Você está aqui: Página Inicial / Campi / Pau dos Ferros / Notícias / Deflagrado o processo eleitoral para reitor e diretores-gerais dos campi do IFRN
ELEIÇÕES 2015

Deflagrado o processo eleitoral para reitor e diretores-gerais dos campi do IFRN

17/06/2015 - As resoluções do Consup oficializando o pleito foram divulgadas hoje (17)

Deflagrado o processo eleitoral para reitor e diretores-gerais dos campi do IFRN

Comunidade acadêmica local votará para diretor geral do Campus Pau dos Ferros e para reitor do IFRN

O Conselho Superior do IFRN decidiu, na sexta-feira passada (12), dar início ao processo de eleição dos gestores do Instituto para período de março de 2016 a março de 2020.  A Resolução 11, que estabelece as providências a serem tomadas para o pleito, foi divulgada na manhã de hoje (17).  Ela está baseada no decreto 6.986/2009,  que  disciplina o  processo de escolha de dirigentes no âmbito dos institutos federais.  Segundo o decreto, uma vez deflagrado o processo, a instituição tem um prazo de 90 dias para realizar o pleito - ou seja, até o dia 12 de setembro próximo.


A primeira determinação é de que se inicie a consulta para indicação dos candidatos aos cargos de reitor e diretor-geral dos Campi Apodi, Caicó, Currais Novos, Ipanguaçu, João Câmara, Macau, Mossoró, Natal-Central, Natal-Cidade Alta, Natal-Zona Norte, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São Gonçalo do Amarante.


Na Reitoria e nos  Campi de Educação à Distância, Canguaretama, Ceará-Mirim, Lajes, Parelhas e São Paulo do Potengi só haverá eleição para reitor.  No caso da Reitoria, devido ao seu caráter sistêmico; no caso desses campi, porque eles ainda estão em processo de implantação no Ministério da Educação.


As eleições serão realizadas em turno único e, para viabilizar o processo, foi criada uma Comissão Geral composta pelos conselheiros Cícero Filho Tavares,  representante dos técnicos-administrativos; Itajone Francisco de Morais, representante dos alunos; Pedro Ivo de Araújo do Nascimento, representante dos professores; e Marcos Antônio de Oliveira, representante do Colégio de Dirigentes. 


A Comissão Geral vai realizar o processo de eleição dos representantes de cada um dos segmentos institucionais visando à criação da  Comissão Eleitoral Central, que conduzirá o processo de escolha dos novos dirigentes; das comissões eleitorais dos campi já consolidados e das comissões especiais nas unidades administrativas em que só haverá eleição para reitor.


A reunião do Consup aprovou também uma moção, expressa na Resolução 12, autorizando o reitor eleito a realizar ações junto às comunidades desses campi visando à avaliação da gestão dos respectivos diretores pro-tempore.

Ações do documento

Página em carregamento