Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Zona Norte / Notícias / Alunos representam o RN na principal mostra científica da América do Sul
CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Alunos representam o RN na principal mostra científica da América do Sul

26/10/2015 - Mostratec reúne pesquisadores de 19 países até sexta-feira em Novo Hamburgo/RS

Alunos representam o RN na principal mostra científica da América do Sul

Em alta, Victor, Fernando e Lucimar vão apresentar na Mostratec projetos de responsabilidade social desenvolvidos no Campus

Os alunos Victor Nascimento, Rodrigo Machado e Lucimar Lima chegaram hoje (26) à Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, onde vão representar o estado até sexta-feira (30) na 30ª edição da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), principal feira tecnológica da América do Sul. 

Os estudantes foram autores de dois projetos de responsabilidade social, que chamam atenção pela natureza inovadora e sustentável. O primeiro, criado por Victor e Rodrigo, é um sistema feito para ajudar deficientes visuais a utilizarem o transporte coletivo com mais independência. 

"Nossa intenção é colocar um transmissor em cada ônibus de Natal para enviar dados como linha e destino. Essas informações serão recebidas por um receptor e, logo em seguida, repassadas ao usuário através de um dispositivo sonoro, que vai-lhe informar quando o veículo estiver se aproximando", explicou Victor.

De acordo com o aluno, o dispositivo é bem fácil de usar. "Quando alguém com deficiência visual quiser pegar um ônibus, é só pressionar um botão que vai enviar um sinal de volta para o transmissor, e o motorista vai saber que existe alguém nessas condições na parada", complementou. O projeto, orientado pelo professor Aílton Torres, foi premiado com o primeiro lugar da categoria "Engenharia" na Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (Fenecit), realizada no mês de setembro em Recife, Pernambuco. 

O segundo projeto é o Capit-X, desenvolvido por Lucimar com o apoio de alunos e pesquisadores do IFRN e da UFRN. Trata-se de um produto atóxico, bioativo e biodegradável para o tratamento da pediculose (infestação por piolhos), que ainda hoje aflige várias pessoas, principalmente crianças. "Observamos que muita gente costuma tratar a doença com ingredientes caseiros, que não eliminam as lêndeas, mas somente os parasitas. Inclusive, que alguns produtos no mercado podem, em caso de má utilização, prolongar o problema ou até causar danos à saúde do paciente", contou a estudante.

O produto foi confeccionado com ingredientes como a quitosana, biopolímero abundante na região nordeste, obtido principalmente da carapaça de crustáceos. "O resíduo é disperso em uma solução levemente acidificada e se transforma em um gel a partir da evaporação do solvente, aprisionando o parasita em todas as suas fases (de lêndea a indivíduo adulto) facilitando a sua remoção, revelou o professor Roberto Lima, orientador do projeto.

Além de ser a primeira aluna de um curso da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) da história da Mostra, Lucimar vai expor o Capit-X pela primeira vez, durante a semana, após a confirmação do registro de patente do produto no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). 

 

A Mostra 

A Mostratec é uma feira de ciência e tecnologia realizada anualmente pela Fundação Liberato, em Novo Hamburgo/RS, que se destina à apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do ensino médio e da educação profissional de nível técnico de todo o Brasil e do exterior. Na sua 30ª edição, o evento vai contar com 380 trabalhos de 19 países.

  

Conteúdo relacionado:

20/10/2015 - Aluna da EJA obtém registro de patente para produto de combate à pediculose

20/10/2015 - Jornal destaca ida de alunos à principal mostra de ciência da América do Sul

29/09/2015 - Projeto de alunos é eleito o melhor da categoria em mostra de tecnologia

Ações do documento

Página em carregamento