Você está aqui: Página Inicial / Campi / Currais Novos / Notícias / Projeto de Extensão Spanglish realiza de forma virtual seu primeiro seminário/aula
SEMINÁRIO VIRTUAL

Projeto de Extensão Spanglish realiza de forma virtual seu primeiro seminário/aula

29/09/2020 - A aula, realizada no dia 25 de setembro, contou com uma banca de avaliadores de servidores do Instituto e de pessoas externas.

Projeto de Extensão Spanglish realiza de forma virtual seu primeiro seminário/aula

O projeto de extensão SPANGLISH: Formação continuada de docentes de línguas estrangeiras das escolas públicas da cidade de Currais Novos e Região está atendendo docentes e estudantes de língua inglesa e espanhola da cidade de Currais Novos/RN e região, possibilitando capacitação para melhoria da educação pública da cidade nas duas disciplinas. 

O projeto possui um curso de mesmo nome e a primeira turma está na fase de seminários/aulas. O projeto, aprovado pelo edital Nº. 02/2020-PROEX/IFRN-Programa de Apoio Institucional a Projetos de Extensão acontece desde o mês de maio de forma remota em virtude da pandemia. Na primeira fase os participantes tiveram a oportunidade de aprender sobre métodos tradicionais de ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras e sobre a teoria pós-método embasada no livro Beyond Methods Macrostrategies for Language Teaching de Kumaravadivelu (2003). 

A primeira aula foi dada dia 25 de setembro pelo estudante de letras-espanhol da UFRN-CERES Currais Novos Lucas Lira que aponta que “O projeto é um respiro em tempos de desencontros e desesperanças como o que estamos vivendo agora, ele (o projeto) nos possibilita analisar os nossos métodos de ensino e conhecer ‘novos métodos’, que buscam cada vez mais colocar os alunos como protagonistas do ensino, trazendo assim debates de temas transversais em um momento que querem tanto amordaçar nossa educação. Participar desse momento, me fez perceber o quão importante é a formação continuada para o fazer docente, pois ao recebermos os apontamentos, podemos levar para nossas salas de aula uma metodologia baseada em novos conceitos e as críticas construtivas nos ajudam nesse processo para uma formação holística”.

 A coordenadora do projeto é a docente de língua inglesa do IFRN Campus Currais Novos Cristiane Cruz que aponta que “o projeto tem capacitado tanto docentes experientes quanto estudantes de letras de inglês e espanhol fazendo uma troca de experiências bastante salutar e que nos dá forças para aprimorar cada dia mais a formação docente dada pelo instituto de forma gratuita e de qualidade, tão importante nos dias de hoje”. 

A servidora Joelma Tito, Historiadora e Técnica em Assuntos Educacionais do Campus, considera que “a aula desenvolvida por Lucas é muito instigante, trazendo à tona personagens pouco abordados pela historiografia tradicional, de modo a desconstruir uma história da América Latina fundada na invisibilidade da população negra. Com esta potência desconstrutiva, a aula se desenrola através da apresentação e problematização de conceitos como descoberta e exploração, fundamentais para repensarmos o processo colonial violento promovido pelas metrópoles europeias. Como ponto a ser melhorado no planejamento e desenvolvimento da aula, destacamos a ausência de estratégias que propiciem uma participação mais efetiva dos estudantes enquanto sujeitos do processo educativo.”

Na aula de Lucas Lira a servidora Priscila Seabra participou da banca como avaliadora da área de línguas estrangeiras e diz que “Lucas trouxe para a aula de espanhol uma discussão absolutamente necessária sobre as origens coloniais do racismo no Brasil e colocou a língua espanhola em uso efetivo para fomentar reflexões sócio-históricas e também subjetivas”. 

A coordenadora de extensão Isandra França tem contribuído sempre com a emissão de certificados aos participantes e ajudado em todas as fases do projeto, mesmo em período de pandemia o que facilitou, segundo a coordenadora, todo o trabalho desenvolvido. Também fazem parte do projeto as alunas Eline Lima como bolsista e Kelly Medeiros como voluntária. A banca de avaliadores conta com a servidora aposentada Rejane Ferreira, a professora do estado Luciene Vieira e mais as servidoras do campus Daniela Terto e Maria das Graças Oliveira e as servidoras Sabrina Guede e Ana Mércia Duarte de outros campi do instituto. 

A segunda aula ocorreu dia 28/09 (19h às 21h) e os próximos encontro acontecerão pelo google Meet e as datas são 30/09 (das 16h às 18h) e 05/10 (das 1h às 18h) Serão disponibilizados certificados aos professores; à banca e aos ouvintes que solicitarem. 

Interessados devem enviar e-mail solicitando link da reunião para elinelima870@gmail.com ou enviar mensagem via whatsapp para (84) 996.087.119

Ações do documento

Página em carregamento