Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Central / Notícias / IFRN tem dez equipes na final da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia
FEBRACE

IFRN tem dez equipes na final da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia

02/04/2020 - Os projetos concorrem ao Prêmio Votação Popular até 04 de abril

IFRN tem dez equipes na final da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia

Projetos podem ser votados através da Febrace Virtual

Entre os dias 23 de março e 4 de abril, um grupo de dez equipes do IFRN integra a fase final da edição 2020 da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace). Os campi Caicó, Ceará-Mirim, Ipanguaçu, Lajes, Mossoró, Natal-Central, Natal-Zona Norte e Santa Cruz têm projetos nas áreas Biomédica, Ciência e Tecnologia de Alimentos, Economia Doméstica, Eletrônica, Eletrotécnica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Materiais e Metalúrgica e Química. 

Com 345 equipes finalistas, os projetos concorrem ao Prêmio Votação Popular até 04 de abril. Para votar, os interessados podem clicar no link de cada projeto, descritos abaixo:

Campus Caicó

Projeto Energy Harvesting: um sistema de captação de energia baseado no método de dispersão magnética.
Descrição Esta pesquisa visa criar um sistema baseado no método da captação de energia para suprimento energético de uma rede de comunicação sem fio capaz de determinar grandezas climáticas do ambiente.
Envolvidos Carolinny Silva, João Dantas e Joey Silva com orientação de Jonas Araújo
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/32/

 Campus Caicó

Projeto Living with wings – Plataforma de jogos digitais em software e hardware adaptados para pessoas sem os membros superiores.
Descrição Equipamento eletrônico através do qual pessoas que não possuam os membros superiores, parcial ou totalmente, possam controlar personagens em um jogo digital 
Envolvidos João Silva e Luana Medeiros, com orientação de Francisco Júnior e Daniel Macedo
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/17/

Campus Ceará-Mirim

Projeto Sistema interativo para a reabilitação fisioterapêutica: um fisiogame para uso adulto e infantil (SIRF)
Descrição Sistema de gameterapia que busca combater o desinteresse do usuário em executar movimentos fisioterápicos, através de um personagem interativo.
Envolvidos Amanda Oliveira e Iara Silva, com orientação do professor Gilvan Borba
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/71/

Campus Ipanguaçu

Projeto Purificação através da moringa: uma solução para a escassez de água.  representa o Campus Ipanguaçu;
Descrição Visa apresentar a planta moringa, que traz benefícios para a sociedade e o meio ambiente, objetivando, principalmente, a resolução de problemas hídricos, através da purificação de água de efluente, em locais sem acesso a água
Envolvidos Luiza Medeiros e Amyna Costa, com orientação de Wesley da Silva e Diogo Bezerra
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/EXA/271/

Campus Lajes

Projeto Sistema de iluminação alternativo feito de materiais reciclados.
Descrição O projeto tem como meta levar luz para pessoas de baixa renda através de uma lâmpada confeccionada com materiais reciclados.
Envolvidos Carlos Cruz e Wancleiton de Oliveira, com orientação de José Melo e Leandro Bezerra
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/SOC/333/

Campus Mossoró

Projeto Installation Organizer
Descrição Aplicativo identificador de circuitos em instalações elétricas, que busca promover a segurança dos profissionais da área e diminuir o tempo de manutenção elétrica de edificações.
Envolvidos Daniel Maynarde, Flávia Raiany e Maria Vitória , com orientação dos professores Marinaldo Pinheiro e Jonathan Paulo
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/33/

Campus Natal-Central

Projeto AIRQ
Descrição Tem o objetivo de realizar a verificação da qualidade do ar por meio da detecção dos principais poluentes atmosféricos, de modo a ser mais acessível e a oferecer uma boa funcionalidade
Envolvidos Klicyelle Araújo, Leonardo Barros e Keyvisson Silveira, com orientação do professor Moisés Souto
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/1/

Campus Natal-Zona Norte

Projeto Edible Film – Biofilmes para conservação de alimentos
Descrição Desenvolvimento uma solução alternativa para reduzir as perdas observadas por produtores agrícolas: um biofilme à base de quitosana, polímero comestível, de propriedades atóxicas e biodegradáveis.
Envolvidos Rayslanny Oliveira, com orientação de Roberto Lima e Paulla Sousa
 Link  https://febrace.org.br/virtual/2020/AGR/330/

 Campus Natal-Zona Norte

Projeto Eficiência de argilas na adsorção de pesticidas
Descrição Sistema de tratamento produzido com insumos de baixo custo, como alternativa para evitar ou corrigir o problema da contaminação ambiental
Envolvidos David Garcia, Ana Castro e Glauber Lima, com orientação de Roberto Lima e Celyna Rackov
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/341/

Campus Santa Cruz 

Projeto Desenvolvimento de Plataforma para Estudos de EMG
Descrição Tentativa de aperfeiçoar a qualidade do aparelho de Eletromiografia (EMG), tornando-o mais eficaz e amenizando as interferências que atrapalham a captação dos sinais musculares
Envolvidos Eyshila Farias, Ellen Confessor e Leôncio Neto, com orientação do professor Rodrigo Barreto
Link https://febrace.org.br/virtual/2020/SAU/178/


Febrace

A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que, todo ano, realiza, na Universidade de São Paulo, uma grande mostra de projetos. Desde 2003, a FEBRACE tem descoberto novos talentos e gerado oportunidades. Sua história é composta por alunos, professores, pais e escolas que, juntos, mostram à sociedade brasileira que aprendem a aprender, que podem querer e que podem fazer. O evento, realizado desde 2003, acontece online pela primeira vez: em virtude da pandemia do Covid-19, a organização cancelou as atividades presenciais, que aconteceriam de 16 a 20 de março.

Entre os objetivos do evento, a Febrace busca estimular novas vocações em Ciências e Engenharia, através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores, ao mesmo tempo em que tenta aproximar as escolas públicas e privadas das universidades, criando oportunidades de interação entre os estudantes e professores dessas comunidades acadêmicas.

Ações do documento

Página em carregamento