Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN sedia II Encontro Parceiros da Aprendizagem
Jovem Aprendiz

IFRN sedia II Encontro Parceiros da Aprendizagem

13/11/2019 - Com o tema "empresas que fazem a diferença", evento concedeu menção honrosa às instituições destaques no Jovem Aprendiz

IFRN sedia II Encontro Parceiros da Aprendizagem

Nesta edição foram contempladas 495 empresas

Promovido pelo Fórum Potiguar de Aprendizagem Profissional (Fopap), aconteceu, na manhã desta quinta-feira (13), o 'II Encontro Parceiros da Aprendizagem: empresas que fazem a diferença'. Realizado no auditório do Campus Natal-Central do IFRN, o encontro concedeu menção honrosa às instituições destaques no programa Jovem Aprendiz no Rio Grande do Norte em 2019. Nesta edição, foram contempladas 495 empresas. Atualmente, o Fórum Potiguar é composto por instituições formadoras, como o IFRN, pelo Ministério Público do Trabalho e pela Coordenação Estadual do Projeto de Inserção de Aprendizes.

"Desde que o instituto passou a desenvolver ação específica para o programa Jovem Aprendiz, mais de 600 estudantes entraram e quase a metade deles, 297, já concluiu o seu tempo de participação no programa, que é ferramenta importante para o estudante, porque desenvolve na prática o que aprende no IFRN. Além disso, tem a questão da bolsa que os estudantes recebem, que tem uma importância para eles e reforça a oportunidade dos jovens se inserirem no mundo do trabalho", disse o professor Marcos Antonio Oliveira, reitor em exercício do IFRN.

Além do professor, participaram da mesa de abertura: o secretário de Educação do RN, Getúlio Marques; a coordenadora estadual do projeto de Inserção de Aprendizes do RN e do Fopap, Sofia da Silva Gomes; o procurador chefe do Ministério do Trabalho/RN, Xisto Thiago de Medeiros Neto; a ex-aprendiz e coordenadora de Gestão Pessoal da empresa Comercial de Laticínios, Juciele de Medeiros; a coordenadora do Centro Educacional, Dom Bosco e membro da coordenação colegiada do Fórum Estadual de Combate ao Trabalho da Criança e Proteção ao Trabalhador Adolescente – Foca/RN, Maria de Lourdes Ramalho Martins; além de Frankleide Carlos, que representou a Direção-Geral do Campus Natal-Central.

Jovens e adolescentes aprendizes

De acordo com informações do Fopap, o Rio Grande do Norte tem cerca de 5 mil jovens e adolescentes aprendizes e tem potencial para preenchimento de outras 4 mil vagas. Com o objetivo de interiorizar o programa, Sofia Gomes acredita que o IFRN é um parceiro fundamental nesse processo de expansão. "O IFRN é um grande parceiro nosso. Através dele, por exemplo, nós conseguimos interiorizar a aprendizagem por causa dos campi existentes no interior do estado, o que é muito importante", disse a coordenadora.

Segundo o assessor de relações com o mundo do trabalho da Pró-Reitoria de Extensão do instituto, Thiago Loureiro, a interiorização do programa é um dos principais focos de ampliação. "O jovem Aprendiz hoje é a principal política de inserção dos jovens no mundo do trabalho e pro IF é importante porque tem tido um resultado muito positivo. Em dois anos inserimos cerca de 600 estudantes no mundo do trabalho e nosso desafio é ampliar ainda mais esse programa, principalmente no interior do estado."

Menção honrosa

Coordenadora de Recursos Humanos da indústria Candy Pop, Bárbara Mariane, por meio do programa Jovem Aprendiz, encontrou no IFRN um estudante que suprisse a necessidade da sua organização. "Quando procurei o IFRN para ser um parceiro, era porque eu precisava de aprendizes com um olhar técnico sobre algumas funções específicas. Eu senti a necessidade de ter alguém na área elétrica e que soubesse a parte teórica, tivesse o conhecimento para trabalhar com o eletricista e eu encontrei no IFRN um aprendiz que realizasse esse curso e que pudesse suprir essa necessidade da empresa", disse Bárbara.

Dentre os requisitos para receber a menção honrosa, a organização teve que cumprir um dos seguintes critérios: contratar aprendizes menores de 18 anos; contratar aprendizes de baixa renda e/ou vulnerabilidade; ter alto índice de efetivação; e novas inserções.

O evento também reuniu servidores e educadores do Instituto, empresários e estudantes participantes do programa Jovem Aprendiz. Além disso, o encontro contou com a apresentação do Coral Infantil do IFRN, regido pela professora aposentada Maria de Lourdes Lima de Souza Medeiros.

Ações do documento

Página em carregamento