Você está aqui: Página Inicial / Campi / Ipanguaçu / Notícias / Campus retoma aulas remotas por 15 dias devido a quantidade de servidores afastados
Ensino Remoto

Campus retoma aulas remotas por 15 dias devido a quantidade de servidores afastados

28/01/2022 - Ao todo, 26 servidores encontram-se em isolamento. Atividades como a merenda escolar estão comprometidas.

Campus retoma aulas remotas por 15 dias devido a quantidade de servidores afastados

Na manhã desta sexta-feira (28), em reunião conjunta entre a Comissão Local de Enfrentamento à Covid-19, Colégio Gestor e alunos representantes de turma do Campus Ipanguaçu, foi decidido o retorno das atividades do campus ao modelo remoto emergencial pelo período de 15 dias (31/01 a 11/02), em virtude da paralisação e comprometimento das atividades devido ao número elevado de servidores afastados, com sintomas gripais, de covid-19 ou acompanhando familiares sintomáticos ou positivados. 

No momento, o campus possui 26 servidores em isolamento, dos quais 11 são docentes, 09 terceirizados e 06 técnicos. O quadro tem prejudicado a realização de aulas presenciais, dificultado a manutenção de espaços escolares e da Fazenda-Escola e comprometido o gerenciamento da oferta da merenda escolar, que está com as merendeiras afastadas.

Reuniões realizadas na semana

Com o fim do recesso escolar na segunda-feira (24), a gestão do campus procurou organizar os primeiros diálogos com a comunidade acadêmica e seus representantes. 

Nos dias 26 e 28 de janeiro, últimas quarta e sexta-feira, o Campus Ipanguaçu realizou reuniões entre gestores, professores, técnicos, representantes de turma e a Comissão Local Covid-19 para dialogar sobre o agravamento da pandemia devido à nova variante Ômicron e seu reflexo no funcionamento e afastamento de servidores do campus. Em ambas as oportunidades, o Diretor Geral do campus, Geraldo Júnior, apresentou a situação da pandemia no RN, na região do Vale do Açu e o quadro de acompanhamento de servidores e alunos afastados com sintomas gripais/covid-19, sendo observável o agravamento no curto período de tempo.

Durante a Reunião Pedagógica (26), professores, técnicos-administrativos e alunos puderam compartilhar suas perspectivas e ansiedades com a manutenção do cenário atual, havendo aqueles receosos com a possibilidade de avanço de fase para uma presencialidade de 100%, dentro de uma alta taxa de contaminação do coronavírus, vivenciando casos e óbitos próximos, enquanto outros expressaram o desgaste mental e emocional advindo do ensino remoto emergencial. A partir desse primeiro diálogo, foram tirados encaminhamentos como: maior transparência das decisões da Comissão e do Campus sobre o avanço, manutenção ou regressão de fases, maior contato com a comunidade para repasse de informações, procedimentos para notificação de casos e aviso sobre novas reuniões.

Próximos passos

Na reunião desta sexta-feira (28) foi definido o período de 31/01 a 11/02 como para acompanhamento dos casos do campus (servidores e alunos), recuperação daqueles que estão em isolamento, avaliação de novos procedimentos e realização de novos encontros com a comunidade acadêmica (estudantes, professores, técnicos e gestores) para os próximos dias, oportunizando diálogos e encaminhamentos, estando marcadas as seguintes reuniões:

  1. Reunião entre Representantes de Turma, ETEP e DIAC - 31/01;
  2. Reunião das Coordenações de Curso - 01/02;
  3. Reunião Pedagógica (professores e técnicos) - 02/02;
  4. Reunião com pais e alunos (transmissão aberta à comunidade), com data a ser comunicada (previsão entre 03 e 04/02).

Os estudantes devem entrar em contato com os seus representantes de turma para apresentar demandas e dúvidas na reunião da próxima segunda-feira (31). As decisões tomadas até o momento procuram enfrentar as dificuldades ocasionadas pelo afastamento dos servidores e podem ser revistas nos diálogos com a comunidade.

A gestão avalia a possibilidade do retorno 100% presencial após o período de alta nos afastamentos e casos de covid-19/gripais na comunidade. A colaboração da comunidade acadêmica na manutenção dos cuidados de saúde comunitários contribuirá com a viabilidade desse retorno.

Ações do documento

Página em carregamento