Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / Alunos do Campus participam da Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica
TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Alunos do Campus participam da Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica

20/09/2018 - Ainda em viagem a Natal, grupo conheceu o Instituto Metrópole Digital, da UFRN

Alunos do Campus participam da Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica

Delegação do Campus Pau dos Ferros no Campus Natal-Central do IFRN, que sediou a OBR estadual. Uma das equipes recebeu medalha de premiação extra na categoria "Inovação".

No último final de semana (15 e 16), um grupo de 25 alunos do curso técnico integrado em Informática, sob orientação dos Professores Elenilson Vieira da Silva Filho e Manoel do Bonfim Lins de Aquino, viajaram à capital potiguar. O objetivo: participar da etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que foi sediada no Campus Natal - Central do IFRN.


Na mesma viagem, os alunos tiveram a oportunidade de realizar visita técnica ao Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Eles foram acompanhados pelo Professor Elenilson Vieira,


Participação na Etapa Estadual da OBR

Através de equipes, os alunos do Campus Pau dos Ferros puderam incrementar ainda mais o aprendizado sobre robótica. Além de colocarem em prática os conteúdos vistos em salas e laboratórios, o Campus ainda registrou premiação, reconhecida à Equipe Irineu, que levou premiação extra na categoria "Inovação". A equipe é formada pelos alunos: Eduardo Queiroz, Ítalo Vinícius, João Pedro Estevam e Marcus Vinícius. A medalha de premiação foi concedida em virtude de a equipe ser a única que fez uso de um equipamento chamado "Raspberry Pi" para a obtenção e interpretação de dados, como também para controle dos demais componentes do robô.


Para o Professor Elenilson Vieira, que esteve com os alunos durante a competição, a Olimpíada contribui para o crescimento intelectual dos alunos: "A Olimpíada Brasileira de Robótica é um grande evento não só nos dias em que acontece, mas também no fato de ajudar no crescimento intelectual dos alunos, que se preparam o ano inteiro para isso. O Campus Pau dos Ferros teve a maior delegação de competidores, o que mostra que a distância física não é um limitador para os nossos alunos. Todos foram muito bem, cresceram muito durante a competição. (...) Ano que vem a nossa meta é classificar para a Etapa Nacional", detalha o Professor.

Os alunos também comentam a experiência: "A olimpíada nos traz uma oportunidade de colocar em prática nossos conhecimentos da área da programação e da eletrônica de uma maneira dinâmica, além de nos fornecer incentivo à obtenção de mais informações. Além disso, propicia a interação entre os componentes da equipe e até mesmo entre as equipes, através do compartilhamento de experiências e da troca de saberes", relata João Pedro.

"Participar da OBR me proporcionou a chance de adquirir conhecimentos que eu achava praticamente inacessível para mim, além de me dar um grande incentivo de escolher o curso que eu desejo fazer na faculdade", comenta Ítalo Vinícius

A Etapa Estadual contou com duas etapas: uma teórica e outra prática, sendo que nesta última os competidores tiveram que construir e programar um robô com o objetivo de vencer obstáculos para salvar vítimas em um ambiente que simula um cenário de demolição.


Visita ao Instituto Metrópole Digital
Na mesma visita a Natal, os alunos e professor participaram de uma visita técnica ao Instituto Metrópole Digital (IMD), da UFRN. O grupo foi recebido pelo Vice-Diretor do IMD, Adrião Duarte Dória Neto; pela coordenadora do Programa Talento Metrópole, Izabel Hazin e por Dalila Monteiro Maia.

Na visita, foram apresentados o Parque Tecnológico Metrópole Digital, empresas incubadas, produção de jogos digitais, o Programa Talento Metrópole, além de conhecerem de perto a estrutura do supercomputador do IMD.  "O objetivo da visita foi oportunizar que os alunos conhecessem o que o IMD oferece, tanto quanto a curso, quanto à infraestrutura e oportunidades, não só enquanto alunos, mas também enquanto empreendedores", comenta o Professor Elenilson. "


Visita Técnica IMD"A visita técnica ao IMD foi uma excelente oportunidade, pois nenhum dos alunos sequer sabia o que era de perto o IMD. Eles tiveram a oportunidade de conhecer outros estudantes que desenvolvem atividades muito promissoras, como é o caso dos alunos do Talento Metrópole de Natal e o desenvolvimento de Jogos Digitais, que empolgou a grande maioria.", relata Elenilson.


Os alunos comentam sobre a experiência de conhecer o IMD: "Pudemos aumentar o interesse nessa área e visar a nossa vida acadêmica e profissional.", comenta o aluno Eduardo Almeida.


"Conhecer o IMD foi uma experiência bastante inspiradora, pois além de possuir toda uma estrutura para que os jovens possam escolher sua carreira, existem também vários projetos e iniciativas voltadas com o intuito de promover as novas ideias. E ficar em 9° lugar da OBR foi algo que gostei muito, pois além da experiência adquirida, pude perceber que ainda podemos evoluir cada vez mais. Para o próximo ano nossa equipe está focada em corrigir todos os erros que possuímos hoje e melhorar o nosso robô para que ele possa classificar para a Etapa Nacional", frisa José Matheus Bento.



::: CONTEÚDO RELACIONADO:
19/09/2018: Campus Natal-Central sediou Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica.

Ações do documento

Página em carregamento