Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / Campus tem primeira pós-graduada via convênio com a Universidade do Minho
COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

Campus tem primeira pós-graduada via convênio com a Universidade do Minho

07/03/2019 - A profissionalidade de professores formadores no IFRN foi foco da tese de doutorado da Professora Antonia Silva, Diretora Geral

Campus tem primeira pós-graduada via convênio com a Universidade do Minho

Professora Doutora Antonia Silva posa para foto com a banca após defesa e aprovação da tese. Foto: cedida.

Desde que foi criado, o convênio do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) com a Universidade do Minho (Uminho) tem oportunizado diversas ações de cooperação técnico-científica entre as duas instituições, inclusive capacitando os servidores do IFRN em programas de pós-graduação.


Dentre os resultados, o Campus Pau dos Ferros registra a primeira integrante do seu quadro de servidores a concluir a pós-graduação através da parceria com a Universidade portuguesa.


No dia 12 de fevereiro, a Professora Antonia Francimar da Silva, Diretora Geral do Campus, defendeu a sua tese de doutorado abordando a "Profissionalidade de Professores Formadores no IFRN", incluindo, entre outros campi, a Unidade de Pau dos Ferros também como objeto de estudo.


A Professora Antonia investigou e buscou compreender a influência do contexto profissional na construção da profissionalidade de professores formadores da Instituição, considerando suas concepções e práticas sobre a formação docente.


Orientada pelo Professor Dr. José Carlos Bernardino Morgado, a tese de doutorado de Antonia foi desenvolvida no Instituto de Educação da Uminho, na área de Especialização em Desenvolvimento Curricular.


Com valor científico, a tese objetiva contribuir para as reflexões acerca das questões expostas pelo professores formadores, considerando a necessidade de formação contínua como ação permanente e indispensável quer para a implementação do currículo, quer para o desenvolvimento profissional docente. “Isso ainda para o fortalecimento da identidade do IFRN como instituição de ensino superior responsável pela formação de professores, para a qual destina 20% das suas vagas”, comenta Antonia acerca da finalização da defesa da tese.


Vale lembrar que, atualmente, mais três servidores do Campus Pau dos Ferros estão com pós-graduação em andamento via convênio com a Universidade portuguesa: Amélia Cristina Reis e Silva, em doutoramento; e Erasmo José Pereira de Oliveira e Carlos Alberto Lopes Júnior, cursando mestrado, todos na área de educação.



::: CONTEÚDO RELACIONADO:
14/02/2019: IFRN e Universidade do Minho se unem em seminário.
11/04/2018: Gestores do IFRN fazem visita à Universidade do Minho.
19/06/2017: Mestrado internacional: IFRN e UMinho definem áreas das qualificações.

Ações do documento

Página em carregamento