Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Central / Notícias / Equipes do CNAT são medalhistas na 14ª Olimpíada Nacional de História do Brasil
ONHB

Equipes do CNAT são medalhistas na 14ª Olimpíada Nacional de História do Brasil

25/08/2022 - Fase final aconteceu no último dia 20 de agosto

Equipes do CNAT são medalhistas na 14ª Olimpíada Nacional de História do Brasil

Foto: Cláudia Escóssia

No último dia 20 de agosto, aconteceu a fase final da 14ª Olimpíada Nacional de História do Brasil (ONHB), promovida pela Universidade de Campinas (UNICAMP), cujo tem foi "A importância das mulheres na história e na sociedade brasileira". A etapa foi seguida da premiação, no dia 21 de agosto. As equipes do Campus Natal-Central (CNAT), "Missão Argonautas" e "10º Milênio" foram premiadas na competição, com medalhas de bronze, e tiveram orientação dos professores Francisco Carlos de Oliveira e Gileno Câmara de França. 

Segundo o professor Francisco Carlos, foram 11 mil e 400 equipes inscritas ao todo. Foram seis etapas on-line e uma presencial, na qual as 320 melhores equipes do Brasil estiveram presentes, dentre as quais, as duas premiadas foram do CNAT.  

Os alunos e professores foram recebidos nesta quinta-feira, 25 de agosto, pelo Diretor-Geral do Campus Natal-Central, professor Jonas Lemos, que parabenizou as equipes, reforçou o compromisso da gestão em apoiar a participação dos estudantes em eventos educativos como a ONHB e salientou a capacidade da conquista: "Sonhem alto, vocês são do tamanho dos seus sonhos".

Na ocasião, o docente Francisco Carlos falou sobre a importância do trabalho coletivo "A preparação consistiu em orientações em conjunto entre equipes e professores. Cada equipe tinha autonomia para discutir as questões. Contamos especialmente com os professores de Português, nessa preparação, para os alunos aprenderem sobre como elaborar argumentos, com o auxílio dos professores Milson Santos, Maria Tania Florentino, Érika Bezerra, Kalina Paiva, em um trabalho interdisciplinar essencial. Esse trabalho só reforça que nossa Instituição, embora historicamente seja técnica e profissional, é capaz de proporcionar conhecimento humanístico de alto nível". O professor Francisco Carlos acrescentou, ainda, "Levamos duas equipes para a final da XIV ONHB. Ambas, foram medalhas de bronze. Portanto, nesse sentido, tivemos 100% de aproveitamento". 

De acordo com o professor Gileno de França, essa experiência é inigualável para os alunos: "É uma experiência acadêmica única, pois permite unir aprendizados sobre História, Geografia e Língua Portuguesa, além da experiência pessoal de viajar para fora do estado, conhecer outras realidades". Realidades que tornaram as vivências de Breno Aleksander Cruz e de Lara Faustino únicas. 

Segundo Breno, "A experiência me ensinou a pesquisar, a conhecer e a ter uma visão crítica da História e não a decorar como antes". Já a aluna Lara Faustino, também, saiu transformada, destacando a solidez dos aprendizados que transcendem o evento em si: "A oportunidade da democratização do conhecimento é única. Compreender o passado, entender o presente e mudar o futuro, integrando alunos e professores, através da disponibilização de recursos e vários espaços para estudo. A medalha é algo simbólico, os ensinamentos ficam".

Ações do documento

Página em carregamento