Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Rede de Grêmios reforça a importância de lutar pela manutenção do orçamento
Regif

Rede de Grêmios reforça a importância de lutar pela manutenção do orçamento

08/05/2019 - Em ação na Reitoria do Instituto, estudantes reivindicaram o apoio de toda sociedade

Rede de Grêmios reforça a importância de lutar pela manutenção do orçamento

Estudantes discursaram no auditório da Reitoria. Foto: Thuan Duarte

Com organização da Rede de Grêmios do IFRN (Regif), a Reitoria do Instituto recebeu, na tarde desta terça-feira (8), uma ação de mobilização contra o bloqueio orçamentário de 30% sofrido pela Instituição. Com faixas de defesa da educação, os estudantes se reuniram no auditório da Reitoria, com a presença de servidores, gestores e representantes do Sinasefe, sindicato do Instituto.

Articulados pela presidente da Rede, Maria Eduarda Neves, aluna do Campus João Câmara, os estudantes compartilharam suas experiências acadêmicas no IFRN e a importância dos recursos para a manutenção das atividades. Falas como "corte não é economia" demonstraram a formação política e social dos alunos. Abraão Veríssimo, do Campus Mossoró, fez questão de enfatizar o IFRN como espaço de construção de vida: "é aqui que tenho oportunidade para me construir como profissional e como ser humano", falou emocionado.

A mensagem principal dos estudantes foi uma conclamação para que a sociedade potiguar se una na defesa pelo retorno do orçamento bloqueado. Questionaram também as ações que estão sendo feitas pela Reitoria em busca da reversão desse quadro. A assessora de Comunicação Social e Eventos, Maria Clara Bezerra, a assessora de Relações Institucionais, Patrícia Maia, e o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Márcio Azevedo, destacaram as ações parlamentares que estão sendo desenvolvidas a fim de pressionar o cenário político para a mudança, como também a necessidade de união entre todos que fazem a Instituição para a divulgação dos resultados positivos alcançados pelas suas ações. 

A diretoria do Sinasefe, empossada no último mês, pronunciou-se através das coordenaras-gerais, Emanuelly Medeiros e Nadja Costa. As servidoras também destacaram a importância da união para a defesa da Instituição. Nesse sentido, após uma reunião realizada na última sexta-feira entre o sindicato e o reitor Wyllys Farkatt, foi agendado um novo encontro, na segunda-feira (13), às 9h, entre Sinasefe, Regif e o reitor, que se encontra nesta semana em Brasília em frentes de lutas para a sensibilização de agentes públicos do país e do estado, como divulgado nesta notícia.

Entenda a situação

O IFRN recebeu, na manhã do dia 2 de maio, a informação do bloqueio de parte dos recursos destinados para as suas ações no ano de 2019. A porcentagem foi da ordem de 30%, representando um valor de 27 milhões de reais a menos em recursos de custeio (funcionamento da Instituição). Foram bloqueados R$ 26.154.174,00 dos R$ 67.380.582,00 aprovados na Lei Orçamentária Anual (LOA/2019) para o funcionamento do IFRN, o que representa uma perda de quase 39%. Além disso, são R% 870 mil a menos em recursos aprovados para capacitação. Os dados foram extraídos do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI),

Ações do documento

Página em carregamento