Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Reitor esclarece negociações para efetivação dos campi EaD, Lajes e Parelhas
Mudança

Reitor esclarece negociações para efetivação dos campi EaD, Lajes e Parelhas

17/05/2018 - Gestor se reuniu com as comunidades acadêmicas dos três campi

Reitor esclarece negociações para efetivação dos campi EaD, Lajes e Parelhas

Conversa reuniu o reitor, servidores e alunos

Em visita técnica realizada entre dez e dezesseis de maio, o reitor do IFRN, Wyllys Farkatt Tabosa, esteve nos campi avançados Lajes e Parelhas e no Campus EaD. O tema das reuniões foi a consolidação dessas unidades como campi efetivos do Instituto. Recebido por alunos, gestores e demais servidores, o reitor buscou esclarecer o andamento das negociações, com destaque para a audiência realizada na semana anterior, junto ao ministro da Educação, Rossieli Soares, para o atendimento do pleito comum.

Na manhã da quarta, dez de maio, Lajes foi o destino: Wyllys foi recebido pelos três diretores do campus (geral, acadêmico e de Administração), coordenadores e alunos. Antes da reunião no auditório, o reitor percorreu as instalações do prédio principal, conhecendo cada um dos laboratórios. No encontro, após um levantamento histórico sobre a expansão dos Institutos Federais, em especial no Rio Grande do Norte, o gestor falou sobre a ida à Brasília, para reunião com a bancada federal do estado, ocasião em que defendeu a ‘emancipação’ dos campi: “temos de fazer um movimento em prol de um bem-maior, no caso, nossa instituição. Vamos, assim, integrar forças, independente de orientações políticas, levantado uma única bandeira, o IFRN”, disse.

Ainda na tarde da quarta foi momento de reunir-se com servidores, entre técnicos e professores, no Campus Ead. Com mesmo enfoque, a reunião tratou da narrativa da visita ao gabinete do ministro Rossieli e das lutas que vêm sendo travadas em busca do status de campus às unidades. Na ocasião, onde o diálogo foi mediado pelo professor Alex Oliveira, diretor-geral do campus, ainda foram pauta as emendas parlamentares que beneficiaram o IFRN e a implantação futura do Campus Jucurutu.

A terceira parada da viagem foi em Parelhas, onde a reunião se deu nos mesmos moldes, tendo acontecido na quarta, dezesseis de maio. “Faço essa visita para trazer a vocês a real narrativa dos fatos. Para mim, o legado do IFRN é a seriedade com que sempre temos trabalhado e a transparência em suas ações”, disse Wyllys, ao justificar a ida dos diretores em comitiva a Brasília para defender a mudança de nomenclatura dos campi.

ENTENDA A REIVINDICAÇÃO

Ações do documento

Página em carregamento