Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Wyllys Farkatt Tabosa é empossado reitor do IFRN
Gestão

Wyllys Farkatt Tabosa é empossado reitor do IFRN

20/04/2016 - Cerimônia aconteceu na tarde de hoje (20), presidida pelo ministro da Educação

Wyllys Farkatt Tabosa é empossado reitor do IFRN

Profesor Wyllys e ministro Aloizio Mercadante

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, deu posse nesta quarta-feira (20), ao novo reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Wyllys Abel Farkatt Tabosa. Na oportunidade, foi reconduzida ao cargo a reitora do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Maria Clara Kaschny Schneider. A solenidade ocorreu no edifício do Ministério da Educação (MEC), em Brasília.

Em seu discurso, o novo reitor do IFRN ressaltou a consolidação e expansão do IFRN que, atualmente, oferta educação profissional e tecnológica para mais de 30 mil estudantes em 21 campi, alcançando cerca de 177 municípios. “Toda escola é uma obra em construção e reconstrução, pois uma escola que não se reconstrói é sem vida”.

Maria Clara destacou o processo de interiorização do IFSC no decorrer do seu primeiro mandato, nos últimos quatro anos. “Trabalhamos em rede para ser referência em educação profissional no País”, disse.

Para o ministro da Educação, os institutos federais são fundamentais para o desenvolvimento da economia regional. “O desafio é avançar mais na inovação, em patentes, ter uma maior articulação entre as universidades e em estrutura produtiva local”.

TRAJETÓRIA - REITOR 

Wyllys Abel Farkatt Tabosa é graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutor em Educação pela UFRN. Ele ingressou no IFRN em 1995, como professor da Unidade Mossoró da então Escola Técnica Federal do Rio Grande do Norte (ETFRN). Em 2000, com a instituição já denominada Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET), assume a sua primeira função como gestor, na coordenação de Planejamento. De 2004 a 2006, foi o coordenador do Curso Superior de Meio Ambiente.  Em 2007, esteve à frente do Departamento Acadêmico de Gestão Tecnológica da Unidade de Currais Novos do ainda CEFET. Em 2008, assume a Diretoria de Relações Empresariais que, com a mudança para IFRN, se tornaria Pró-Reitoria de Extensão e ele o pró-reitor. Em 2012, o desafio é como pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, função que ocupou até o momento da posse como reitor.

Fonte: Assessoria de Comunicação | Conif

Ações do documento

Página em carregamento