resultados positivos e abre espaço para tornar-se um projeto ainda melhor. Devido ao seu valor científico, o artigo do trabalho recebeu aprovação para a International Conference on ENTERprise Information Systems (Centeris), conferência internacional que reúne projetos de tecnologia de informação e sistemas de informação de várias partes do mundo.


O projeto ganhou continuidade em 2020 e está sendo trabalhado com outros alunos, agora do 3º. ano do curso técnico integrado em Informática. “Posteriormente, foram realizados testes do protótipo com indivíduos na condição abordada. Com isso, esperamos contribuir para trabalhos futuros que envolvam temas como a acessibilidade e inclusão de pessoas surdas”, comenta Elenilson.


Por dentro do aplicativo
No "Batuque-se"há uma lista de instrumentos de percussão que podem ser selecionados e, a partir da seleção, o ritmo do instrumento poderá ser percebido através de sinais transmitidos via bluetooth em forma de impulsos elétricos para o dispositivo no pulso. Metodologicamente, o protótipo construído consiste na implementação dos componentes eletrônicos, incluindo a plataforma Arduino.


A edição 2020 da Centeris será realizada de 21 a 23 de outubro, em Vilamoura, Algarve, Portugal. Este ano, devido à pandemia da Covid-19, o evento será realizado de maneira virtual e remota. Acesse o site da Centeris para saber mais sobre o evento:

Centeris 2020



Sobre:
A Centeris é o lugar onde acadêmicos, cientistas, profissionais, gerentes e provedores de soluções de todo o mundo têm a oportunidade de compartilhar experiências e melhores práticas, trazer novas idéias, debater questões e apresentar os últimos desenvolvimentos em tecnlogia da informação (TI) / Sistema de Informação (SI) corporativo.
Com informações do site da Centeris.

Ações do documento

Página em carregamento