Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / Professor do Campus é finalista nacional do Prêmio Arte na Escola Cidadã
PREMIAÇÃO NACIONAL

Professor do Campus é finalista nacional do Prêmio Arte na Escola Cidadã

06/09/2019 - Projeto de Emanuel movimenta estudantes e leva reflexões à comunidade através das artes cênicas

 Professor do Campus é finalista nacional do Prêmio Arte na Escola Cidadã

Professor desenvolveu projeto buscando provocar reflexões na comunidade através de problemas do cotidiano, trabalhados através das artes cênicas. Foto: Marcilio França

Após passar por uma seleção entre aproximadamente 1.000 trabalhos inscritos de todo o País, o Projeto do Professor de Artes Cênicas do Campus Pau dos Ferros do IFRN, Emanuel Alves Leite, conhecido por Emanuel Coringa, é um dos finalistas na XX edição do Prêmio Arte na Escola Cidadã.


O Prêmio tem a missão de ampliar a voz de professores, valorizando projetos que despertam novos olhares e inspiram alunos, cidadãos e comunidades.


No Estado do Rio Grande do Norte, apenas dois docentes foram selecionados para final, sendo um deles o Professor do Campus Pau dos Ferros, Emanuel, do município de Umarizal (RN). Coringa trabalhou ao longo do ano o projeto intitulado “Artes Cênicas: Pulando o Moro da Escola”.


Segundo o Professor o Projeto objetiva unir conteúdos teóricos e práticos no campo das artes cênicas, além das questões problemáticas apontadas pelos alunos partindo do seguinte questionamento “o que você gostaria de falar em discurso que poderia ser transformado em obras arte? ”.


Além do portal, através das mídias sociais do Campus, é possível conferir e acompanhar coberturas de ações do projeto:

  • Terceira ação: performance "Escuta as mina", que levou às ruas da cidade reflexões sobre a violência contra a mulher. Ao final desta performance, os integrantes constataram que a violência contra a mulher é algo que ainda persiste na sociedade e de maneira preocupante. Diante disso, o Professor comentou a importância da arte neste momento: "(...) é nesse momento que a arte existe enquanto potente ação reflexiva, questionadora e transformadora apra quem faz, e para quem vê", detalha o Professor.



As produções chamam atenção pela qualidade estética apresentada, além de oportunizarem que os jovens compreendam o potencial das artes como universo de construção de conhecimento, transformação de ideias e reflexões trazidas para as obras artísticas através das próprias escolhas dos alunos. Uma dos questionamentos é: “questões afligem de forma preocupante o universo de nossos adolescentes que podem ser problematizadas pelas artes cênicas?”, questiona  Coringa.


MENÇÃO HONROSA
Na página de resultados no site do Prêmio é possível ver que, mesmo após o resultado final, o professor ainda conquistou menção honrosa com o Projeto.  "Já recebemos certificados por entrar entre os 21 nomes finalistas, mas chegar até aqui já é motivo de muita comemoração e agradecimento aos parceiros", comenta o Professor.



SOBRE:
O Prêmio Arte na Escola Cidadã (PAEC) é realizado desde o ano 2000 pelo Instituto Arte na Escola, com o objetivo de reconhecer, revelar e dar visibilidade a projetos desenvolvidos por profissionais de ensino na área de Artes. Conta com cinco categorias, contemplando Educação Infantil, Ensino Fundamental 1, Ensino Fundamental 2, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). O Prêmio é destinado a professores que desenvolveram projetos em Artes Visuais, Dança, Música e/ou Teatro, realizados nos anos de 2017, 2018 e/ou concluídos até maio de 2019, em escolas de ensino regular, públicas ou particulares, de todo o território nacional.
Com informações do site do evento.



 ::: CONTEÚDO RELACIONADO:
27/12/2018: Projeto de teatro do IFRN em Pau dos Ferros ganhará as ruas.

Ações do documento

Página em carregamento