Você está aqui: Página Inicial / Campi / Canguaretama / Notícias / Publicados Planos Setoriais de Trabalho
PRESENCIALIDADE

Publicados Planos Setoriais de Trabalho

26/10/2021 - Os planos começaram a valer a partir de 18 de outubro de 2021 e marcam a retomada gradual das atividades presenciais dos setores administrativos.

Publicados Planos  Setoriais de Trabalho

O DIRETOR-GERAL DO CAMPUS CANGUARETAMA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições RESOLVE APROVAR, com efeitos retroativos a partir de 18 de outubro de 2021, os Planos de Trabalhos Setoriais Administrativos de retomada gradual ao trabalho presencial no âmbito do Campus Canguaretama, a serem executados enquanto perdurar a Fase 1 estabelecida pela Resolução 50/2021-CONSUP/IFRN, de 13 de outubro de 2021, em razão do estado de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo Coronavírus (Covid-19).

 

Retorno do trabalho Retorno do trabalho presencial misto em dias: acontecerá presencial (50% da carga horária diária) e remoto (50% restantes da carga horária diária) onde todos os servidores voltarão aos seus respectivos postos e ambientes de trabalho, com observância aos protocolos criado pelo comitê Covid-19.  Os setores poderão definir dias de trabalho desde que uma parte dos servidores na forma presencial e a outra parte na forma remota, alternando, entre eles, os dias, de forma que haja atividades presenciais todos os dias da semana.

Retorno do trabalho presencial em caráter de revezamento semanal: o servidor trabalhará determinada semana integralmente presencial e em outra trabalhará de forma remota.

O retorno se dará em 4 fases:

Fase 1: De 18 de outubro de 2021 a 28 de novembro de 2021;

Deve haver um servidor a cada quatro metros quadrados, por ambiente, contendo, no máximo, 30% do total de servidores. Nessa fase, a prioridade é o retorno do grupo gestor e dos profissionais elencados como essenciais por cada setor, desde que a ocupação dos leitos críticos para tratamento da Covid-19 esteja inferior a 50% e a taxa de transmissibilidade menor que um.

 

Fase 2: de 29 de novembro de 2021 a 19 de dezembro de 2021;

poderá haver um servidor a cada 2,25 m², com a capacidade máxima de 50% do total de servidores. Para isso, a ocupação dos leitos críticos para tratamento do novo coronavírus deve estar inferior a 50% e a taxa de transmissibilidade menor que um.

 

Fase 3: De 20 de dezembro de 2021 a 9 de janeiro de 2022;

permite um servidor a cada 2,25 m², com, no máximo, 75% do total de servidores em um mesmo turno, desde que a ocupação dos leitos críticos para tratamento da Covid-19 esteja inferior a 40% e a taxa de transmissibilidade menor que 0,7.

 

Fase 4: A partir de 10 de janeiro de 2022 - totalmente presencial;

haverá o retorno integral ao trabalho presencial, desde que a ocupação dos leitos críticos para tratamento do novo coronavírus esteja inferior a 30% e a taxa de transmissibilidade menor que 0,7.

Acesse a seguir o plano de cada setor:

CTI

COPEIN

COEX

COGPE

DIAD (COFINC/COMPAT/COSGEM/COMPAT)

GABIN/COCSEV

COAES (SETOR MÉDICO/SERVIÇO SOCIAL)

COAPAC/BIBLIOTECA

DIAC (SEAC/COLAB/ETEP/COORDENAÇÕES DE CURSO)

Ações do documento

Página em carregamento