Você está aqui: Página Inicial / Campi / Ceará-Mirim / Notícias / Instituições públicas e privadas se reúnem para planejar a Semana do Meio Ambiente 2022
SEMANA DO MEIO AMBIENTE

Instituições públicas e privadas se reúnem para planejar a Semana do Meio Ambiente 2022

10/12/2021 -

Instituições públicas e privadas se reúnem para planejar a Semana do Meio Ambiente 2022

Nas duas últimas quintas-feiras (02 e 09/12), reuniram-se representantes de setores públicos e privados de Ceará-Mirim e região para planejar a Semana do Meio Ambiente 2022. O evento acontece desde 2016 no Campus Ceará-Mirim do IFRN, com exceção das edições de 2020 e 2021 que não ocorreram devido a pandemia e está previsto para junho do ano que vem.

Sua organização envolve vários agentes engajados ou responsáveis pelos temas ambientais como o IFRN e a UFRN, a Prefeitura de Ceará-Mirim via sua Secretaria de Educação e a Secretaria de Meio Ambiente, o Governo Estadual via a 5ª DIREC, várias escolas e Faculdades particulares de Ceará-Mirim e região, a COPEGAM, o GRUPECOM (Grupo da Complexidade formado por cidadãos ceará-mirinenses), Associações como o Clube de Mães, vários artistas de diferentes categorias, outras instituições como o IDEMA e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Ceará-Mirim, o NEABI (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas) o Grêmio Estudantil Madalena Antunes do IFRN os quais compareceram à reunião de forma presencial e remota. 

Na ocasião foram confirmadas as participações de Daniel Munduruku (Filosofo, Escritor, Doutor em Educação e pesquisador, autor de livros como Histórias de índio, coisas de índio e As serpentes que roubaram a noite) e José Glebson Vieira (Dr em antropologia, Professor Adjunto do Departamento de Antropologia - DAN - e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS - da Universidade Federal do Rio Grande do Norte a UFRN) e discutidos temas preliminares relativos a organização e delegação das tarefas, bem como as atividades a serem desenvolvidas, dentre elas destacam-se:

•                 Plantio de 1000 mudas de árvores nativas;

•                 Discussão sobre a pauta Climática: Impacto das mudanças no Brasil e no Mundo;

•                 Questões sobre as queimadas;

•                 Contaminação do Rio Ceará Mirim e a situação do aterro sanitário agora e no futuro;

•                 Visita ao Parque Boca da Mata;

•                 Apresentações culturais;

•                 O tradicional Mutirão Praia Limpa;

•                 A inclusão da temática indígena no evento.

 Para o Professor Jorge Lima, Professor de Filosofia do Campus Ceará-Mirim e um dos principais organizadores do evento, “a Temática do Meio Ambiente está ligada diretamente aos povos originários, então nada mais justo que trazê-los para dialogar com a gente, trazer reflexões que enriqueçam o nosso viver, que enriqueçam o nosso fazer democrático, o nosso fazer ciência, o nosso pensar tecnologia o nosso pensar o próprio cotidiano e a própria vida”, disse.

 

Ações do documento

Página em carregamento