Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / IFRN integra ranking das instituições de ensino mais sustentáveis do mundo
RECONHECIMENTO

IFRN integra ranking das instituições de ensino mais sustentáveis do mundo

06/12/2019 - UI GreenMetric é divulgado anualmente pela Universidade da Indonésia, desde 2010

IFRN integra ranking das instituições de ensino mais sustentáveis do mundo

Instituto Federal no RN conta com 21 campi espalhados pelo estado, além da Reitoria, cuja sede fica na capital potiguar. Imagem: reprodução.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) está entre as instituições de ensino mais sustentáveis do mundo, de acordo com o UI GreenMetric - World University Rankings 2019, divulgado hoje (3), pela Universidade da Indonésia. Elaborado anualmente, desde 2010, o ranking classifica as instituições que desenvolvem as melhores práticas e programas sustentáveis em seus campi.


Para chegar ao resultado, são avaliados seis indicadores: áreas verdes (infraestrutura), consumo de energia, gestão de resíduos, tratamento de água, mobilidade e educação ambiental. Na edição 2019, o ranking relacionou um total de 779 instituições públicas e privadas, entre as quais, 28 brasileiras. O IFRN foi o único instituto federal das regiões Norte e Nordeste presente na relação.


“O resultado é fruto de um esforço contínuo, relacionado às questões ambientais. Desenvolvemos diversas ações de diferentes proporções que, somadas, nos colocaram em uma posição de destaque. Entre elas podemos ressaltar a implantação de usinas fotovoltaicas, a construção de reservatórios de captação de águas pluviais, a substituição de lâmpadas fluorescentes pela iluminação de LED, além de campanhas desenvolvidas para diminuir o uso de papel e o consumo de copos descartáveis”, afirma o professor Marcos Oliveira, reitor em exercício.


Além do ranking, a GreenMetric organiza eventos internacionais para a discutir projetos voltados à sustentabilidade ambiental como o “International Workshop on UI GreenMetric”.


Usinas Fotovoltaicas

Pioneiro no que diz respeito a energia solar, o IFRN se tornou a primeira instituição pública de ensino do Brasil a aderir ao sistema de compensação de energia regulamentado pela Resolução Normativa 482/2012 da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL. Atualmente, está entre as instituições públicas que mais geram energia limpa no país, uma vez que todas as suas unidades (Reitoria e 21 campi), contam com usinas solares. Somadas, elas têm o potencial para gerar até 3,36 GWh/ano, que representa uma diminuição de emissão anual de 339 toneladas de CO2 na atmosfera, além de uma economia anual na ordem de R$ 1,3 milhão.


Projeto Campus Verde

O Projeto Campus Verde foi criado no final de 2011 com objetivo de promover ações de consumo consciente e de preservação ambiental em todo o Instituto. Entre os resultados, destacam-se a implantação de coletores de lixo seletivo, entre eles, um específico para pilhas e baterias. O projeto também proporcionou uma redução de cerca de 90% no consumo de copos descartáveis. Em 2014, o IFRN foi agraciado com o Selo A3P de Sustentabilidade na Administração Pública, conferido pelo Ministério do Meio Ambiente. No ano seguinte, a Instituição teve a sua Política Socioambiental aprovada pelo Conselho Superior.


Ações do documento

Página em carregamento