Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / Parceria entre IFRN, Uern e UFRN busca impulsionar vacinação contra a Covid-19 no RN
EXTENSÃO

Parceria entre IFRN, Uern e UFRN busca impulsionar vacinação contra a Covid-19 no RN

28/05/2021 - Estudantes e servidores das três instituições poderão se voluntariar nas ações do projeto

Parceria entre IFRN, Uern e UFRN busca impulsionar vacinação contra a Covid-19 no RN

“Vacina é Vida” prevê ações voltadas à vacinação contra o novo Coronavírus.

Na última terça-feira (25), representantes do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realizaram uma reunião, de forma virtual. O objetivo do encontro foi a desenvolvimento do projeto de Extensão “Vacina é Vida”, da UFRN, através da parceria entre a Universidade, o Instituto Federal e a Universidade do Estado do RN (Uern).


A ação busca possibilitar aos estudantes e servidores das três instituições participarem, de forma voluntária, de ações voltadas à vacinação contra o novo coronavírus. Pelo IFRN, estiveram presentes o reitor do Instituto, professor José Arnóbio, a pró-reitora de Extensão, professora Denise Momo, a diretora de Gestão de Atividades Estudantis (Digae), assistente social Valéria Regina e o diretor da Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DIGTI), professor André Gustavo.


Também marcaram presença os diretores-gerais dos campi Canguaretama, Ceará-Mirim, Currais Novos, Jucurutu, Lajes, Pau dos Ferros, Parelhas e Parnamirim. Pela UFRN, estavam a assessora especial da Reitoria, professora Ângela Paiva, organizadora da reunião e reitora da UFRN entre 2011 e 2019, e o pró-reitor adjunto de Extensão, professor Edvaldo Vasconcelos.

Ações voluntárias na vacinação


Junto à Valéria Regina, Denise Momo representa o IFRN na Coordenação-Geral do projeto. Denise conta que foram definidas duas linhas de frente para as ações que serão desenvolvidas. Em ambas, estudantes e servidores do IFRN, da Uern e da UFRN poderão participar voluntariamente. “Haverá as atividades administrativas, destinadas a acolher as pessoas, preencher manualmente a carteirinha de vacinação, organização no fluxo da vacinação em filas, prestar informações; além da parte operacional administrativa, para inserir os dados dos cidadãos na plataforma RN+ Vacina”, disse Momo. A professora ainda acrescentou que a iniciativa está em fase inicial, com abertura de inscrições para voluntariado somente após a operacionalização do projeto, "com a garantia de vacina, tempo para imunização e demais questões necessárias". No IFRN, Valéria Regina já conduziu uma reunião prévia com as equipes de saúde, onde apresentou o projeto: "O Vacina é Vida foi muito bem aceito. Da primeira reunião já surgiram várias sugestões, pontuadas principalmente diante das especificidades do Instituto. Temos de encaminhamentos agora e aprofundar a discussão sobre tais especificidades" , disse.

A segunda parte das ações é referente à aplicação das vacinas. Para essa etapa, profissionais e estudantes de nível médio técnico e superior de Enfermagem ou Medicina poderão, voluntariamente, realizar a vacinação. “Os municípios terão de imunizar nossos alunos e servidores que vão se voluntariar, para que eles comecem suas atividades presenciais. Na sequência, vamos para a operacionalização do projeto”, contou Denise, que acrescentou: “Para mim, também é novo, porque estarei dentro de um projeto de Extensão da UFRN. Farei essa ponte entre o IFRN e esse grupo de pessoas junto a estudantes e servidores do Instituto”.


Idealização do projeto

O projeto de Extensão “Vacina é Vida” é promovido pela UFRN, e vem sendo desenvolvido desde janeiro de 2021. Denise relata que o projeto foi criado a partir do Movimento Mulheres do Brasil, do qual a professora da UFRN e advogada Ana Beatriz Presgrave faz parte. Em 28 de abril deste ano, o reitor do Instituto Federal, professor José Arnóbio, o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, professor Avelino de Lima, e a pró-reitora de Extensão, Denise Momo, foram convidados para representar o IFRN e a participarem da primeira reunião sobre o projeto.

Ações do documento

Página em carregamento