Você está aqui: Página Inicial / Campi / Ceará-Mirim / Notícias / Estudantes do IFRN conquistam 60 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica
CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Estudantes do IFRN conquistam 60 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica

06/04/2022 - Com representação de 15 campi, foram 40 de ouro, 16 de prata e quatro de bronze

Estudantes do IFRN conquistam 60 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica

Para 2022, inscrições seguem até 30/4

Estudantes do IFRN, na edição 2021 da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica (OBA) e a Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog), conquistaram 60 medalhas. Foram 40 de ouro, 16 de prata e quatro de bronze, espalhadas por 15 campi: Apodi, Caicó, Ceará-Mirim, Ipanguaçu, Macau, Mossoró, Natal-Central, Natal-Zona Norte, Nova Cruz, Parelhas, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz, São Gonçalo do Amarante e São Paulo do Potengi. No link no final da página, a lista completa de medalhistas.

Pelo Campus Ceará-Mirim, por exemplo, a aluna Polyanne Karenine, do Curso Técnico Integrado de Equipamentos Biomédicos, ganhou medalha de ouro e foi convidada para as seletivas internacionais.

evento nacional é realizado nas escolas brasileiras desde 1998, que conta com a participação de escolas públicas ou privadas para estudantes do ensino fundamental e médio e concede premiação aos melhores resultados.

2022

A Edição 2022 da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica (OBA) e a Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog) está com inscrições abertas até 30 de abril. A OBA consiste em uma prova sobre conteúdos relacionados à Astronomia e Astronáutica com duração máxima de três horas. Em 2022, ela será realizada em formato presencial no dia 20/05/2022.

A Mobfog é uma olimpíada inteiramente experimental, pois consiste em construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. Foguetes e bases de lançamentos devem ser construídos por alunos individualmente ou em equipes de até três componentes. Para participar da Mostra é necessária a inscrição na OBA. 

Difusão do conhecimento

Para a organização do evento, a OBA é tida como uma “oportunidade de difundir o conhecimento astronômico pela sociedade brasileira, fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia e pela Astronáutica e ciências afins”. A Olimpíada é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Universidade Paulista (Unip), Visiona Tecnologia Espacial, que atua como integradora de soluções baseadas em sistemas espaciais, e Avibras, empresa de engenharia com atividades nas áreas de Defesa e Civil.

Acesse

Lista completa de medalhistas do IFRN em 2021;

Portal da OBA e Mobfog;

Formulário para inscrições (até 30 de abril).

Ações do documento

Página em carregamento