Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Central / Notícias / Projeto do Campus Natal-Central usa tecnologia a serviço da saúde, no combate à COVID-19
Pesquisa

Projeto do Campus Natal-Central usa tecnologia a serviço da saúde, no combate à COVID-19

19/05/2020 - Iniciativa une pesquisa e extensão, aplicando teoria à prática para evitar contaminação das pessoas

Projeto do Campus Natal-Central usa tecnologia a serviço da saúde, no combate à COVID-19

Com a missão de contribuir no combate ao Coronavírus, em meio à pandemia que atinge todos os países do mundo, o projeto "AccessControl.IoT.Heatlh - Túnel Sanitário com controle de acesso físico, monitoramento de temperatura e desinfecção", coordenado pelo professor Moisés de Brito Souto, do Campus Natal-Central do IFRN (CNAT-IFRN), utiliza tecnologia a serviço da sociedade. O projeto do grupo de pesquisa “CCSL IFRN” foi pensado levando-se em conta que, mesmo com a futura diminuição de novos casos diários de infectados e do retorno gradual às atividades, as medidas de prevenção ao vírus deverão ser permanentes.

O grupo de pesquisa dessa iniciativa objetiva unir as áreas de Pesquisa e de Extensão para o desenvolvimento colaborativo de um software de consultoria e treinamento, com excelência em inovação aberta. Dessa forma, o "CCSL IFRN" tem sido a engrenagem para o desenvolvimento e para experimentos do protótipo do projeto de combate à COVID-19. O projeto teve início a partir da utilização de um sistema de controle de acesso previamente desenvolvido no CCSL, junto com um módulo de detecção da temperatura de indivíduos e de uma estação para descontaminação.

A iniciativa visa utilizar o protótipo para monitoramento e identificação de indivíduos sintomáticos, aliado ao uso de um módulo de desinfecção e outro de controle de acesso físico. Essas tecnologias serão programadas para fazer uma triagem das pessoas, por meio de ferramentas e de métodos seguros, em locais de alta circulação de pessoas. Para isso, o software “Blender” foi utilizado no processo de modelagem do protótipo em três dimensões (3D). Foram necessários ajustes até chegar a um modelo para as estações. Dessa forma, espera-se contribuir no combate à Covid-19, tanto no aspecto do diagnóstico quanto na prevenção, em locais com grande concentração de cidadãos.

Esse projeto de pesquisa implica no desenvolvimento de um EPC (Equipamento de proteção coletiva), para auxiliar na contenção e no controle da epidemia no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN, Natal – Central). Com a possível volta às aulas - em meio a uma situação que provavelmente não estará totalmente controlada - corre-se o risco iminente de novos surtos de contaminações. Nessa perspectiva, o EPC visa à prevenção das contaminações em massa. O valor total que será aportado no desenvolvimento e instalação dos protótipos é de R$ 138.720,60.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN, Natal- Central) possui um alto índice de crianças e de adolescentes. Dessa forma, é imprescindível utilizar medidas de segurança quando houver o retorno às atividades presenciais. Os resultados esperados do projeto são de extrema importância para a sociedade, quando atua diretamente na prevenção do contágio; para a academia, na consolidação do conhecimento, através da aplicação da teoria à prática, em busca de uma alternativa de enfrentamento ao grave problema de saúde em questão; e para o governo, dentro da perspectiva de uso do equipamento também em hospitais do SUS, visto que pode ser um aliado na prevenção de propagação do vírus, reduzindo, assim, a sobrecarga da rede de saúde pública.

Fundado por um grupo de três professores e de três alunos, em 2012, no Campus Caicó, o CCLS-IFRN expandiu suas atividades para o Campus Natal-Central e atualmente possui um laboratório com duas salas no CRN/INPE/Natal. O centro conta com quatro professores diretamente envolvidos, de 35 alunos dos diferentes níveis de educação, além de colaboradores externos. O grupo foi premiado em feiras nacionais e internacionais, sendo reconhecido por seu trabalho na coleta de dados ambientais por instituições de renome no mundo todo.

A realização do projeto "AccessControl.IoT.Heatlh - Túnel Sanitário com controle de acesso físico, monitoramento de temperatura e desinfecção" se tornou possível devido à realização do Edital do CONIF/SETEC, que viabilizou os recursos necessários à construção, em pouco tempo, de um protótipo para validação de conceito. O projeto do CCSL-IFRN foi aprovado no edital nacional do CONIF - enfrentamento à pandemia da COVID-19, em 4º lugar, entre 96 projetos de altíssimo nível, desenvolvidos por toda a Rede Federal.

São membros do grupo de pesquisa: Prof. Moisés Cirilo de Brito Souto, MsC.- Coordenador do Projeto (Campus-Natal Central); Prof. Bruno Augusto Ferreira Vitorino, DsC (Campus Canguaretama); Prof. Max Miller da Silveira (Campus-Natal-Central); MsC. Denner Robert da Silva (estudante do Curso Superior em Redes de Computadores, Campus Natal-Central); Carolyna Cibelly Fernandes de Almeida (estudante do Curso Superior em Redes de Computadores, Campus Natal-Central); Eduardo de Moura Oliveira Filho (estudante do Curso Superior em Redes de Computadores, Campus Natal-Central); Matheus Phranco de Andrade Oliveira (estudante do Curso Superior em Redes de Computadores, Campus Natal-Central); Wellington Silva de Oliveira (estudante do Curso Técnico Integrado, Campus Natal-Central); e Rodrigo de Oliveira Dantas Pamplona (estudante do Curso Superior em Redes de Computadores, Campus Natal-Central).

 

 

 

 








Ações do documento

Página em carregamento