Você está aqui: Página Inicial / Campi / Ceará-Mirim / Notícias / IFRN realiza sexta edição da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos
PAE 2011-2021

IFRN realiza sexta edição da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos

29/11/2021 - A pesquisa segue sendo aplicada até o dia 31 de dezembro de 2021

IFRN realiza sexta edição da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos

A Assessoria de Relações com o Mundo do Trabalho (Asremt) da Pró-Reitoria de Extensão do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (Proex/IFRN) realiza a sexta edição da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos (PAE). O questionário está sendo aplicado junto a egressas e egressos dos cursos técnicos e superiores do IFRN, que concluíram suas formações entre 2011 e 2021.1. 

A pesquisa segue até o dia 31 de dezembro de 2021, com formulário enviado por e-mail. A ação é uma das estratégias de avaliação institucional com o intuito de acompanhar a inserção dos profissionais formados pelo Instituto no mundo do trabalho; a continuidade dos seus estudos; e a avaliação que apresentam sobre os cursos do Instituto.

Na edição 2021, mais de 3.500 egressas e egressas já responderam a PAE, o maior número desde sua primeira edição. Uma delas é Maria Clara de Oliveira, ex-aluna do curso técnico em Informática do Campus Lajes: "Considero a PAE de extrema importância, haja visto que garante um feedback dos egressos em relação à formação obtida no IFRN, bem como de sua atuação no mercado de trabalho. Saliento, sobretudo, a importância da formação não só acadêmica, mas também cidadã na Instituição. É impressionante a qualidade de ensino e a eficácia pedagógica do IFRN, relatada, inclusive, por professores da graduação de outras instituições da qual hoje fazemos parte", afirmou a técnica em Informática.

Edições anteriores

De acordo com a última edição da PAE (2019-2020), 90,7% dos egressos do IFRN estavam muito satisfeitos ou satisfeitos com seus cursos na Instituição e 91,7% avaliam a importância da formação para sua vida profissional. Entre aqueles que concluíram seus cursos, 85,7% estavam ocupados na altura, dos quais 41,3% estavam apenas trabalhando ou trabalhando e estudando e 44,5%, apenas estudando. 

Estes são somente alguns dos inúmeros dos dados da pesquisa, que, para seu coordenador, o economista da Asremt, Marcus Sampaio, "pode e deveria ser compreendida como um amplo instrumento de avaliação da política de educação profissional e tecnológica desempenhada pelo IFRN em todo estado. Quando nos referimos à avaliação de uma política pública, remetemos às escolhas feitas pela gestão do IFRN no tocante à definição das ofertas formativas e as consequências dessas escolhas. Avaliamos se tais escolhas têm coadunado ou não com a efetividade da política de educação profissional e tecnológica executada pelo IFRN em seu papel de estimular o processo de desenvolvimento local e seus desdobramentos”.

Acompanhamento de egressos por meio da PAE

Para o assessor de Relações com o Mundo do Trabalho, Victor Varela, há inúmeras justificativas para o fortalecimento do acompanhamento de egressos por meio da PAE e de outras ações: "Saber como nossas egressos e nossos egressos avaliam nossos cursos e nossa Instituição e como estão em termos da continuidade de seus estudos e de inserção socioprofissional é fundamental para uma retroalimentação curricular que viabilize a melhoria permanente e efetiva dos nossos cursos e a redefinição de nossas ofertas quando necessário, bem como para avaliarmos e agirmos diante das movimentações e oportunidades do mundo do trabalho para os profissionais que formamos. Afinal, se nossa razão de existir são nossos estudantes, estes, depois que terminam uma trajetória completa no IFRN e se tornam egressos, são a melhor fonte para nos avaliar e fornecer dados para o avanço do Instituto", explicou o assessor.

A pró-reitora de Extensão do IFRN, Denise Momo, finaliza destacando: "Temos orgulho de tocar essa demanda grandiosa com a equipe da Proex, mas temos consciência de que precisamos fortalecer as condições de realização da PAE em 2022 e a aplicabilidade dos seus resultados. Afinal, essa ação não pode ser uma coleta apenas para atender as demandas dos órgãos de controle e do sistema de avaliação da educação. Os dados gerados são muito importantes para a gestão da Extensão, em especial para as nossas relações com o mundo do trabalho, mas também para a gestão sistêmica do Ensino e, sobretudo, para os nossos campi. Por isso, temos enfatizado a importância de termos cada vez mais gestores de Extensão dos campi, diretores acadêmicos, coordenadores de cursos e egressos envolvidos na divulgação da pesquisa e na análise e uso dos dados produzidos."

As egressas e os egressos que não receberam o questionário por e-mail e gostariam de contribuir com o IFRN, podem entrar em contato pelo e-mail: asremt@ifrn.edu.br; ou pelo WhatsApp institucional 84 40050891.

Qualquer pessoa pode contribuir divulgando a PAE e nossos contatos para os egressos do IFRN que terminaram seus cursos entre 2011 e 2021.1.

Ações do documento

Página em carregamento