Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Central / Notícias / Recredenciamento Institucional do CNAT tem nova data
Avaliação Institucional

Recredenciamento Institucional do CNAT tem nova data

24/10/2016 - Em razão do feriado do dia 28, agora, a visita do INEP acontece entre 16 e 18 de novembro

Recredenciamento Institucional do CNAT tem nova data

Imagem: Divulgação

Em razão do feriado da próxima sexta-feira, 28 de outubro, dia do servidor público e previsto no calendário acadêmico do Instituto, a visita in loco para a Avaliação Institucional de ato regulatório do Recredenciamento do IFRN pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) foi alterada para um novo período e está agora marcada para 16, 17 e 18 de novembro.

O Recredenciamento Institucional faz parte de um ciclo avaliativo do Ministério da Educação e que é realizado pelo (INEP), junto às Instituições de Ensino Superior (IES).

O recredenciamento, está inserido no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), que avalia as instituições, os cursos e os estudantes através de processos próprios e acontece através da avaliação externa com a designação, pelo INEP, e com 3 avaliadores Ad Hoc.

Igualmente, esses especialistas elaboram, a partir da avaliação in loco, o relatório que articula a análise dos documentos oficiais, as reuniões realizadas com os participantes da comunidade acadêmica (alunos, professores, assistentes administrativos e gestores) e a visita às instalações físicas da instituição de ensino.

No CNAT, a perspectiva da abordagem cumpre de forma mais abrangente e detalhada, visto que alcança o âmbito de todos os cursos ofertados quanto ao ensino, à pesquisa e à extensão.

A avaliação externa tem como referência os padrões de qualidade para a educação superior expressos nos instrumentos de avaliação e os relatórios das autoavaliações.

O processo de avaliação externa, independente de sua abordagem, se orienta por uma visão multidimensional que busca integrar suas naturezas formativa e de regulação numa perspectiva de globalidade.

Em seu conjunto, os processos avaliativos devem constituir um sistema que permita a integração das diversas dimensões da realidade avaliada, assegurando as coerências conceitual, epistemológica e prática, bem como o alcance dos objetivos dos diversos instrumentos e modalidades.

Ações do documento

Página em carregamento